Coronavírus

Bares e restaurantes em Pernambuco serão limitados a 300 pessoas

Horas antes, o Portal Folha de Pernambuco havia informado, erroneamente, que a limitação seria para eventos

Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de PernambucoBruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco - Foto: Hélia Scheppa/divulgação/SEI

Bares e restaurantes serão limitados para até 300 pessoas em Pernambuco. Locais onde 70% da capacidade ultrapasse o teto de 300 usuários serão restritos ao número divulgado nesta quinta-feira (17) pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

Horas antes desta publicação, o Portal Folha de Pernambuco havia  informado que a restrição seria aplicada a eventos, mas, na verdade, se refere a locais de alimentação.
 

A utilização desses locais já estava permitida desde que respeitada a capacidade de  até 70% da ocupação. Agora, além dessa medida, haverá o teto de 300 pessoas. "Estamos limitando a capacidade de bares e restaurantes para, no máximo, 300 pessoas", informou o secretário. 

"Percebemos que houve um relaxamento no cumprimento dos protocolos setoriais, que são imprescidíveis para que o coronavírius não se propague", disse Schwambach

Por conta do aumento de casos relatados nos últimos boletins, Schwambach informou que, a partir do próximo sábado (19), a capacidade de público para bares e restaurantes será limitada a 300 pessoas. 

"É necessário manter a atividade funcionando ainda, mas também é necessário tomar medidas de controle. Por isso estamos estabelecendo que além dos 70% do funcionamento, haja um teto máximo de 300 pessoas por estabelecimento", pontuou. 

Veja também

70% dos acordos não repõem inflação, e salários encolhem
Economia

70% dos acordos não repõem inflação, e salários encolhem

Governo reduz mistura de biodiesel após preço do combustível disparar
Economia

Governo reduz mistura de biodiesel após preço do combustível disparar