Crediamigo

Banco do Nordeste disponibiliza R$ 450 milhões para microempreededores em Pernambuco

Este ano, o programa já desembolsou mais de R$ 470 milhões, somando as unidades Recife, Caruaru e Petrolina

Superintendente do BNB em Pernambuco, Pedro Ermírio de Almeida Freitas FilhoSuperintendente do BNB em Pernambuco, Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho - Foto: Clarice Melo/ Folha de Pernambuco

O Banco do Nordeste (BNB) está disponibilizando cerca de R$ 450 milhões até 31 de dezembro deste ano, pelo programa Crediamigo para Microempreendedores Individuais (MEI) e trabalhadores informais de Pernambuco. Os recursos podem ser usados na compra de insumos, ferramentas ou para reforçar o caixa dos negócios. Este ano, o programa já desembolsou mais de R$ 470 milhões, somando as unidades Recife, Caruaru e Petrolina. O valor atende 160 mil microempreendedores. 

De acordo com o superintendente do BNB em Pernambuco, Pedro Ermírio de Almeida Freitas Filho, cada operação pode captar até R$ 21 mil e o dinheiro é liberado de uma só vez em até sete dias. 

“Hoje, o pré-requisito para ter acesso ao crédito é desenvolver alguma atividade produtiva. Ele não é um crédito de consumo. Esse é o grande pré-requisito e a partir disso o programa vai enquadrar você nas linhas disponíveis, crédito coletivo, crédito individual. Uma vez encontrada essa atividade que você vai desenvolver ou que já desenvolve, o seu agente de crédito, seu assessor, vai enquadrar na melhor linha disponível”, afirmou. 

Entre julho e setembro, o BNB reduziu a taxa mensal de juros do Crediamigo de 3,2% para 2,16%, o que representa uma queda de mais de 30%. Com isso, a parcela do empréstimo caiu de forma significativa. A expectativa é que o número de operações cresça no Estado. 

“A gente está mirando pela primeira vez em fazer Pernambuco chegar a R$ 1 bilhão dentro do Crediamigo em um exercício. Já estamos perto da metade disso. Tivemos recentemente um movimento muito forte de redução da taxa de juros. Então, hoje, o posicionamento do Crediamigo no mercado é muito favorável. [...] Somado a isso, temos uma ação muito forte também dentro do guarda-chuva do programa do Governo Federal de regularização de dívida, que é o Desenrola. Temos uma ação forte para regularizar as dívidas de quem é cliente do programa e está com situação de inadimplência”, disse o superintendente. 

O Crediamigo é uma operação do BNB focada no setor informal. Com 25 anos de história, o programa surgiu no Estado do Ceará. 

“Hoje, todos os nossos clientes do Crediamigo têm acesso a uma conta bancária, um aplicativo próprio isento de tarifas, para poder, de alguma forma, trazer esse pessoal. Essas pessoas precisam ser vistas, e mostrar qual é a força desses empreendedores. Apesar de não ser um emprego com carteira assinada, em muitos casos, é essa renda que dá o sustento da família”, pontuou Pedro Ermírio. 

O processo para conhecer ou “fazer um Crediamigo” pode ser feito de maneira totalmente digital. Os contatos podem ser realizados através do Whatsapp (85) 9973-0700

As operações são feitas individualmente ou em grupos solidários, que são amigos reunidos e que confiam uns nos outros. Entre os negócios informais que podem contratar crédito pelo Crediamigo estão ambulantes, vendedores em geral, marcenarias, sapatarias, carpintarias, artesanatos, padarias, produções de alimentos, lanchonetes, feirantes, pequenos lojistas, vendedores de cosméticos, salões de beleza, oficinas mecânicas, borracharias e muitos outros.

“O Crediamigo, apesar de só atuar no Nordeste, Norte de Minas e Norte do Espírito Santo, é a maior experiência de microfinança urbana que a gente tem na América do Sul”, acrescentou Pedro. 

Veja também

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta
CERTAME

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta

Evento de inovação no Rio vai debater humanização na era da IA
RIW

Evento de inovação no Rio vai debater humanização na era da IA

Newsletter