BB lança cartão para escolas públicas comprarem merenda

Tecnologia começa a ser testada na Bahia e em Goiânia

Banco do BrasilBanco do Brasil - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Uma ferramenta desenvolvida pelo Banco do Brasil (BB) a pedido do Ministério da Educação pretende tornar mais transparente e rápida a compra de merenda por escolas públicas por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A instituição financeira lançou o Cartão PNAE, para que as Secretarias de Educação dos estados e dos municípios adquiram merenda escolar via cartão de pagamentos.

A tecnologia começou a ser testada pela Secretaria de Educação da Bahia, que contratou 1.010 cartões, e pela prefeitura de Goiânia, que recebeu 390 cartões. Segundo o Banco do Brasil, o uso dos cartões será implementado em todo o país.

Gerido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o PNAE oferece merendas escolares e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes de todas as etapas da educação básica pública. O programa gasta cerca de R$ 4 bilhões por ano na compra direta de comida para merenda escolar.

Leia também:
Caixa e BB promovem ações para micro e pequenas empresas
BB desembolsa R$ 538,7 milhões em crédito para pessoas com deficiência


O cartão será usado exclusivamente na modalidade de compras em contas de relacionamento abertas pelo FNDE apenas por representantes das secretarias e das escolas cadastrados. Haverá um limite de uso para cada cartão.

Segundo o BB, a movimentação 100% eletrônica melhora a gestão dos recursos públicos. Além de garantir mais transparência nas movimentações, o cartão facilita o processo de prestação de contas.

Veja também

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana
BOLSA DE VALORES

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Governo celebra 20 anos de fundo que pode ser extinto por Guedes
fundos

Governo celebra 20 anos de fundo que pode ser extinto por Guedes