BB já adota sistema na internet

Por isso, já atualizou o sistema dos sites que usam sua marca para emitir boletos de cobrança

Deputado estadual Aluísio Lessa (PSB)Deputado estadual Aluísio Lessa (PSB) - Foto: Divulgação

 

O reforço de segurança que a Câmara Interbancária de Pagamento (CIP) vai proporcionar aos boletos de cobrança já está em vigor nos códigos de barras emitidos pelo Banco do Brasil (BB) na internet. Pioneiro, o banco viu que as inconsistências e fraudes eram ainda mais comuns no comércio virtual. Por isso, já atualizou o sistema dos sites que usam sua marca para emitir boletos de cobrança.
O sistema entrou em operação no mês passado e está, aos poucos, recebendo os clientes de ecommerce do BB. Mas, só no mês de teste, já emitiu 130 mil boletos para um único site de vendas. E a expectativa é que o leque de clientes dessas lojas cresça ainda mais.

Isto porque o novo sistema ainda permite pagar as compras virtuais através do serviço de débito em conta via internet e do BB Crediário. Segundo o Banco do Brasil, cerca de 60 milhões de clientes estão cadastrados nessas plataformas e já podem usá-las no ecommerce.
A atualização ainda garante maior rapidez à negociação, antecipando a entrega das compras. “Hoje, as lojas virtuais emitem boletos sem registro. Por isso, só depois de dois dias é que recebem as informações do pagamento para enviarem a mercadoria ao cliente. Com o novo sistema isso tudo é online. Na hora que você faz a compra, o site emite um boleto que vem imediatamente para a base do BB. E, se o pagamento for realizado no internet banking, em poucos minutos a loja já fica sabendo do pagamento, podendo liberar a entrega”, explica o gerente executivo de Soluções de Atacado do Banco do Brasil, João Carlos Pinto de Mello.

 

Veja também

Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV
Economia

Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV

Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
Auxílio Emergencial

Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial