Presidente da ACONEXA, professor Renato Saraiva
Presidente da ACONEXA, professor Renato SaraivaFoto: Divulgação

Começaram a vigorar, no último sábado (1º), as normas do decreto presidencial n° 9.739, de 28 de março de 2019. A medida alterou as regras para solicitações e autorizações de concursos públicos federais. De acordo com o que foi editado pelo governo, o objetivo é ter um maior rigor na autorização de concurso público e na autorização de nomeação de aprovados. Além disso, o decreto diminui os gastos com pessoal considerados "desnecessários e substituíveis".

Caberá ao Ministério da Economia analisar e autorizar todos os pedidos de concursos públicos na administração federal direta, nas autarquias e nas fundações. As informações são da Agência Brasil. Agora, o Ministério da Economia levará em conta 14 critérios para autorizar a realização de concursos. Um deles é a evolução do quadro de pessoal nos últimos cinco anos pelo órgão solicitante, com um documento que deve listar movimentações, ingressos, desligamentos, aposentadorias consumadas e estimativa de aposentadorias para os próximos cinco anos.

O ministério também avaliará o percentual de serviços públicos digitais ofertados pelo órgão. O governo quer que os órgãos invistam em soluções tecnológicas para simplificar o acesso aos serviços públicos, de forma a atender melhor à população e reduzir a necessidade de pessoal.

Todos os anos, os órgãos federais encaminham os pedidos para a realização de concursos até 31 de maio. Após esse prazo, a SGP (Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal) examina todas as demandas, de acordo com as prioridades e necessidades do governo. O resultado desse processo é levado em conta na elaboração do Orçamento do ano seguinte, que é enviado ao Congresso no fim de agosto.

Somente após a análise, o Ministério da Economia autoriza o concurso, por meio de portarias no Diário Oficial da União. Cada órgão ou entidade federal estará liberado para organizar o concurso conforme o número de vagas liberadas.

O Artigo 169 da Constituição condiciona a admissão ou a contratação de pessoal à autorização específica da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que define metas e prioridades para o Orçamento. Discutido pelo Congresso ao longo dos últimos quatro meses do ano, o Orçamento Geral da União reserva os recursos para as contratações.

Análise do Decreto

“Estamos atentos às mudanças implementadas pelo Decreto 9.739. Concordamos com pontos importantes como, por exemplo, as garantias de nomeação de aprovados. Entretanto, é urgente que o Congresso aprove o Estatuto o Concurso Público, que tramita na casa através do PL 252/2003. O Estatuto sim é quem vai garantir mais idoneidade e direitos dos concurseiros no Brasil. Estamos atentos”, ressalta o presidente da Associação de Apoio aos Concursos Públicos e Exames, ACONEXA, professor Renato Saraiva.

Entenda algumas mudanças

Os órgãos federais que quiserem abrir um concurso deverão justificar ao Ministério da Economia a necessidade de abertura de novas seleções mediante a aprovação em 14 critérios. As novas regras não são válidas para o poder Legislativo e Judiciário, para a Procuradoria e Diplomacia e para Polícia Federal.

A medida também estabelece que os concursos não terão prazo de validade maior que dois anos, salvo exceção em edital, não sendo permitida a prorrogação. Os editais dos concursos precisarão ser publicados integralmente no Diário Oficial com antecedência mínima de quatro meses e conter o número de vagas necessário.

O cadastro de reserva deverá ser limitado a 25% do total de vagas original. Antes era permitido 50%. Também estará mais claro o perfil dos candidatos necessário para as atividades.

Universidade federal do Ceará divulga edital de concurso
Universidade federal do Ceará divulga edital de concursoFoto: Site da UFC

O Diário Oficial da União publicou, nesta quinta-feira (30), o edital do concurso da Universidade Federal do ceará (UFC). O certame é para 19 vagas em cargos dos níveis médio/técnico e superior. O salário pode chegar a R$4,6 mil, dependendo do cargo. Há vagas para carreiras de nível médio com exigência de curso técnico. As inscrições vão de 10 a 14 de julho, pela internet. Os candidatos deverão acessar o site da CCV - Coordenadoria de Concursos para preencher o formulário. O valor da taxa será de R$90 para nível médio/técnico e R$120 para superior, podendo ser pago até 15 de julho, por meio de boleto bancário. Confira o edital.

Para pedidos de isenção do valor, os candidatos devem atender a todos os requisitos do edital. Os pedidos serão aceitos de 30 de junho a 2 de julho, com comprovação.
São 12 vagas para os cargos de técnico em enfermagem, técnico de laboratório/eletrotécnica, técnico de laboratório/laminação e corte de rocha, técnico em radiologia, técnico de laboratório/ensaios mecânicos, técnico de laboratório/física, técnico de laboratório/gestão da produção, técnico de laboratório/microscopia eletrônica, técnico de laboratório/refrigeração e climatização e técnico de laboratório/química;

Para esses cargos, é preciso ter o nível médio/técnico ou curso de nível médio acrescido do curso técnico na área, que exige 40 horas semanais e remunera o servidor em R$2.904,96.

Nível Superior

No nível superior, são sete vagas disponíveis: auditor, bibliotecário-documentarista, engenheiro mecânico e médico otorrinolaringologista. O salário é de $4.638,66, com carga horária de 40 horas semanais. É necessário curso superior mais registro no conselho competente.

Também serão oferecidas vagas em ampla concorrência e para candidatos negros. A lotação será nos campi de Fortaleza, Sobral e Campus de Russas.

A jornalista Marília Neves resolveu dedicar a vida a ajudar crianças e famílias na África.
A jornalista Marília Neves resolveu dedicar a vida a ajudar crianças e famílias na África.Foto: Divulgação

A dedicação integral ou de parte do tempo disponível para atuar em ações voluntárias faz parte do cotidiano de muitos brasileiros, dentro e fora do país. Para quem é voluntário, há um consenso: ajudar pessoas pode trazer ganho de experiência profissional e enorme realização pessoal.

Segundo dados do IBGE, no Brasil são 7,4 milhões de pessoas que atuam de forma voluntária em projetos e ações sociais. Em 2017, Pernambuco tinha 149 mil pessoas maiores de 14 anos praticando algum tipo de voluntariado. Com cerca de 8% da população envolvida em serviço voluntário, Recife tem quase o dobro do percentual médio dos voluntários do país, que chega a 4,4%.

O Projeto Lugar da Criança é uma dessas iniciativas que fazem a capital pernambucana ser protagonista em matéria de voluntariado. Localizada no bairro de São José, a instituição atende crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, das comunidades do Coque, Papelão e Cabanga. O acolhimento acontece no contra turno escolar e inclui duas refeições e atividades como canto coral, música (violão e flauta), aulas de esportes, teatro, balé, dança, artes e inglês. Organização Evangélica sem fins lucrativos, a instituição acolhe diariamente 80 crianças no período da manhã e 30 no período de tarde, com recursos do Ministério Voluntário de Cristo Internacional.

"Eu queria sair da teoria para a prática. A gente falava dos problemas sociais, mas eu queria não somente falar, eu queria fazer alguma coisa em prol das pessoas carentes e esse comunidade tinha muito o que fazer em termos de alcançar crianças que estavam em situação de risco. Fico às vezes surpreso de encontrar pessoas que passaram por aqui em lojas, trabalhando, dirigindo seu carro próprio e eu nem acreditava que isso pudesse acontecer tão rápido. Existe mudança sim", relata o missionário Lecio Wanderley, diretor e idealizador do espaço.

Militza Greenhalgh, coordenadora do Projeto Lugas da Criança

Militza Greenhalgh, coordenadora do Projeto Lugas da Criança - Crédito: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco



Militza Greenhalgh largou o curso de Arquitetura ao descobrir e se encantar com o projeto. Hoje, coordenar a instituição é sua única atividade. "O voluntariado é uma lição de vida. É difícil da gente não se envolver com o problema dos outros. Fico feliz que o voluntariado tenha crescido bastante no Brasil porque a gente precisa se colocar no lugar do outro pra poder ajudar. Hoje virou minha profissão trabalhar aqui no projeto, mas o que tocou primeiro meu coração foi ver criaças em situação de risco e vulnerabilidade e sentir a necessidade de trazer afeto e carinho para elas. isso me contaminou de tal forma que eu já estou aqui há onze anos", diz a coordenadora, que além de se encontrar profissionalmente foi nesse projeto que conheceu seu atual marido, o professor de música e voluntário Flávio Ferreira.

Quem se interessar em contribuir com essa e outras instituições recifenses, pode se cadastrar na plataforma Trasnforma Recife, indicando profissão, dia e horário disponíveis.

Sem fronteiras

Algumas pessoas levam a missão de ajudar o próximo além dos limites do seu próprio país. É o caso da jornalista Marília Neves, 33 anos. Depois de participar do movimento estudantil na Universidade, ela se interessou e se especializou na área de Direitos Humanos. Durante a especialização, se inscreveu no projeto Fighting with the pour (Lutando lado a lado com os pobres), da organização Humana People to People, que nos Estados Unidos atua na organização One World Center, localizada em Dowagiac, Michigan.

Para conseguir os recursos pra viagem, Marília começou a fazer freelancers por cerca de seis meses. Em janeiro de 2017 viajou para participar do programa, que consistiu em uma formação de seis meses como instrutora de desenvolvimento (development instructor), quando teve aulas sobre sociologia, uso ferramentas de construção, entre outras disciplinas. Nesse interím, passou por diversas cidades dos EUA para arrecadar fundos para a própria viagem à África. Foi nessa ONG que ela conheceu o marido, Westin Sherwood , de 26 anos, que também atua como voluntário na África, com quem teve uma filha.

Após a formação na ONG, ela foi, finalmente, trabalhar na cidade africana de Dowa, capital do Malawe. Sua atuação foi bastante focada na pré-escola, pois o governo local não paga essa etapa educacional para a população e as familias têm dificuldade pois precisa trabalhar na roça e não têm onde deixar seus filhos, além de haver essa car~encia de formação para a primeira idade. A região tem tem muitas car~encias, entre elas o simples acesso a comida.

Com a ajuda de recursos obtidos com vaquinhas de internet, ela conseguiu comprar os materiais e construir uma escola inteira e um parquinho para as crianças feito de pneus. Lá ensinou inglês, recreação, e até formou um grupo de mulheres na igreja católica local. Ao final do processo, ela organizou uma formatura com direito a certificado, música e lanche. "Foi muito bonito ver a alegria deles e saber que a gente proporcionou isso com a ajuda dos nosso doadores", comemora.

"Você dá valor a sua vida depois que você vê aquilo, sabe? Porque eles não têm nada e são esquecidos pela humanidade, principalmente nos campos de refugiados. Eles sofrem muito preconceito", relata Marília. "Qualquer voluntariado é bom. Se você vai se voluntariar no seu prédio pra ajudar o seu vizinho, ou ajudar um idoso, qualquer trabalho voluntário é válido. Meu conselho é que as pessoas não se intimidem achando que o trabalho voluntário não é importante, mas ele é. Porque isso vai mudar a vida de alguém", aconselha.




Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação divulgou o quadro de vagas de emprego nas Agências do Trabalho de todo o Estado, nesta sexta-feira (31). Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065

vagas1
vagas2
vagas3

Médico
MédicoFoto: reprodução/Facebook


Em virtude da carência no Programa Mais Médicos que atinge diversos municípios brasileiros, a Prefeitura de Igarassu convoca profissionais a se inscreverem no novo edital do Ministério da Saúde (SGTES/MS nº. 10 de 10 de maio de 2019 - PMM) , com o objetivo de suprir a carência de médicos no município. A data para início, em suas respectivas unidades, é entre 24 a 28 de junho de 2019.

Nota da Prefeitura de Igarassu:

"A Prefeitura municipal de Igarassu informa, através da Secretaria de Saúde, que em virtude das dificuldades vivenciadas com o Programa Mais Médicos do Governo Federal, todos os municípios brasileiros estão enfrentando a falta de médicos consequentemente, atingindo algumas de nossas unidades básicas de saúde, salientamos que é uma situação que atinge todo o país e não é uma exclusividade da nossa Igarassu.

Contudo, desde que essa situação foi agravada em novembro de 2018, não medimos esforços para a contratação de novos profissionais , publicamos a necessidade em redes sociais e jornais, fizemos gestões junto ao Ministério da Saúde. Neste mês de maio foi publicado o novo edital (SGTES/MS nº. 10 de 10 de maio de 2019 - PMM) para o preenchimento das vagas, com data para início do profissionais médicos, em suas respectivas unidades, entre 24 a 28 de junho de 2019".

Confira o edital do Ministério da Saúde:

http://maismedicos.gov.br/images/PDF/EDITAL-SGTES-MS-n-11-2019-18-CICLO-ADESAO-DE-MEDICOS.pdf

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq) divulgou o quadro de vagas de emprego das Agências do Trabalho para esta quinta-feira (29). Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065

vagas1
vagas2
vagas3



Para outras informações, entre em contato conosco.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq) divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para esta quinta-feira (29). Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.  Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065

vagas1
vagas2
vagas3

Secretaria Estadual de Saúde
Secretaria Estadual de SaúdeFoto: Divulgação

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) prorrogou o prazo de inscrições para a seleção pública simplificada para o cargo comissionado de gerente para as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres). Os candidatos interessados, agora, têm até a próxima sexta-feira (31/05) para realizar a inscrição de forma presencial, na sede da SES, no Bongi, nas sedes das Geres ou pelo e-mail selecaogerentedegere[email protected] Os profissionais serão selecionados para atuação durante o período de dois anos.

O processo seletivo contará com duas etapas. A primeira será por meio de análise curricular e do plano de gestão. O resultado preliminar sairá em 07.06. Os recursos poderão ser impetrados nos dias 10.06, 11.06 e 12.06. O resultado dos recursos e do chamamento para a segunda etapa, por meio de entrevista, sairá em 14.06. As entrevistas serão entre 17.06 e 21.06 - nessa etapa, serão chamados os três primeiros lugares para cada Geres. O resultado final sairá em 28.06.

As Geres são unidades administrativas da Secretaria Estadual de Saúde e foram criadas para atender as especificidades de cada região do Estado. O gerente atua planejando, organizando e coordenando as ações de saúde no âmbito regional, apoiando os municípios da sua área para que haja o fortalecimento das políticas públicas no Estado.

As sedes das Geres são nos municípios de Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Goiana. Cada uma das 12 Gerências fica responsável por um determinado número de municípios pernambucano, totalizando todos os 184, mais Fernando de Noronha.

Vagas são para pessoas com deficiência
Vagas são para pessoas com deficiênciaFoto: Divulgação

A TIM está com diversas oportunidades abertas para profissionais com deficiência. As vagas são para Consultor de Vendas e de Relacionamento, em lojas próprias da operadora espalhadas por todo o país, e nas unidades de call center próprias, localizados no Rio de Janeiro e em Santo André (SP).

Os candidatos devem ser maiores de 18 anos e a escolaridade mínima exigida para concorrer aos cargos é ensino médio completo. São necessários ainda conhecimento intermediário do pacote Office, interesse por tecnologia e disponibilidade para trabalhar em escala, incluindo sábados e domingos. Experiência em vendas ou atendimento ao público é considerada um diferencial.

A TIM oferece remuneração variável compatível com o mercado, vale-refeição e/ou alimentação, assistência médica e odontológica, seguro de vida, previdência privada, participação nos resultados, celular corporativo, folga no dia do aniversário, desconto em academias, auxilio creche, entre outros benefícios.

A operadora trabalha com foco na inclusão e tem como valor importante a diversidade no quadro de colaboradores. Os interessados devem acessar o site www.vagas.com.br/TIM e se inscrever na vaga de interesse.

Sobre a TIM

A TIM segue com sua missão de conectar e cuidar de cada um e para que todos possam fazer mais. Para isso, atua focada nos pilares estratégicos de oferta, infraestrutura, eficiência e experiência do cliente, com base em uma cultura interna de accountability e na mudança de processos e plataformas que permitam a transformação digital. A assinatura da marca – “A evolução não para” – reforça o compromisso da companhia com seu Plano de Investimentos.

A empresa é, desde 2015, líder em cobertura 4G no País e referência como player de ultra banda larga móvel e fixa. É a única empresa do setor de telecomunicações a integrar o Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de ser a operadora há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações, acesse www.tim.com.br.

Curso de ‘Fabricação de Pães Artesanais’ oferece 40 horas de aulas práticas e teóricas, com certificado.
Curso de ‘Fabricação de Pães Artesanais’ oferece 40 horas de aulas práticas e teóricas, com certificado.Foto: Ed Machado / Folha de Pernambuco

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Petrolina inicia na próxima segunda-feira (10) o curso de ‘Fabricação de Pães Artesanais’. Ao todo, são 40 horas de aulas práticas e teóricas, com certificado. As atividades são direcionadas a quem deseja aprender um novo negócio ou ter uma renda extra. Segundo a instituição, as matrículas ainda estão abertas, mas as vagas são limitadas.

Para se inscrever, os candidatos devem ir até a sede do SENAI, que fica na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, 267, no bairro Vila Eduardo, a partir das 8h. Ao final do curso, é esperado que o aluno desenvolva competências na fabricação de diversos tipos de pães, trabalhando em lanchonetes, delicatesse, dentre outros estabelecimentos alimentícios.

Na capacitação serão ensinadas funções dos ingredientes básicos e enriquecedores, características de fermentos biológicos, ferramentas e equipamentos de trabalho, emprego dos principais métodos de fermentação natural em produtos da área de panificação e como identificar a quantidade correta dos ingredientes a serem usados na formulação dos alimentos. Os alunos também serão orientados sobre higienização, segurança do trabalho, saúde e qualidade.

De acordo com o gestor do Sistema FIEPE e diretor do SENAI, Flávio Guimarães, os equipamentos industriais necessários para o curso estarão disponíveis aos participantes, e enfatiza ainda que a qualificação segue padrões estabelecidos nas normas técnicas vigentes.

Mais informações podem ser obtidas no prédio da entidade ou pelo telefone (87) 3202-1390.

senai

comece o dia bem informado: