Economia

BB lança fundo de investimento em crédito de carbono com aporte inicial de R$ 2 milhões

Presidente do banco, Fausto Ribeiro, também anunciou que clientes terão a opção de realizar doações por meio do app para projetos ligados à economia verde

Banco do BrasilBanco do Brasil - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Banco do Brasil (BB), Fausto Ribeiro anunciou, nesta quarta-feira (18), o lançamento de um fundo de investimento com o objetivo de financiar projetos de crédito de carbono. O aporte inicial será de R$ 2 milhões, com benchmark de R$ 50 milhões até o fim deste ano.

O anúncio foi feito durante participação de Ribeiro no Congresso Mercado Global de Carbono - Descarbonização e Investimentos Verdes, promovido pelo BB em parceira com a Petrobras.

Além do fundo, o banco lançou outras medidas de incentivo à economia verde, especialmente com foco em reduzir as emissões de carbono.

Segundo o presidente do BB, a partir desta quarta, estará disponível para os clientes no aplicativo do banco a opção de realizar doações para projetos de meio ambiente, reflorestamento e neutralização das emissões de carbono da Fundação Banco do Brasil. Eles poderão direcionar parte dos seus créditos em cashback, por exemplo, para esses projetos.

"Esse fundo apoiará projetos sustentáveis e estará atrelado à variação de preços do mercado global de créditos de carbono, disponível a todos os clientes", disse.

Durante a apresentação, Ribeiro reforçou o compromisso do banco em reduzir suas emissões até 2030 e migrar para uma matriz energética mais limpa.

Ele destacou os serviços financeiros do banco voltados para o agronegócio, especialmente o financiamento das linhas de agricultura de baixo carbono, com a implementação das CPR (Cédula do Produtor Rural) Verdes.

"O banco encontrou uma forma e uma metodologia interna para que a gente pudesse monetizar essas formas que ficam esterilizadas para a agricultura. A CPR é nesse sentido de buscar algum mecanismo financeiro que ajude o agricultor a preservar essas áreas".

Riberio afirmou que o banco iniciou uma série de projetos com empresas e startups do mercado de carbono. Essas parcerias vão ajudar o BB em várias frentes, como a originação dos créditos de carbono, desde a identificação do potencial da área até a finalização do projeto.

Veja também

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum do Mercosul
tarifa comum

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum do Mercosul

Pró-Leite Pernambuco vai qualificar produtores no Sertão do Araripe
Agronegócio

Pró-Leite Pernambuco vai qualificar produtores no Sertão do Araripe