Marketing digital Marcelo Antonioli será um dos palestrantes
Marketing digital Marcelo Antonioli será um dos palestrantesFoto: Divulgação

Vender um produto ou serviço no meio digital é mais do que tendência, é um caminho sem volta. Para ensinar empreendedores a comercializar mais e melhor as suas expertises nesse universo, o especialista em marketing digital Marcelo Antonioli e o especialista em inbound marketing Igor Moraes comandam no próximo sábado, dia 13, no Impact HUB Recife, a “Imersão Digital Recife 2019”.

Durante 10h os participantes aprenderão a usar as redes sociais à favor do negócio, gerar mais resultados com menor investimento, saber o que os concorrentes estão fazendo e como superá-los e, inclusive, aparecer para os clientes através do mecanismo de busca. Além disso, a Master Coach Gedai Silton, o criador do Movimento Happy Day Marcos Strider e as influenciadoras digitais Alcione Alves, a rainha das narrações mais conhecida como “Teile e Zaga” e a inspiradora Carol Pessoa de Mello, participarão de um painel compartilhando suas experiências e mudanças tanto profissionais quanto pessoais ocorridas devido à popularidade na internet.

"As pessoas estão o tempo inteiro no celular, acessando as redes sociais. Todo empreendedor é um vendedor que precisa alcançar o cliente onde ele está e as estratégias que trabalhamos podem ser usadas em qualquer ferramenta porque o Instagram é a onda do momento mas não será para sempre”, pontua Marcelo, um dos facilitadores.

O encontro é ideal, inclusive, para quem deseja tirar os planos do papel e apostar no empreendedorismo. Ainda há vagas disponíveis e os interessados podem efetivar a participação através do link https://www.sympla.com.br/imersao-digital-recife__523473.

Sesi- PE abrirá cursos de Educação a distância
Sesi- PE abrirá cursos de Educação a distânciaFoto: Divulgação/MCTIC/Agência Brasil

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi-PE) está oferecendo nove cursos gratuitos na modalidade de Educação a Distância (EAD) para quem deseja se aperfeiçoar, adquirir novos conhecimentos e desenvolver as competências exigidas pelo mercado de trabalho. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de julho, no site da instituição (www.pe.sesi.org.br), e todos os módulos dos cursos são online, possibilitando ao aluno escolher o melhor local e horário para realizá-los.

Neste mês de julho, os trabalhadores da indústria e o público geral poderão atualizar os conhecimentos profissionais nos cursos de Introdução à Comunicação Empresarial, Empresário do Terceiro Milênio, Inclusão Social e Diversidade, Novo Acordo Ortográfico, Relação de Gênero na Indústria, Diversidade, Segurança e Saúde do Trabalho; Entendendo a CIPA, Espaços Confinados e Entendendo a Insalubridade. As cargas horárias variam de 3 a 28 horas.

Cumprindo a carga horária total do curso, o estudante realiza uma avaliação onde precisa alcançar 70 pontos para recebimento do Certificação de Conclusão. Todos os cursos são autoinstrucionais, logo, não carecem de acompanhamento de um tutor online. Para realizar a inscrição, é necessário que o interessado possua e-mail e noções básicas de informática. Outras informações pelo telefone (81) 3412.8357 ou pelo e-mail [email protected]

Saúde pública
Saúde públicaFoto: Pixnio

Começa hoje o prazo para médicos brasileiros formados em instituições estrangeiras se inscreverem para uma das 600 vagas do Programa Mais Médicos. O prazo para inscrição a uma das vagas remanescentes do edital nº 11/2019, que abriu oportunidade para atender aos municípios com altos índices de vulnerabilidade, segue até a próxima quarta-feira (10). Os médicos que aderirem ao programa devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios entre 16 de agosto e 25 de setembro.

Leia o conteúdo na íntegra em www.saude.gov.br

[1250] Carteira de Trabalho
[1250] Carteira de TrabalhoFoto: Marcelo Casal J.r/Ag. Brasil /arquivo

A Secretaria do Trabalho Emprego e Qualificação (Seteq), divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho nesta terça-feira (09). Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065

vagas1
vagas2

Petrobras
PetrobrasFoto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras lançou, em parceria com o Sebrae, uma chamada de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) voltada para startups e pequenas empresas inovadoras. O edital prevê o financiamento de até 10 projetos, em seis diferentes áreas, com valores que vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, totalizando R$ 10 milhões nessa etapa.

A iniciativa faz parte do programa Petrobras Conexões para Inovação e foi criado para estimular o desenvolvimento de soluções tecnológicas que atendam às necessidades de negócio de petróleo, gás e energia.

“Essa é apenas a primeira iniciativa que visa aproximar a Petrobras das startups. Por meio dela, investiremos até R$ 60 milhões nos próximos cinco anos em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação”, explica Orlando Ribeiro, gerente executivo do Cenpes, Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras.

Fomento à inovação

As empresas contempladas terão acesso a fontes de recursos financeiros, base de clientes, investidores e rede de mentores, além de tempo para amadurecer e validar soluções propostas e ampliar sua visibilidade de mercado. “A ideia é criar um ambiente favorável à inovação, aproximando empresas, instituições de ciência e tecnologia e investidores”, explica o engenheiro da Petrobras e líder do projeto, Ricardo Ramos.

“Queremos encontrar pequenas empresas e startups que atuem na área de tecnologia para superarmos juntos o período crítico que vai da concepção de uma tecnologia ou solução inovadora até sua viabilidade comercial”. Estudos apontam que muitos projetos e empresas fracassam nessa fase.

A parceria com o Sebrae, nesse sentido, é estratégica. Além da estar presente em praticamente todo país, a instituição é especializada e reconhecida na capacitação de micro e pequenas empresas para sua inserção competitiva no mercado. “As empresas aprovadas no Programa contarão com o Sebrae durante toda a execução dos projetos de P,D&I. Os empresários terão acesso a consultorias especializadas para melhoria de processos gerenciais e tecnológicos, além do apoio intensivo no monitoramento físico-financeiro dos projetos. Este apoio será fundamental para promover a melhoria do nível de competitividade do negócio durante a execução do projeto e para que tudo ocorra em consonância com as regras impostas pelo Regulamento da ANP , explica o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Quem pode participar?

Qualquer micro ou pequena empresa inovadora, com ou sem parceria de instituições científicas e tecnológicas, pode apresentar projetos nas áreas de tecnologias digitais, captura e utilização de carbono, novas energias, nanotecnologia, corrosão e catalisadores. “São áreas importantes não apenas para a estratégia tecnológica da nossa empresa, mas para todo setor de óleo e gás”, explica Ramos.

As empresas selecionadas terão até dois anos para desenvolver seus projetos. Na seleção, serão avaliados o impacto da solução proposta para o negócio da Petrobras, a consistência e a viabilidade do projeto, incluindo facilidade de implantação da solução proposta, a capacidade técnica da equipe, o grau de inovação, o nível de maturidade tecnológica e o potencial de ganho de escala.

As inscrições abrem em 1º de agosto e podem ser feitas até o dia 05 de setembro, no site http://www.sebrae.com.br/editalpetrobrassebrae/2019

Censo do IBGE
Censo do IBGEFoto: Divulgação

São 400 vagas temporárias para trabalhar no Censo Demográfico, em 20 áreas de conhecimento de nível superior. As inscrições estarão abertas de 8 a 23 de julho e as provas estão previstas para 1º de setembro.

Os contratados terão direito aos auxílios Alimentação, Transporte e Pré-escolar, assim como a férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação. A remuneração mensal prevista é de R$ 4.200,00.

O período máximo da contratação é de 12 (doze) meses. Os contratos terão vigência de 30 (trinta) dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. São oferecidas 400 vagas temporárias, em 20 áreas de conhecimento de nível superior. Há vagas para todas as 27 unidades da federação, mas a maior parte delas é para o Rio de Janeiro, onde está a sede do IBGE. O quadro completo das vagas, por UFs e áreas de conhecimento, está no link à direita. As pessoas com deficiência terão direito ao mínimo 5% das vagas, de acordo com a legislação em vigor e as normas do edital. Veja na tabela abaixo a relação das áreas de conhecimento e as respectivas vagas:


ibge1

Os principais requisitos a serem atendidos pelos candidatos são: a) ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, nesse caso, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses; b) estar em dia com as obrigações eleitorais; c) estar em pleno gozo de seus direitos políticos; d) estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato brasileiro do sexo masculino; e) ter idade mínima de dezoito anos completos, na data de contratação; f) não ser servidor da Administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como empregado ou servidor de suas subsidiárias e controladas, ainda que aposentado; g) não ter sido contratado pelo IBGE nos últimos 24 (vinte e quatro) meses para serviço temporário; h) possuir aptidão física e mental para o exercício das suas atribuições; i) não ser sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas. Os requisitos e a documentação necessária estão estabelecidos no edital, que deve ser lido atentamente pelos candidatos.

As inscrições poderão ser feitas pela internet, no site www.institutoaocp.org.br. Para evitar contratempos, os candidatos devem ler e seguir atentamente as determinações do edital. A taxa é de R$ 64,00 e as inscrições somente serão validadas após a confirmação do respectivo pagamento. As pessoas pretas ou pardas terão direito a 20% das vagas, de acordo com a legislação em vigor

As provas estão previstas para 1º de setembro de 2019. O cronograma completo está no edital e deve ser lido atentamente pelos candidatos. Serão 60 questões objetivas em três disciplinas: língua portuguesa, conhecimentos específicos e raciocínio lógico, com exceção das áreas de conhecimento de Métodos Quantitativos e Letras, que terão duas disciplinas cada (língua portuguesa e conhecimentos específicos e raciocínio lógico e conhecimentos específicos, respectivamente) conforme descrito no edital. Veja o cronograma das principais etapas do processo seletivo na tabela a seguir:




ibge2

Transição de carreira
Transição de carreiraFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A crise econômica tem gerado um ambiente de insegurança no mercado de trabalho brasileiro. O Brasil tinha 13,1 milhões de desempregados em fevereiro de 2019, segundo o IBGE. E mesmo entre os empregados, quase 7 milhões de pessoas gostariam de trabalhar mais horas no final de 2018, ou se­ja, 7% dos ocupados do país que tive­ram jornadas reduzidas em suas em­presas. Na última divulgação, re­­ferente ao primeiro trimestre de 2019, o número de subocupados cresceu 66% desde 2015 e chegou a 6,8 milhões no primeiro trimestre de 2019 (dados do Dieese). Nesse cenário adverso, cresce o número de pessoas que decidiram mudar de carreira, seja pela questão financeira ou por falta de orientação vocacional na hora de escolher a profissão. A Folha de Pernambuco buscou orientações para uma transição profissional mais segura e planejada.


“As pessoas precisam subsistir, ganhar dinheiro e pagar suas contas e o mercado está cada vez mais difícil. Dessa forma, a mudança de carreira muitas vezes é forçada. Isso é uma realidade no atual cenário brasileiro”, avalia o administrador e coach de carreira Rodolfo Cunha. No entanto, ele alerta que uma mudan­ça de carreira, sobretudo em um am­biente econômico desfavorável, pede cautela. Ao invés de abandonar o atual emprego de forma repen­tina, é mais indicado fazer uma transição financeiramente viável. “Antes de destruir a ponte que a pessoa já tem, ela precisa construir a nova. Se for possível, ao mudar de carreira, vá testando aos poucos se essa escolha vai ser a melhor para o momento”, aconselha Rodolfo. Segundo o especialista, o ideal é validar a escolha de forma paulatina e estruturada. 


O administrador e coach de Carreiras Rodolfo Cunha sugere planejamenteo na transição de carreira

O administrador e coach de Carreiras Rodolfo Cunha sugere planejamenteo na transição de carreira - Crédito: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco



“Planejamento não faz mal a ninguém e a pessoa tem que explorar, perguntando a outras pessoas que já fizeram isso para solidificar mais a escolha feita”, sugere Rodolfo.

E foi justamente isso que fez Rayssa Pinto, 41, para decidir abandonar a carreira de dentista e mudar completamente de rumo profissional, há 18 anos. Ela se formou em odontologia em janeiro de 2001, na UFPE, mas só exerceu poucos meses a profissão, numa clínica popular. “Eu não estava muito satisfeita lá e aí comecei a pensar em alguma outra coisa. Um dia encontrei uma amiga que não via há muito tempo, que também era da área de saúde e tinha passado no concurso do Tribunal de Justiça. Aí, conversando com ela, me deu aquela luz e fiquei martelando na minha cabeça para querer saber mais. Então comecei a estudar com ela e ver um caminho que podia ser legal para mim também”, relata.

“Comecei de uma forma não mui­to gradual, o que não aconselho muito às pessoas. Eu deixei minha profissão repentinamente. Em quatro ou cinco meses eu já tinha parado praticamente de clinicar e já estava focada apenas em concurso”, diz Rayssa, que desde 2006 é auditora do Tesouro na Prefeitura do Recife. “Acho que é importan­­te se informar da outra carreira que você quer seguir, seja empre­ender um novo negócio ou estu­dar para concurso. E também se preparar para fazer a transição de forma gradual, porque mudar é algo que gera muita cobrança”, su­gere Rayssa.


Hoje auditora do tesouro na PCR, Rayssa Pinto deixou de lado a odontologia para estudar para concurso

Hoje auditora do tesouro na PCR, Rayssa Pinto deixou de lado a odontologia para estudar para concurso - Crédito: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco



Transição planejada

“Procure nas redes sociais, em sites e entre seus amigos pessoais que já passaram por essa transição, pois só assim se tem um cenário real. Às vezes as pessoas mudam apenas por estar movida por impulso ou por um sonho, mas a viabilidade financeira pode complicar. Por isso é importante verificar isso com a experiência de outras pessoas que mudaram para a área em que se pretende investir”, aconselha Rodolfo. Ele reforça a importância do planejamento. “Você precisa concentrar os seus esforços através de uma organização. E essa organização se dá com o estabelecimento de metas, prazos e indicadores que possam verificar e mensurar se a mudança realmente está surtindo o efeito que você esperava. A pessoa que quer fazer uma viagem precisa definir o ponto de chegada e a mesma coisa deve ser para quem pretende fazer uma transição de carreira”, conclui.

Transição de carreira

 

Computador
ComputadorFoto: Agência Brasil/EBC

A Folha de Pernambuco está recrutando profissional para equipe de vendas, que tenha como características essenciais facilidade de comunicação, capacidade de criação e de planejamento, direcionadas para resultados positivos.

Buscamos:

* Profissional com experiência mínima e comprovada de dois anos em vendas e negociação de publicidade para mídia digital, impressa e rádio.
* Possua curso superior completo ou concluindo, preferencialmente Publicidade e Propaganda
* Tenha compreensão dos diversos formatos de mídia, incluindo as principais redes sociais
* Experiência com ferramentas de pesquisa/análise. Domínio do pacote Office
* É necessário veículo de próprio (a Empresa fornece ajuda-combustível)

Se você se enquadra nas condições acima, favor enviar currículo para [email protected], colocando no assunto do e-mail: Executivo de Multimídia.

Podem se candidatar estudantes de cursos técnicos de mecânica a partir do segundo período que residan em Caruaru
Podem se candidatar estudantes de cursos técnicos de mecânica a partir do segundo período que residan em CaruaruFoto: Divulgação

A Escola Técnica do Senai em Caruaru vai abrir mais uma turma para o curso Técnico em Manutenção Automotiva, a partir do dia 17 de julho. O objetivo é profissionalizar quem já trabalha em oficina mecânica para realizar a manutenção e inspeção de sistemas automotivos, participar da organização de recursos utilizados nos processos produtivos e de manutenção e do processo produtivo de veículos automotores, seguindo as normas técnicas, ambientais, de qualidade, saúde e segurança no trabalho.

Comunicação aplicada ao meio automotivo, fundamentos mecânicos de um veículo e eletroeletrônicos automotivos serão alguns dos conteúdos estudados pelos participantes do curso que terá uma carga horária total de 1.400 horas.

Outro curso que inicia na mesma data é o de Técnico em Eletrotécnica. Ao final do curso, o participante estará qualificado para trabalhar em grandes indústrias que tenham subestação e trabalhem com energia, a exemplo da Celpe. Além disso, poderá realizar a leitura e interpretação de desenhos técnicos, utilizar instrumentos de medidas, aprender simbologia de sistemas elétricos e sistemas elétricos de
potência, realizar ligações e desligamentos em sistemas elétricos prediais e de potência, reconhecer componentes elétricos e identificar riscos elétricos e riscos na área que o circunda.

O investimento para ambos os cursos, que têm duração de 20 meses, é de R$ 295 por mês. Os cursos serão realizados na Escola Técnica do Senai em Caruaru, na Rua João Gomes Pontes, 166, Kennedy, Caruaru. Para mais informações: (81) 2103-2775 ou (81) 99495-0037 ou através do site www.pe.senai.br.


Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE)
Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE)Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha

Os candidatos que se inscreveram para a seleção de estagiários do Poder Judiciário Estadual devem comparecer ao local indicado em seu Comprovante Definitivo de Inscrição (CDI) para prestar a prova objetiva, neste domingo (7). De acordo com a Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), 4.705 pessoas estão inscritas para concorrer a uma das 140 vagas oferecidas. Os selecionados irão atuar em 15 polos distribuídos pelo Estado. Haverá formação de cadastro de reserva.

Os portões para os locais de prova abrem às 13h do horário local e fecham às 14h. Nesse último horário, são iniciados os procedimentos para a aplicação do exame, que terá a duração de três horas. O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova objetiva com antecedência mínima de 01 (uma) hora do horário local fixado para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, do comprovante de inscrição e do documento de identidade original. Confira todas as orientações para realizar a prova em https://igdrh.selecao.net.br/informacoes/19/.

Aos candidatos serão cobrados conhecimentos em leitura e interpretação de textos na Língua Portuguesa, além de Ortografia, Gramática e Sintaxe; Raciocínio Lógico; conhecimentos gerais em Atualidades; e conhecimentos específicos. As provas serão realizadas nos municípios de Araripina, Petrolina, Serra Talhada, Garanhuns, Caruaru e Recife. A publicação do resultado final do Processo Seletivo está prevista para o dia 6 de agosto de 2019.

O programa de estágio do TJPE abrange 14 áreas. São elas: Administração, Arquitetura, Biblioteconomia, Ciências da Computação, Ciências Contábeis, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Jornalismo, Museologia, Pedagogia, Secretariado, Serviço Social, e Psicologia.

O estágio terá duração de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. As atividades serão desenvolvidas com uma carga horária de 20 horas semanais, de acordo com o horário de expediente das Unidades do TJPE. Para os estudantes, será concedida Bolsa Complementar Educacional no valor de R$ 723,00; auxílio-transporte; e seguro anual múltiplo contra acidentes pessoais. Após um período de 12 meses de contrato, o estagiário tem direito a um recesso de 30 dias remunerados.

comece o dia bem informado: