Funase Caruaru
Funase CaruaruFoto: Agnaldo Lima/Arquivo Folha

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Pernambuco divulgará nos próximos dias o edital da seleção simplificada para contratação de 496 agentes socioeducativos. A empresa que ficará pelo processo será o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (IDIB), conforme publicação no Diário Oficial do Estado, no último sábado (16).

As vagas a serem abertas serão para preenchimento de quadros nas unidades situadas na Região Metropolitana do Recife (RMR). O certame foi anunciado pela instituição em abril, com base no Aviso de Chamamento Público 02/2018, publicado no DOE no dia 10 daquele mês.

De acordo com a Funase, o processo de seleção deverá suprir o déficit dessa categoria profissional nas unidades socioeducativas. Atualmente, a instituição conta com cerca de 1,3 mil agentes socioeducativos para o atendimento a 1,4 mil socioeducandos em todo o Estado. Considerando que, com as escalas de plantão, a proporção é de um agente para cada quatro internos, são necessários mais 216 profissionais para atender à demanda.

Das 496 contratações resultantes da seleção simplificada, 252 serão destinadas às três novas unidades que a Funase está construindo: o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo II, com entrega prevista para julho; o Centro de Internação Provisória (Cenip) Recife II, para agosto; e o Case Jaboatão II, para dezembro. Os demais agentes selecionados serão lotados em outras unidades da RMR. A seleção ainda terá o objetivo de recompor vagas ocupadas por agentes socioeducativos cujos contratos estão em fase de encerramento.

Polícia Federal
Polícia FederalFoto: Marcello Casal JR/Agência Brasil

Foi publicado, no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15), o edital para o concurso público da Polícia Federal (PF). Foram ofertadas 500 vagas para cargos de nível superior. Ao todo, são 150 vagas para delegados, 60 para peritos criminais, 80 para escrivães, 30 para papiloscopistas e 180 para agentes. No total, 20% das vagas são para candidatos negros. Outros 5% serão destinados a pessoas com deficiência. 

Clique aqui para conferir o edital
. A remuneração para agente, escrivão e papiloscopista é de aproximadamente R$ 12,4 mil. Já o salário de perito e delegado é de cerca de R$ 23,1 mil. O edital também pode ser conferido no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), organizadora do certame. As inscrições começam na terça-feira (19) e as taxas custam R$ 180 para agente, escrivão e papiloscopista; e R$ 250, para delegado e perito.

Candidatos de famílias de baixa renda poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição das 10h do dia 19 de junho às 18h do dia 2 de julho. Para isso, é necessário estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e preencher uma declaração no site da banca organizadora do concurso da PF.

As provas objetiva e discursiva estão previstas para o dia 19 de agosto. A seleção terá duas etapas: a primeira composta de provas objetiva e discursiva, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional; a segunda, os candidatos serão submetidos a um curso de formação profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, no DF.

Conclusão do curso de Formação e Habilitação de Praças da PMPE
Conclusão do curso de Formação e Habilitação de Praças da PMPEFoto: Arthur Mota

Estão abertas, a partir deste domingo (10), as inscrições para o concurso público que oferece 500 vagas para o cargo de praça da Polícia Militar de Pernambuco, 60 para oficiais da PMPE e 20 para o Corpo de Bombeiros. A remuneração inicial do policial militar formado é de R$ 2.819,88. Para os oficiais, R$ 8.576,58, nomeados após o curso de formação.

Leia também
PM abre concurso com 500 vagas; confira o edital
Governo lança edital com 80 vagas para oficiais da PM e Bombeiros

As inscrições para o concurso de praças da PMPE seguem, no site da organizadora, até o dia 16 de julho. Para oficiais, o prazo segue até o dia 8 de julho. Após a inscrição, os candidatos devem pagar a taxa de R$ 135 (praças) e de R$ 150 (oficiais). Para os cargos de oficiais da PMPE, é exigido diploma de graduação em Direito. 

Procuradoria Regional Federal
Procuradoria Regional FederalFoto: Do site da PRF/PE

Foi divulgado nesta sexta-feira (8), pelo Ministério Público Federal na 5ª Região (MPF), o edital para a seleção de estagiários do curso de Direito. Ao todo serão 10 vagas imediatas e cadastro de reserva. As inscrições são feitas pela internet e vão da próxima segunda (11), a partir das 10h, até as 17h do dia 17 deste mês. Para participar, o candidato deve estar matriculado no curso de Direito em uma das faculdades conveniadas ao MPF e cursando, no mínimo, o terceiro período ou segundo ano da graduação.

Após a etapa online, a inscrição precisa ser confirmada pessoalmente na sede da Procuradoria Regional da República da 5ª Região (PRR5), localizado na Rua Frei Matias Teves, 65, Ilha do Leite, Recife. Os candidatos devem portar a documentação exigida no edital do concurso e têm os dias 19, 20, 25, 16, 18 e 29 de junho para comparecer à sede da PRF5. A data das provas será divulgada posteriormente no site da PRR5.

O estágio tem a carga horária de 20 horas semanais e oferece bolsa no valor de R$ 850 mais auxílio-transporte de R$ 7 reais por dia de trabalho. Candidatos podem obter mais informações sobre o concurso pelos telefones (81) 2121.9871 / 9873 ou pelo e-mail prr5-estagio@mpf.mp.br.

Corpo de Bombeiros
Corpo de BombeirosFoto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Pernambuco

A Secretaria de Defesa Social (SDS) publicou no Diário Oficial de Pernambuco desta sexta-feira (8) edital anunciando concurso público para selecionar 80 oficiais, sendo 60 da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) e 20 do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE). O prazo de inscrição para o certame é do próximo domingo (10) a 8 de julho. A remuneração inicial é de R$ 8.576,58 e a taxa de inscrição custa R$ 150. Os candidatos a oficiais da PMPE devem portar diploma de graduação no curso de Direito e em qualquer graduação para o CBMPE.

De acordo com o edital, as provas de conhecimentos serão realizadas em 12 de agosto e os exames de saúde entre 28 de setembro e 2 de outubro. Os testes de aptidão física acontecerão entre 1º e 4 de novembro e as avaliações psicológicas em 20 e 21 de novembro.Os melhores classificados após todas as etapas serão convocados para o curso de formação antes de assumir suas respectivas funções. Em cada seleção, serão destinados 5% das vagas a candidatos com deficiência.

Leia também:
PM abre concurso com 500 vagas; confira o edital
Polícia Federal abrirá concurso com 500 vagas


Para concorrer às vagas, os interessados precisam preencher uma série de requisitos. Entre as exigências, não possuir antecedentes criminais, ter entre 18 e 28 anos, ser habilitado no mínimo na categoria B e possuir altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Durante o curso de formação, que será aplicado durante 12 meses no Comando do Campus de Ensino Mata (Cemata), em Paudalho, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, os selecionados receberão uma bolsa de R$ 2,2 mil.    

Conclusão do curso de Formação e Habilitação de Praças da PMPE
Conclusão do curso de Formação e Habilitação de Praças da PMPEFoto: Arthur Mota

O edital do concurso público para o preenchimento de 500 vagas do cargo de praça da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) foi publicado na edição desta sexta-feira (8) do Diário Oficial do Estado. Segundo o documento, o período de inscrição será entre o próximo domingo (10) e 16 de julho. A remuneração inicial do policial militar formado é de R$ 2.819,88.

Os candidatos devem ter ensino médio completo, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, carteira de habilitação categoria B e entre 18 e 29 anos. A taxa de inscrição no certame custa R$ 135. Os selecionados receberão bolsa-auxílio de R$ 1,1 mil durante os seis meses do curso de formação, que será aplicado no Campus de Ensino Metropolitano (Cemet I), localizado no bairro do Curado, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Leia também:
Funase anuncia concurso com oito vagas e salário de R$ 3,4 mil
UFPE abre processo seletivo com 50 vagas para professor substituto


A prova de conhecimentos será aplicada em 26 de agosto e os resultados, assim como a convocação para as etapas seguintes de exames médicos, de aptidão físicas e avaliação psicológica será em 12 de setembro.  O curso de formação, de responsabilidade da Secretaria de Defesa Social (SDS) deverá começar após março de 2019. O concurso terá validade de dois anos a partir da data da primeira homologação do resultado final. Serão chamados os 500 candidatos melhores classificados na primeira fase e aptos em todas as demais fases da primeira etapa.

O Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (IAUPE) é responsável pela execução do certame. Do total de 500 vagas, 25 serão destinadas a pessoas com deficiência, o equivalente a 5%, conforme previsto na Constituição Federal.

Confira o edital na íntegra:

Controle do stress
Controle do stressFoto: Arte: Folha de Pernambuco

Nenhum profissional está livre das pressões cotidianas do trabalho. Pode ser a mudança rápida de prioridades, a cobrança por um resultado imediato ou mesmo aquele entrave nas relações interpessoais. Os obstáculos estão por todos os lados e cada pessoa encontra a sua fórmula para manter a sanidade mental e, no outro dia, mais uma vez, sair da cama rumo às obrigações. O alerta, segundo os aconselhadores de carreira, vai para os excessos de demanda que provocam a dificuldade de conciliar a vida dentro e fora do escritório.

Para começar, tão importante quanto achar um escape contra o estresse, é entender até que ponto uma rotina agoniante é mesmo saudável. Isso acontece porque em algumas profissões está convencionado o dia a dia atribulado e nervoso. Que o diga o médico do setor de emergência, o bombeiro ou o policial militar. Segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia, o agito dentro de um limite pode, sim, estimular o cérebro, favorecer o estado de alerta e das funções cognitivas. No entanto, especialistas analisam se o ritmo de trabalho está de acordo com a capacidade física e mental de cada um, a fim de evitar o esgotamento completo.

“Procure fazer sempre o que gosta, pois quando isso acontece o trabalho fica menos pesado. Além disso, tenha a certeza de que se identifica com a cultura organizacional da empresa e que há compatibilidade de valores que regem tanto a organização quanto a pessoa”, lembra o consultor empresarial e educador corporativo do Sebrae-PE, André Felipe de Siqueira. Nessa análise, também vale verificar se o ambiente de trabalho é, realmente, saudável e harmonioso, checando o nível de colaboração entre as equipes e até mesmo as condições estruturais de trabalho.

Por outro lado, ser resiliente com as chamadas ‘variáveis incontroláveis’ é fundamental. “Ou seja, problemas que estão fora do nosso comando ou controle, aspectos como trânsito, violência urbana, engarrafamentos e desempregos”, completa o especialista, ao lembrar, por exemplo, situações como a recente greve dos caminhoneiros, que afetou a rotina da maioria das pessoas.

Some esses imprevistos ao preparo, formação e maturidade profissional, que ajudarão a ter postura de motivação e adaptação. Tal controle auxilia o indivíduo a evitar o que o especialista em controle emocional Travis Bradberry afirma em seu artigo para a revista Forbes. Ele diz que profissionais muito estressados sofrem de ansiedade e estão mais propensos ao famigerado ‘chilique’ em meio a situações corriqueiras, como numa reunião ou atendimento ao cliente. Já do ponto de vista médico, quem sofre com os exageros de cobrança começa a apresentar sintomas como sono excessivo, cansaço constante, tensão muscular, dificuldades com o peso, problemas de concentração e, em alguns casos, patologias como hipertensão, gastrite e problemas do coração.

Campus do IFPE
Campus do IFPEFoto: Jedson Nobre/Arquivo Folha de Pernambuco

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) devem convocar 49 novos profissionais do cadastro reserva de concursos anteriores vigentes até o fim deste ano. Esses concursados devem ser chamados para preencher as vagas autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) em portaria divulgada nessa quarta (16) no Diário Oficial da União.

Na portaria, o MEC autorizou a contratação de 40 professores e 9 técnicos administrativos em educação para o IFPE e o IF Sertão-PE. Porém, segundo a assessoria de comunicação do instituto, não deve ter tempo hábil para realizar nova seleção por causa do calendário eleitoral, que limita a data de realização de certame no ano do pleito - em 2018, pode ser feito até 6 de julho.

Em todo o Brasil, as contratações atenderão 32 institutos federais, dois centros federais de educação tecnológica e o Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. No total, serão contratados 1.205 profissionais em todo o país, sendo 810 professores e 395 técnicos administrativos em educação.

Leia também:
IFPE abre seleção para professor substituto com salário de até R$ 5,7 mil
Vestibular 2018.2 do IFPE ofertará 2.585 vagas


O MEC informou, por meio de nota, que as novas contratações fazem parte do processo de expansão da Rede Federal e que, a cada ano, os institutos pedem novas contratações por ampliar a quantidade de matrículas ou necessitar de mais professores para alguns cursos.

Para receber novas vagas, os institutos precisam atender a alguns critérios, como o aumento no número de matrículas de um ano para outro, a possibilidade de aposentadoria e também a relação aluno-professor.

IFPE Pesqueira
IFPE PesqueiraFoto: Reprodução/Internet

Os campi de Barreiros, Garanhuns e Pesqueira do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) estão com vagas abertas para professor substituto. No total, são oferecidas 17 vagas distribuídas entres as três cidades. Os salários podem variar de R$ 3.121,76 a R$ 5.742,14, dependendo da titulação do docente.

Cada campus conta com um edital específico. Todos os editais podem ser consultados no site do IFPE.

Leia também:
Funase anuncia concurso com oito vagas e salário de R$ 3,4 mil
UFPE abre processo seletivo com 50 vagas para professor substituto


No IFPE Barreiros, as vagas são destinadas para profissionais com formação em Licenciatura em Química, Licenciatura em Sociologia e Licenciatura em Letras com habilitação em Inglês e/ou Espanhol. A seleção será feita por meio de análise de títulos. Os interessados podem se inscrever no período de 21 a 30 de maio na Coordenação de Gestão de Pessoas (CGPE) do campus. O horário de atendimento é das 8h às 11h e das 14h às 17h. O valor da taxa de inscrição é de R$ 55.

Em Garanhuns, a seleção será para as áreas de Administração, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Licenciatura em Matemática, Engenharia Florestal, Engenharia Ambiental, Tecnologia em Gestão Ambiental, Química Industrial, Engenharia Química, Ciências Biológicas, Farmácia, Biomedicina, Ciência ou Engenharia da Computação, Sistema de Informação, Processamento de Dados, Rede de Computadores, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Sistemas para Internet, Análise e Desenvolvimento de Software, Engenharia de Software, Licenciatura em Informática, Gestão em Tecnologia da Informação ou Licenciatura em Computação. As inscrições custam R$ 70 e devem ser feitas na Diretoria de Ensino do Campus Garanhuns até 11 de maio. A seleção será feita por meio de análise de títulos e prova de conhecimentos práticos específicos.

No Campus Pesqueira, a seleção é para profissionais das áreas de Física, Enfermagem, Matemática, Engenharia Eletrônica, Eletrotécnica ou Elétrica. As inscrições devem ser feitas presencialmente até o dia 20 de maio e custam R$ 70. A seleção é dividida em duas etapas: análise de títulos e prova.

Funase de Abreu e Lima
Funase de Abreu e LimaFoto: Rafael Furtado/Arquivo Folha

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) vai abrir um concurso para o cargo de Analista em Gestão Socioeducativa, com o salário inicial de R$ 3,4 mil. Ao todo, serão oferecidas 8 vagas para o nível superior, sendo 4 para psicólogos, 2 para pedagogos e 2 para assistentes sociais.

Os aprovados suprirão os quadros funcionais no novo Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo II, com abertura prevista para o fim do primeiro semestre. Além das oito vagas, será formado um cadastro-reserva para outras duas unidades ainda em construção, os Cases Jaboatão II e Recife.

As atribuições dos analistas consistem em realizar o atendimento individual de internos e familiares, planejamento de atividades pedagógicas e viabilização do regresso, inserção e permanência dos jovens na escolarização. A carga horária será de 40 horas semanais. Entre as oito vagas, três serão para pessoas com deficiência, sendo uma para cada uma das formações (pedagogia, psicologia e assistência social).

O Aviso de Chamamento Público 03/2018 foi publicado pela Funase no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta terça-feira (8), e tem como objetivo contratar a empresa responsável pelo concurso. A seleção será feita por meio de uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório. A data de aplicação será divulgada até 60 dias após a publicação do edital, que depende da contratação da empresa responsável.

comece o dia bem informado: