Inscrições até 31 de outubro
Inscrições até 31 de outubroFoto: Divulgação

As inscrições para a etapa pernambucana do maior torneio de robótica do Brasil, o SESI First LEGO League, já estão abertas em https://torneio.herokuapp.com/signup. Podem participar do evento, que acontecerá nos dias 7 e 8 de fevereiro, no SESI Paulista, estudantes de 9 a 16 anos de escolas públicas ou particulares, grupos de amigos ou times de garagem. A taxa de inscrição é de R$ 100 por equipe, e os melhores colocados serão classificados para a etapa nacional, em março, em São Paulo.

O tema da temporada 2019/2020, City Shaper, propõe que crianças e jovens de 80 países ajudem a construir e a desenvolver cidades melhores para as próximas gerações, explorando a criatividade e a inteligência para sugerir soluções para os problemas atuais do meio ambiente, da mobilidade, da acessibilidade e dos desastres naturais.

Os competidores também terão que construir e programar robôs para cumprir 14 missões sugeridas no tapete FIRST LEGO League da temporada. Os robôs poderão capturar, transportar ou entregar objetos em uma arena. Os times terão direito a três rounds, de dois minutos e 30 segundos cada, para execução das tarefas. Cada equipe deverá ser composta por dois técnicos (maiores de 18 anos) e de dois a 10 estudantes.

Nos dois dias de competição, os participantes precisarão mostrar que sabem trabalhar em sintonia e mostrar capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico. Todos serão avaliados em quatro categorias: desafio do robô, design do robô, projeto de inovação e valores. Os destaques seguirão para a fase nacional.

De acordo com a superintendente do SESI-PE, Cláudia Cartaxo, o Torneio SESI de Robótica First LEGO League é uma excelente oportunidade para os jovens pensarem como cientistas e engenheiros, bem como praticarem a robótica fora da sala de aula. “Através da união de ciências, tecnologia e inovação, a competição mostra que fazer robótica vai muito além de construir um robô, pois permite aos alunos e professores aprenderem juntos conteúdos de matemática, física, programação e engenharia de forma lúdica. Eles também poderão exercitar a criatividade propondo ideias inovadoras que possam contribuir na construção de um futuro próspero”, comentou.

Serviço:

Etapa pernambucana do Torneio SESI de Robótica First LEGO League

Inscrições em https://torneio.herokuapp.com/signup até 31 de outubro
Taxa de inscrição: R$ 100 por equipe
Competição: 7 e 8 de fevereiro de 2020
Local: Sesi Paulista (Av. Lindolfo Collor, 2800 – Arthur Lundgren I, Paulista – PE)
Os técnicos veteranos, cadastrados desde 2018, deverão se inscrever através do site https://fll-brasil.edu.tenda.digital/

Um bom desempenho no estágio pode representar a garantia de uma vaga como profissional na empresa ao término do seu curso
Um bom desempenho no estágio pode representar a garantia de uma vaga como profissional na empresa ao término do seu cursoFoto: Divulgação

A BRK Ambiental, empresa brasileira de saneamento básico, abre inscrições para o Programa de Estágio 2020. Com 53 vagas destinadas a estudantes que vão concluir o curso entre o fim de 2020 e dezembro de 2021, o projeto vai disponibilizar oportunidades de trabalho em Goiás, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Sul. Em Pernambuco, serão 14 vagas nas áreas de Engenharia, Operações, Laboratório, Meio ambiente, Comercial e Eletromecânica da BRK Ambiental. Os estudantes devem estar vinculados aos cursos de Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Elétrica,, Engenharia Química, Engenharia Mecânica, Biologia e Administração.

A BRK acredita que o saneamento básico é capaz de transformar a vida das pessoas e está em busca de estudantes que estejam engajados com esse propósito. O programa é uma oportunidade de apresentar aos futuros profissionais os desafios do setor, estimulando o desenvolvimento técnico e cultural de cada um deles.

O Programa de Estágio permitirá que os estudantes conheçam as melhores soluções de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto, contribuindo diretamente com desenvolvimento sustentável e com a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a BRK Ambiental atua.

As inscrições para o Programa de Estágio 2020 estão disponíveis no site http://brk.across.jobs/ e vão até o dia 31 de outubro. Serão selecionados alunos dos cursos de administração, biologia, ciência da computação, ciências contábeis, ciências econômicas, design industrial, direito, engenharias, estatística, gestão ambiental, matemática, química, sistemas de informação, tecnologia da informação e tecnólogo em saneamento ambiental.

Sobre a BRK Ambiental em Pernambuco

Líder no segmento privado de saneamento do país, a BRK Ambiental trabalha para transformar a realidade do saneamento básico do Brasil, onde ainda hoje 1 em cada 2 pessoas vive sem coleta de esgoto. A BRK beneficia diretamente a vida de 15 milhões de brasileiros, conhece a realidade do país de Norte a Sul, e atua para transformá-la, proporcionando investimentos para ampliação do acesso ao saneamento e garantir serviços de qualidade para seus clientes. Em Pernambuco, a BRK Ambiental está presente na Região Metropolitana do Recife (RMR) desde 2013, numa parceria público-privada com a Compesa. O objetivo do projeto é a universalização dos serviços de esgoto em todas as 15 cidades da RMR.

estágio

Vagas de emprego
Vagas de empregoFoto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil/Agência Bras

A Secretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima sexta-feira, 11 de outubro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.

Confira o quadro de vagas ou veja nas imagens abaixo:

Programas de formação buscam incluir colaboradores de diversos segmentos
Programas de formação buscam incluir colaboradores de diversos segmentosFoto: Lehi Henri/Arte/Folha de Pernambuco

A sociedade é uma aldeia formada por uma coletividade de pessoas que convivem através de uma característica peculiar: a diversidade. Mas quando se trata de mercado de trabalho, essa parece ser uma realidade ainda distante. Indivíduos da comunidade LGBTI+, idosos, negros, pessoas com deficiência e mulheres ainda enfrentam barreiras na empregabilidade. Buscando refletir sobre o assunto, a Folha de Pernambuco conversou com empresas que, ao longo do tempo, perceberam a necessidade de abraçar a diversidade na construção de princípios no universo institucional.



Recorrer à política de cotas é uma alternativa para incluir ou o investimento das empresas nesses grupos se apresenta como o melhor caminho? O número de ações voltadas às minorias, cresceu. A partir de um olhar mais apurado sobre o público consumidor, as organizações começaram a entender que no mercado de trabalho não existe mais espaço para padrões, ao passo em que os grupos historicamente excluídos dos processos de recrutamento conquistaram mais espaço no ambiente corporativo. “A diversidade traz essa conexão de ideias, essa oportunidade de a empresa sempre estar se reinventando no mercado. Ela também traz a representatividade do seu mercado consumidor, porque você consegue ter dentro uma representação daquilo que você tem fora e isso deixa a empresa muito mais potente e com resultados mais positivos”, explicou Fabrícia Faé, gerente de desenvolvimento de talentos e liderança da LHH.

Apesar da importância e crescimento de programas criados com o intuito de tornar o local de trabalho um espaço heterogêneo, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) aponta que cerca de 90% de travestis e transexuais ainda têm a prostituição como único meio de sobrevivência. A situação de pessoas sem emprego formal é similar quando comparado a quantidade de pessoas com algum tipo de deficiência fora do mercado. Ao todo, o Brasil possui cerca de 45 milhões de pessoas com deficiência e dessas, apenas 403.255 estão empregadas, o que corresponde a menos de um 1%. A Lei de Cotas (Lei nº 8213/1991) prevê a obrigatoriedade de empresas com mais de 100 funcionários a reservar e preencher de 2% a 5% das vagas para pessoas com deficiência. No entanto, da mesma forma que as cotas podem servir como política inclusiva, a ação afirmativa pode contribuir para que empresas recaiam sobre a lei, de forma a não criar mecanismos voltados ao desenvolvimento da diversidade nos espaços de trabalho. Por isso, é importante que as duas ações dialoguem entre si.

Para Sérgio Povoa, vice-presidente de Recursos Humanos da OLX, as cotas são imprescindíveis no processo de inclusão. “Quando trata-se de uma empresa, a cota é fundamental. Se a gente olhar a cota como um número a ser atingido, o trabalho de inclusão não está sendo feito, é algo negativo. Mas se a gente olhar a cota como um desafio de se ter pessoas diferentes e alavancar o desempenho, carreira e crescimento dessas pessoas que não tenham possibilidade no mercado, é transformador”, afirmou o gestor.

Para o trabalho de inclusão não ficar somente no papel, a Thoughtworks, empresa de consultoria e desenvolvimento de software na área de TI, deu início a ações de desenvolvimento da diversidade a partir do olhar de mulheres que sentiram a necessidade de discutir a disparidade do público feminino em relação ao masculino em seu segmento. “A gente começou a ver que a área de tecnologia era muito dominada por homens brancos, era muito homogêneo. A medida em que a gente começou a trazer mulheres, elas trouxeram esses questionamentos. Percebemos, então, a necessidade de ter mulheres, pessoas negras, LGBTs na tecnologia”, relatou Renata Gusmão, diretora de Justiça Social e Econômica da empresa.

Renata Gusmão, diretora de Justiça Social e Econômica da Thoughtworks

Renata Gusmão, diretora de Justiça Social e Econômica da Thoughtworks - Crédito: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco



Segundo a líder, em 2017 a empresa realizou a ação Todas na Tecnologia, pensada com o objetivo de expandir, recrutar e formar mulheres para posições e pensamentos de liderança na empresa e na tecnologia. Um ano depois, a instituição criou o Enegrecer a Tecnologia, atividade desencadeada para a maior inserção de pessoas negras na entidade. “A gente fez uma campanha para recrutar pessoas negras, reconhecer e ter essas pessoas em lugares de representatividade dentro da Thoughtworks. Uma das ações foi o recrutamento expresso enegrecer e tivemos um resultado de 80% de contratações”, destacou.

Enquanto isso, também através da imersão de mulheres, outros programas encontram alternativas para diminuir a desigualdade de gênero no meio empresarial. O Minas, programa de equidade de gênero do Porto Digital, é um exemplo disso. Além de promover a qualificação, o programa conta com ações focadas em sensibilizar, atrair e fomentar projetos criados por mulheres. Além desse programa, o Porto Digital também conta com o Porto+, iniciativa idealizada para promover o empoderamento e inclusão de pessoas LGBTI+ no ecossistema de inovação e no mercado de trabalho.

“Para a gente conseguir promover esse protagonismo dentro das empresas, nossa porta de entrada são os departamentos de cultura e os de RH. A gente começou uma conversa com algumas empresas para tentar mudar a cultura empresarial delas. Ainda falta uma atenção das pessoas que não são parte da comunidade para a nossa comunidade, principalmente sobre a população trans. O debate é super importante. Que a gente da comunidade promova ele, mas que pessoas que não são estejam interessadas e dispostas a mudar”, concluiu Igor Caetano, coordenador do Porto+. Todos os integrantes do programa são pessoas LGBTI+. 


Todos os integrantes do programa são pessoas LGBTI+

Todos os integrantes do programa são pessoas LGBTI+ - Crédito: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

Imip
ImipFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), anunciou edital de seleção simplificada para nível médio e superior. As inscrições serão realizadas, através do endereço eletrônico [email protected], no período de 14 a 18 de outubro de 2019, até às 17:00 horas, horário de Brasília. As vagas são para assistente administrativo I, com salário de R$ 2.545,20, e assistente administrativo II, com remuneração de R$ 3.817,79. Ambos os cargos têm com carga horária de 44 horas.

Confira o edital.





Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A Secretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima sexta-feira, 11 de outubro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.

Confira o quadro de vagas ou veja nas imagens abaixo:


Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper)
Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper)Foto: Divulgação

Com objetivo de ampliar as atividades produtivas em Pernambuco, a AD Diper resolveu retificar o edital do segundo chamamento público para os Arranjos Produtivos Locais. Por conta disso, o cronograma estabelecido das etapas também teve que ser modificado. Para conferir o edital, já com as novas informações, basta acessar o site www.addiper.pe.gov.br.

Com as mudanças, foi feita a substituição do termo “carcinocultura” por “aquicultura”, por ser mais abrangente e adequado. Na parte dos critérios de seleção, houve a necessidade de detalhar melhor a utilização dos bônus à pontuação final. Além disso, dentro dos itens não-financiáveis foi acrescido o subitem “Consultorias teóricas ou de prospecção, diagnósticos, estudos técnicos e projetos de pesquisa”, para não deixar dúvidas que apenas consultorias práticas serão aceitas.

O gerente de Arranjos Produtivos Locais da AD Diper, Álvaro França, enfatiza a
medida: “A retificação no edital virá a ampliar as cadeias a serem contempladas e também a tornar mais claro os indicadores descritos”.

A presente Chamada Pública obedecerá ao seguinte cronograma:


#
Bolsa de valoresFoto: Agência Brasil/Arquivo

O que fazer com o dinheiro aplicado na poupança ou num fundo de renda fixa, cujos rendimentos, muitas vezes são engolidos pela inflação? Quem opta por uma previdência privada também não escapa das taxas de administração. Quem compra um imóvel não está livre de um mau inquilino, de problemas na estrutura, de gastos com manutenção. Mas então, o que fazer com as economias que às vezes são frutos do esforço de uma vida inteira de trabalho? Como fazer o dinheiro render?

A luz no caminho pode estar em um curso que será promovido no próximo dia 26 de outubro, no Realiza _Coworking_, no Caruaru Shopping. Promovido pela Sir Investimentos, escritório credenciado da XP, a maior assessoria financeira do Brasil. O curso tem como público-alvo diversos perfis de investidores interessados em informações sobre o mercado de investimentos.

Na pauta, assuntos como planejamento financeiro, simulações de taxas, tempo e aplicação, rentabilidade e gerenciamento de riscos, além de dicas para compra de ações estão entre os assuntos a serem abordados.

"Traremos informações básicas importantes para as pessoas interessadas em entender um pouco mais a dinâmica do mercado, com o objetivo de ter maior rentabilidade em seus investimentos. Serão mais denove horas de imersão neste universo, com direito a aula prática, para que as pessoas possam ampliar os horizontes e enxergar novas possibilidades para fazer suas aplicações. Também falaremos um pouco sobre o nosso papel, enquanto assessoria especializada e a importância de ter um suporte na hora de fazer as escolhas. É um curso que todo mundo pode fazer, inclusive, quem ainda não começou a investir", disse Abel Malta, assessor da Sir.

Os participantes receberão apostila e certificado. As inscrições custam 490 reais, podendo ser divido em até 6x sem juros e com desconto de 5% para pagamentos à vista, e devem ser feitas pelo link: https://conteudo.portalsir.com.br/mercado-financeiro-caruaru. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 99672.0286.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Antes localizada no bairro Matriz, a Agência do Trabalho do município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, estará a partir de segunda-feira (14), no horário das 8h às 17h, em seu novo endereço, localizado na Av Henrique de Holanda, 3000, Loja 1065, Bairro Redenção.

A mudança veio para facilitar a vida do cidadão. Trazendo mais comodidade ao trabalhador de Vitória de Santo Antão e cidades circunvizinhas, o novo endereço da Agência do Trabalho agora é no Vitória Park Shopping, dentro do Expresso Cidadão. A localização facilita o acesso da população também a outros serviços do Estado que são oferecidos no Expresso, como a emissão da carteira de identidade e da carteira de habilitação. Além disso, o local contará com uma estrutura e mobília totalmente nova, proporcionadas pelo Governo do Estado para trazer mais comodidade para os seus funcionários e as pessoas que irão à Agência.

A novidade é que, a partir do dia 14 de outubro, também será emitida no local a Carteira do Trabalho e Previdência Social (CTPS), documento obrigatório para o acesso do cidadão ao mercado de trabalho. Com isso, a Agência que desde janeiro deste ano atendeu a 6.843 pessoas, sendo 725 só no mês de setembro, aumente o número geral de atendimentos em cerca de 30% até o fim do ano.

Segundo o secretário executivo do Trabalho, Emprego e Qualificação, Álvaro Jordão, os serviços oferecidos pela Agência do Trabalho, quando juntos aos do Expresso Cidadão, facilitam para quem precisa emitir os documentos e ter acesso a todos os serviços do Estado de uma só vez
“A Agência do trabalho é o local onde o trabalhador tem acesso aos serviços de intermediação de mão-de-obra, o primeiro contato com o mercado de trabalho, os seus registros de dados, a alteração do perfil profissional, entre outros. Tudo isso é feito na Agência do Trabalho e, quando junta ao que o Expresso oferece, o trabalhador terá mais conforto e acesso a todos os seus dados e direitos em um só local”.

A Agência do Trabalho de Vitória de Santo Antão oferece os serviços de intermediação de emprego, seguro-desemprego, qualificação profissional, expedição de documentos e a emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). O Expresso Cidadão conta com os serviços da Secretaria de Defesa Social (SDS), Compesa, Receita Federal, Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), Central de Atendimento ao Servidor – CAS, Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco – FUNAPE e agora da Agência do Trabalho.
...

Vagas de emprego
Vagas de empregoFoto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil/Agência Bras

A Secretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima quinta-feira, 10 de outubro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.

Confira o quadro de vagas ou veja nas imagens abaixo:


comece o dia bem informado: