O gabarito oficial deve sair no dia 13, mas já no domingo, os estudantes poderão conferir as respostas com a correção feita ao vivo, on-line, com professores da instituição
O gabarito oficial deve sair no dia 13, mas já no domingo, os estudantes poderão conferir as respostas com a correção feita ao vivo, on-line, com professores da instituiçãoFoto: Divulgação

Neste domingo (10), os estudantes que irão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), retornam para a segunda parte da prova. Dessa vez, os alunos irão resolver questões de matemática e ciências da natureza.

O gabarito oficial deve sair no dia 13, mas já no domingo, os estudantes poderão conferir as respostas com a correção feita ao vivo, on-line, com professores da instituição. A live começa às 20h, nas redes sociais do Motivo, que pode ser acessada através do facebook.com/ColegioMotivo e também no Instagram @colegiomotivo. A correção da primeira parte, está disponível nas plataformas on-line do colégio e já podem ser acessadas.

Cerca de 400 alunos do Colégio Motivo em todo o estado de Pernambuco irão fazer a segunda parte da prova, e por isso, foram montados 36 estantes nos pontos onde os participantes irão fazer o exame. No local serão oferecidos água e biscoitos. Professores e coordenadores também estarão nos pontos de apoio para tranquilizar os alunos e também os pais.

Concurso
ConcursoFoto: Pixabay

Até o final desta semana, o governo federal deve enviar ao Congresso a PEC da Reforma Administrativa. O documento, que está sendo chamado de “a grande reforma do Estado”, tem seis eixos, mas um deles vem gerando muita polêmica e afeta diretamente as aspirações de boa parte dos brasileiros: os concurseiros. A PEC propõe mudanças nas regras de ingresso e ascensão na carreira dos futuros funcionários públicos, principalmente com o fim da estabilidade automática.

Culpa nos servidores

A Associação Nacional de Apoio aos Concursos Públicos e Exames – ACONEXA, vem acompanhando de perto as movimentações da Reforma Administrativa desde o início do ano. “Nossa maior preocupação é com os prejuízos na prestação do serviço público. Primeiro foi a reforma da previdência, que levou a uma corrida dos servidores rumo a aposentadoria. Agora o governo sinaliza para o fim de um dos maiores atrativos para quem quer ingressar na carreira pública que é a estabilidade. Isso é jogar a culpa do custeio na conta do servidor e quem vai pagar, como quase sempre, é o povo, que já conta com um serviço público deficitário”, alerta o professor e jurista Renato Saraiva, presidente da ACONEXA.
  
Entenda como o governo quer acabar com a estabilidade

Para entrar no serviço público, além do concurso, que hoje exige a realização de provas, além de títulos, o governo propõe exigir a comprovação de experiência prévia. Fora isso, após o ingresso, todos os servidores terão que passar por um período inicial de três anos de experiência, que tem sido chamado de trainee pela equipe do ministério. A PEC prevê a exoneração automática do servidor no fim desse período. A efetivação dependerá de desempenho profissional e existência de vaga em aberto na função. “Esse é outro ponto preocupante. Entendo o princípio do desempenho, mas é preciso deixar claro com isso será avaliado para não prejudicar o servidor. Não podemos permitir nenhum tipo de injustiça”, reforça Renato Saraiva.

Dificuldades para a carreira pública

Atualmente, a contratação do servidor é automática, após o estágio probatório, e raramente não há admissão. A equipe econômica quer que a regra nova seja aplicada em concursos para todas as carreiras públicas, incluindo as de juízes e promotores. A estabilidade, no entanto, não viria logo após essa fase. Depois do trainee, o servidor entraria em estágio probatório. Esse estágio, que já existe na Constituição, prevê três anos para a efetivação definitiva. Para os novos servidores, a proposta é aumentar esse estágio para sete anos. Ou seja, o servidor só teria estabilidade dez anos após ingressar no serviço público.

Algumas habilidades podem ser o diferencial em uma seleção de emprego
Algumas habilidades podem ser o diferencial em uma seleção de empregoFoto: Divulgação

Em tempos de crescimento da tecnologia, mostra domínio na área de informática significa uma vantagem no mercado de trabalho. Em muitos casos, um candidato pode ser eliminado por mostrar dificuldade ao operar as ferramentas básicas de um computador. Pensando nisso, o Matriz Cursos Cidadania está com inscrições abertas para curso básico de informática até o dia 11 de novembro; são ofertadas 120 vagas. As aulas acontecem uma vez por semana, com a opção de turmas ao sábados, o investimento no curso é de R$50,00 (custo da inscrição).

Para realizar a inscrição, é necessário comparecer, das 8h às 20h, à sede da empresa, localizada na Avenida Dantas Barreto, no bairro de Santo Antônio. No momento da inscrição, o interessado, que deve ter a idade mínima de 14 anos, precisa pagar R$50,00; levar documentos pessoais e apresentar comprovante de residência oriundo de qualquer município do Estado de Pernambuco.

Leia também:
Google lança curso online para capacitar profissionais de tecnologia
Curso em Olinda promete dicas de alimentação saudável


A empresa atua na área social em Pernambuco há mais de 10 anos, com foco na área de cidadania através da emissão de documentos, mutirões de saúde e qualificação.

Serviço:
Curso de Informática Matriz Cursos Cidadania
Local
: Av. Dantas Barreto, nº 315, Santo Antônio - Recife, 12º andar do Edifício JK
Horário
: 8h às 20h.
Mais informações: (81) 3039.4621 ou pelo WhatsApp: (81) 9 8914.5009.

Especialistas trazem dicas valiosas que podem ajudar a balancear esses dois aspectos fundamentais para qualquer ser humano.
Especialistas trazem dicas valiosas que podem ajudar a balancear esses dois aspectos fundamentais para qualquer ser humano.Foto: Lehi Henri / Arte FolhaPE

Até bem pouco tempo era comum, em rodas de conversa, alguém dizer que estava sem tempo para nada por con­ta dos compromissos profissio­nais e isso ser visto com bons olhos pelas pessoas. As empresas estimulavam essa visão de mundo e a sociedade internalizou essa cul­tura. Mas, apesar de ainda ser socialmente valorizado, o excesso de trabalho está deixando de ser tão exaltado. Com o avanço na área de gestão de pessoas, as organizações começaram a se dar conta de que a exigência excessiva no trabalho não agrega necessariamente um feedback qualificado do colaborador. Nesse sentido, perceberam que a produtividade deve ser medida não pela quantidade de horas de serviço, mas pe­la excelência na entrega. E para desenvolver melhor esse capital humano, é preciso preservar a saúde mental dos funcionários. Para isso, um fator é fundamental: o equilíbrio entre vida profissional e pessoal. A Folha de Pernambuco consultou especialistas e trouxe dicas valiosas que podem ajudar a balancear esses dois lados importantes para qualquer ser humano.



Levar as demandas e problemas do trabalho para casa, assim como as frustrações da vida pessoal para o emprego pode originar disfunções que causam queda de rendimento e desmotivação. O resultado é que a excelência do serviço fica comprometida. “Com isso, começam a acarretar os problemas psicológicos. Nós não somos máquinas e se exigia um certo tipo de responsabilidade que não era possível dar conta e isso gerava frustração e outros problemas. Hoje, as empresas estão valorizando a questão da saúde mental no trabalho. Valoriza-se um funcionário quando ele está num ambiente de trabalho confortável, com horário de almoço e expediente com carga horária saudável”, explica a psicóloga Maria Fernanda Almeida.

“A sociedade cobra isso da gente pois existe um ‘ter’ que é muito importante. Ter o melhor celular, um carro, e isso demanda muito dinheiro. Por isso nós nos matamos de trabalhar. Mas é preciso ter cuidado de saber os nosso limites e em quais ambientes nós nos sentimos confortáveis trabalhando para não adoecer e, num futuro próximo, não passemos a deixar de funcionar da maneira correta”, orienta Fernanda. Opinião semelhante do administrador e especialista em Gestão de Pessoas, André Felipe Siqueira. “É preciso conciliar o lazer e o trabalho. A gente tem que se preocupar com essa fusão. Até porque percebemos o crescimento enorme das doenças do século 21, como depressão, síndrome do pânico, entre outras”, afirma.

Essa mudança de mentalidade, segundo André Siqueira, tem relação com a necessidade de manter bons profissionais na empresa. “A cultura organizacional vem cada vez mais se preocupando com a qualidade de vida e o bem estar daquele colaborador. Isso ao longo do tempo vem mudando, até por uma exigência de retenção de talentos. As empresas vem se preocupando com o clima organizacional, a gente chama isso de saúde empresarial ou corporativa, que se preocupa com promover um ambiente mais favorável, positivo, próspero, que incentive o trabalho em equipe e a cooperação.

Segundo o especialista, essa mudança de cultura é um movimento mundial e chegou no Brasil há alguns anos. “A gente percebe que as empresas de tecnologia, por exemplo, do Vale do Silício, passaram a construir em suas estruturas em suas sedes e em sua matriz um ambiente bem semelhante ao dos lares de seus colaboradores. Por exemplo, no Google, no Facebook, pode-se levar seu cachorro ou animal de estimação. Empresas no Brasil estão disponibilizando lugares para descansar chamados de ‘cochilódromos’, para aqueles momentos em que o colaborador precisa aliviar o estresse a cobrança”, relata.

Maria Fernanda Almeida, psicóloga.

"É preciso ter cuidado de saber os nosso limites e em quais ambientes nós nos sentimos confortáveis trabalhando para não adoecer", orienta Maria Fernanda Almeida, psicóloga. - Crédito: Ed Machado / Folha de Pernambuco

"É preciso conciliar o lazer e o trabalho. A gente tem que se preocupar com essa fusão", diz André Siqueira, especialista em RH. - Crédito: Ed Machado / Folha de Pernambuco

info


 

Serão aulas de português, matemática, química, física, história, biologia, inglês, redação e sociologia
Serão aulas de português, matemática, química, física, história, biologia, inglês, redação e sociologiaFoto: Divulgação

Às vésperas do Enem, o Centro Universitário Estácio do Recife realiza mais um aulão preparatório para as provas, aberto ao público e entrada gratuita. As aulas estão marcadas para acontecerem na próxima sexta-feira, (01), na unidade da Abdias de Carvalho.

O Super Aulão Enem, é uma parceria da Estácio e a Escola Estadual José Mariano, que trará seus mestres e convidados. Serão aulas de português, matemática, química, física, história, biologia, inglês, redação e sociologia. As aulas serão pela manhã – das 8h às 12h e à tarde – das 13h às 17h.

O estudante interessado, tem que realizar a sua inscrição gratuita, até o limite das vagas, através do link: http://Eventbrite.com/e/aulao-foco-no-enem-2019-ticktes-78577682965. Na ocasião, haverá intérpretes de libras.

Carteira de Trabalho
Carteira de TrabalhoFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A Secretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima quinta-feira, 31 de outubro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.

Confira o quadro de vagas:


Senai Ipojuca
Senai IpojucaFoto: Divulgação

Já estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Novo Ensino Médio do SESI-PE, no qual os estudantes poderão cursar, gratuitamente, o Ensino Médio e um curso técnico em Eletrotécnica, simultaneamente, na escola SESI/SENAI Ipojuca. No total, estão sendo ofertadas 80 vagas, e os interessados devem realizar a inscrição até o dia 22 de novembro de 2019 no SENAI Ipojuca, localizado na Rodovia 42, Km 1, em Jagatá.

Para concorrer à vaga, o estudante deve ser dependente de trabalhador da indústria e ter nascido a partir do ano de 2004. Os candidatos serão avaliados em uma única etapa, no dia 1º de dezembro de 2019, por meio de provas de Língua Portuguesa e Matemática, com 20 questões de múltipla escolha cada. A relação dos aprovados será divulgada no dia 9 de dezembro, no quadro de avisos do SENAI Ipojuca. O edital completo está disponível nos sites do SESI-PE e do SENAI-PE.

Com o objetivo de oferecer educação de qualidade e preparar para o mundo do trabalho, o Novo Ensino Médio terá currículo integrado por áreas de conhecimento ao invés de disciplinas específicas e incluirá formação técnica que possibilitará aos jovens iniciarem mais cedo a vida profissional. Todos terão acesso à educação tecnológica básica e à compreensão do significado da ciência, das letras e das artes, bem como aprenderão sobre o processo histórico de transformação da sociedade e da cultura.

A nova metodologia será composta pelas áreas de conhecimento Linguagens e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e o itinerário de formação técnica e profissional em Eletrotécnica, conforme determinação da organização curricular da Base Nacional Comum Curricular.

O curso em Eletrotécnica terá sete módulos e após a conclusão de todas as etapas, o jovem terá direito ao diploma de técnico de nível médio em Eletrotécnica. “O curso de eletrotécnica visa preparar profissionais para atuar em diferentes tipos de indústrias e essa é uma das áreas que mais irão demandar pessoas qualificadas no nosso Estado em um futuro próximo. Esses jovens terão a oportunidade de finalizarem o Ensino Médio já com uma profissão indispensável para a indústria”, comenta a diretora Regional do SENAI-PE, Camila Barreto.

De acordo com a superintendente do SESI-PE, Cláudia Cartaxo, a iniciativa contribuirá na formação de cidadãos com capacidade de pensar de forma crítica e qualificará profissionais para atuar no setor produtivo. “O mercado de trabalho tem exigido cada vez mais profissionais capacitados, competentes e plurais. Nosso foco é instruir os alunos para a indústria do futuro, assim como estimulá-los a trabalhar com a interdisciplinaridade”, comentou.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas através do aplicativo “Sescoop/PE”, que está disponível em qualquer loja virtual, também de modo gratuito.
As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas através do aplicativo “Sescoop/PE”, que está disponível em qualquer loja virtual, também de modo gratuito.Foto: Divulgação

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo em Pernambuco (Sescoop/PE) está com inscrições abertas para o curso de Cooperativismo Básico. O evento é dedicado aos que desejam aperfeiçoar as práticas nos mais diversos ramos de cooperativa ou até para as pessoas que, devido a atual crise por emprego, tenham a necessidade de conseguir trabalho e renda. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas através do aplicativo “Sescoop/PE”, que está disponível em qualquer loja virtual, também de modo gratuito. O curso acontece no dia 29 de outubro.

De acordo com dados da Aliança Cooperativa Internacional, o modo de desenvolver um negócio no estilo de cooperativa já rende mais de 100 milhões de empregos no mundo. No Brasil, o modelo econômico focado na partilha de decisões e resultados alcança 11,6 milhões de pessoas. Diante da crise econômica e falência de empreendimentos sólidos, o cooperativismo é uma oportunidade para as pessoas buscarem uma opção de voltarem ao mercado de trabalho.

A capacitação tem como objetivo proporcionar conhecimentos fundamentais sobre o cooperativismo, de forma a preparar os participantes para aderirem ou atuarem de forma mais eficaz e produtiva na modalidade econômica. Profissionais já gabaritados dentro do segmento estarão se revezando para ilustrar as formas de fundar uma cooperativa, como investir de modo inteligente nos segmentos de mercado e gerar renda.

O curso, que tem a carga horário de oito horas, acontece no dia 29 de outubro, na sede do Sescoop/PE, localizada na Rua Manoel Joaquim de Almeida, 165, no bairro da Iputinga. Outras informações estão disponíveis pelo telefone (81) 3032 8300 ou no site pernambucocooperativo.coop.br.

Vagas de emprego
Vagas de empregoFoto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil/Agência Bras

A Secretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima quarta-feira, 30 de outubro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.

Confira o quadro de vagas:


Curso terá como tema "Desing Thinking - como transformar problemas em soluções?"
Curso terá como tema "Desing Thinking - como transformar problemas em soluções?"Foto: Divulgação

O Centro Universitário Estácio do Recife promove na terça-feira, 5 de novembro, a partir das 18h, na unidade da Abdias, uma capacitação para professores sobre: Desing Thinking - como transformar problemas em soluções? A iniciativa é uma parceria da Estácio com o Ello Criativo. O evento é gratuito e os professores interessados devem se inscrever no link: http://bit.ly/ESTACIODESINGTHINKINGPARAEDUCADORES

De acordo com Patrícia Castelão, gerente Comercial da Estácio, o objetivo do encontro é capacitar os educadores para o entendimento do Design Thinking. “Essa é uma metodologia nova cujo foco está na identificação dos problemas e na transformação deles em possíveis oportunidades de inovação para a escolas do século XXI”, explicou Patrícia. O curso será ministrado por Bete Regueira Braga, professora de Design Thinking.

curso

comece o dia bem informado: