professores Bruno Trigueiro e Renato Saraiva falaram sobre novos concursos no governo Bolsonaro.
professores Bruno Trigueiro e Renato Saraiva falaram sobre novos concursos no governo Bolsonaro.Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A regra para os interessados em participar da nova era dos concursos públicos no Governo Bolsonaro é simples: não parar de estudar. Desde o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que estabelece medidas para a administração pública federal direta, autárquica e fundacional com normas mais rigorosas para concursos públicos, às declarações recentes do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a “travar” a realização de novos certames, o início do novo governo gerou um clima de incerteza entre os concurseiros. Para esclarecer melhor o assunto, a Folha de Pernambuco consultou especialistas e procurou orientações para quem está na jornada de estudos rumo à aprovação em concursos.

Apesar da LDO proposta pelo Governo Federal para o primeiro ano de gestão não prever a realização de concursos públicos federais em 2020, Bruno Trigueiro, analista judiciário e professor de Direito Processual Penal no Espaço Jurídico, considera compreensível em transições de governo que novos concursos sejam suspensos até a gestão conhecer as reais necessidades da máquina pública do país, fazendo os ajustes necessários. “No governo Dilma, por exemplo, ela travou o orçamento para contratação. Principalmente um governo novo como o de Bolsonaro, que ainda está se habituando e entendendo as contas públicas, é natural, em todo início de governo, diminuir os gastos. E isso consiste, obviamente, em não contratar mais num primeiro momento”, explica.

concurso

“Eu acredito que tem áreas do Governo Federal que não tenha como não se abrir concurso, como a Polícia Federal, que tem um déficit anunciado pelo próprio órgão de mais de cinco mil servidores, além de concurso para a Polícia Rodoviária federal e carreiras da Segurança Pública, que é uma área que o governo pretende atuar de forma mais prioritária”, afirma Trigueiro. 



Mesmo o decreto, que causou apreensão quando foi anunciado, segundo o presidente da Associação de Apoio aos Concursos Públicos (ACONEXA) e do Grupo CERS, Renato Saraiva, pode ser considerado positivo para os próximos editais. “Em verdade, o decreto não impactou tanto o concurseiro, ao contrário, ele trouxe aspectos positivos como a regulação entre o prazo que sai o edital e a efetiva realização do concurso público”, avalia.

Contudo, para o presidente da ACONEXA, é preciso que o candidato tenha em mente que o Executivo não é o único poder da administração federal a ofertar vagas. “Em relação ao poder Legislativo e principalmente ao poder Judiciário Federal, os concursos vão continuar a ser realizados, pois são poderes independentes e com autonomia administrativa”, destaca.

O ideal é que o concurseiro visualize esse momento como uma oportunidade de se diferenciar dos outros candidatos. “Estudar para concurso público é uma preparação de médio a longo prazo. A gente tem que deixar essas notícias de lado e não perder o foco. Com essas notícias sobre o governo, pode acontecer de muita gente não querer estudar e a concorrência, de certa maneira, diminuir”, diz Bruno Trigueiro.

Oportunidade que também pode vir por conta da repercussão da reforma da Previdência, como lembra Renato Saraiva. “Com a iminência da reforma, milhares de servidores estão requerendo aposentadoria perante o INSS com medo de ocorrerem mudanças que afetem a sua própria situação. O que vai acontecer? Vão surgir milhares de vagas”, prevê.

Funase
FunaseFoto: Aluisio Moreira/SEI


A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), convocou 52 novos agentes socioeducativos para atuar nas três unidades da instituição localizadas em Caruaru, no Agreste do Estado. O chamamento foi publicado nesta quarta-feira (24), no Diário Oficial do Estado. Os selecionados têm até a próxima terça (30) para entregar a documentação exigida no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Caruaru, situado na Estrada Carroçável, Sítio Lagoa dos Porcos, Boa Vista II, na zona rural. A expectativa é de que os novos funcionários comecem a trabalhar em maio.

Os convocados participaram da seleção pública simplificada realizada para o município em 2017. Esse certame ainda tem vigência válida e já viabilizou convocações anteriores. Na Funase, os novos agentes vão ter entre suas atribuições o acompanhamento de socioeducandos em atividades pedagógicas dentro e fora dos espaços de cumprimento da medida socioeducativa ou da internação provisória, o zelo pela disciplina e pela integridade física, além da custódia em atendimentos médicos, audiências e visitas familiares.

O chamamento tem o objetivo de assegurar a manutenção de um número de agentes compatível com o de socioeducandos, o que atende às diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Além do Case Caruaru, também serão contemplados pela chegada dos novos profissionais o Centro de Internação Provisória (Cenip) Caruaru e a Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru. As contratações são temporárias, com validade de um ano e possibilidade de prorrogação por igual período até o máximo de seis anos. Os selecionados podem obter mais informações por meio dos telefones (81) 3719.9433 e 3719.9432.

A convocação desse novo grupo de aprovados marca o esforço da Funase em preencher quadros funcionais de maneira regionalizada. Em julho de 2018, a instituição lançou um certame com 496 vagas para agentes socioeducativos em unidades situadas no Grande Recife. Os selecionados já estão trabalhando. Já a seleção simplificada mais recente, realizada no fim do ano passado, ofertou 12 vagas para agentes socioeducativos no Case Timbaúba. O resultado já foi divulgado e está em processo de homologação.

Sede da OAB-PE
Sede da OAB-PEFoto: Brenda Alcântara

Nos últimos dias, circularam notícias falsas sobre a possibilidade do Exame de Ordem ser extinto, através de um suposto decreto editado pelo governo federal. Trata-se de uma clássica Fake News. Segundo a Associação de Apoio aos Concursos Públicos e Exames (ACONEXA), isso só "reforça a necessidade da exigência do Exame de Ordem para o correto exercício da advocacia no Brasil".

Confira a nota:

"A Associação de Apoio aos Concursos Públicos e Exames (ACONEXA) novamente repudia este tipo de publicação que pode causar sérios prejuízos aos examinandos que vão realizar o certame.

Ressaltamos mais uma vez que a aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para que o bacharel em Direito seja inscrito nos quadros da OAB como advogado, conforme previsto no Art. 8º, IV, da Lei 8.906/1994. Portanto, a prova é prevista pela legislação e somente uma nova lei, revogando a atual, passando pelo Poder Legislativo, poderia pôr fim a exigência.

Desta forma, a ACONEXA reforça o seu apoio ao Exame de Ordem e comunica a toda sociedade, principalmente os bacharéis e bacharelandos em direito, que sejam criteriosos na hora de buscar informações sobre o Exame de Ordem. Estamos atentos e vamos seguir apontando toda e qualquer notícia falsa sobre esta importante questão. Ainda gostaríamos de ressaltar aos examinandos a necessidade de seguirem firmes em seus estudos no propósito de buscar a aprovação no Exame de Ordem".

Sede da Embasa
Sede da EmbasaFoto: Divulgação

A Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia divulgou, nesta terça-feira, 23 de abril, por meio de publicação em diário oficial, a autorização para que seja realizado o aguardado novo concurso público da Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento da Bahia). A seleção conta com dotação orçamentária, prevista pela lei 14.036, sancionada pelo governador Rui Costa em 20 de dezembro. Embora a distribuição de vagas por cargos ainda não esteja definida, a autorização confirma a oferta de 879 postos, conforme previsto no orçamento anual.

A distribuição de vagas pelos cargos deve ser confirmada em breve mas, com a autorização oficial, o órgão já pode formar a comissão organizadora e, posteriormente, definir o nome da banca. Somente então poderá ser confirmada a data de publicação do edital de abertura de inscrições.

Último concurso

O último concurso do órgão ocorreu em 2017. Na ocasião, a oferta foi de 600 vagas, distribuídas por diversos cargos, com oportunidades para quem possui níveis médio, técnico e superior. A banca organizadora foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

A seleção contou com vagas para as carreiras de agente operacional, operador de processos de água e de esgoto, agente administrativo, assistente de laboratório, técnico operacional – edificações, técnico em eletromecânica, analista de tecnologia da informação – desenvolvimento, contador/analista de gestão – ciências contábeis e engenheiro, nas áreas civil, produção civil, sanitária, sanitária ambiental e elétrica.

As provas objetivas foram compostas de temas sobre língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, noções de informática, noções de legislação, noções de administração pública, noções gerais da igualdade racial e de gênero, conhecimentos específicos e redação.

Embora o concurso tenha sido realizado há menos de dois anos, é importante ressaltar que o prazo de validade foi de seis meses, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período. Desta forma, já foi encerrado em dezembro de 2018, o que permite que ao menos parte dos cargos oferecidos possa ser novamente indicado na próxima seleção.

Concurso Embasa BA 2019
Previsto
Orgão: Embasa BA
Nº vagas: 879
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: BA

Fila para vagas de trabalho na Agencia do Trabalho Recife // Na foto, geral da fila dentro e em frente a Agencia do trabalha da PCR localizada na Av Rio Branco // Foto: Arthur Mota @arthurmotafotografia
Fila para vagas de trabalho na Agencia do Trabalho Recife // Na foto, geral da fila dentro e em frente a Agencia do trabalha da PCR localizada na Av Rio Branco // Foto: Arthur Mota @arthurmotafotografiaFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

As Agências do trabalho de Pernambuco estão ofertando vagas de emprego nesta quarta-feira (24). O Quadro de Vagas apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. São oportunidades para as cidades do Recife, Arcoverde, Igarassu, Salgueiro, Goiana, Bezerros, Santa Cruz do Capibaribe, Araripina, NAzaré da Mata, São Lourenço da Mata, Vitória de Santo Antão, Escada, Ipojuca, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns e Petrolina.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

vagas1
vagas2

Concurso público
Concurso públicoFoto: Divulgação/Prefeitura de Olinda

O concurso da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) com 166 vagas em cargos técnico administrativos teve o seu cronograma retificado. Agora, as inscrições serão recebidas entre os dias 16 de julho e 18 de agosto de 2019. Confira as alterações das datas no edital, que encontra-se anexado à notícia.

Quem possui nível médio pode disputar às funções de administrador de edifícios (2 vagas) e assistente em administração (85), com remunerações de R$ 1.945,07 e R$ 2.446,96, respectivamente.

Os cargos de desenhista de artes gráficas (4), técnico de laboratório/biologia (5), técnico de laboratório/nutrição e dietética (1), técnico de laboratório/química (4), técnico de tecnologia da informação/sistemas (5), técnico em artes gráficas (1), técnico em contabilidade (21), técnico em eletrotécnica (1), técnico em mecânica (1), técnico em radiologia (1) e técnico em enfermagem (2) requerem, além do ensino médio, formação em curso técnico específico. Em todos os casos, o salário é de R$ 2.446,96.

As ofertas de nível superior estão distribuídas entre os postos de administrador (3), analista de tecnologia da informação/sistemas (2), arquiteto e urbanista (7), assistente social (3), diretor de produção (1), economista (2), engenheiro ambiental (1), engenheiro elétrico (1), engenheiro mecânico (1), médico cardiologista (2), médico clínica médica (1), médica psiquiatra (2), químico (1), sanitarista (1), psicólogo (2), tecnólogo/segurança privada (1), biomédico (1) e enfermeiro (1). Os vencimentos são de R$ 4.180,66.

De acordo com o edital do concurso da UFPE, as oportunidades serão preenchidas nos campi de Recife, Vitória de Santo Antão e Caruaru. Todos os empregos terão jornada de trabalho de 40 horas semanais, com exceção dos médicos que terão carga horária de 20 horas semanais.

Como participar

As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, através do site da UFPE, que é https://www.ufpe.br/progepe/concurso-de-tecnicos-administrativos.

Será cobrada uma taxa de participação, nos valores de R$ 78 para níveis médio e técnico e de R$ 125 para formação superior.

Allan Zeek explica como as redes sociais podem ajudar na sua vida profissional
Allan Zeek explica como as redes sociais podem ajudar na sua vida profissionalFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Além de experiência, capacitação técnica e intelectual e outros atributos exigidos de um bom profissional, nos dias atuais um outro fator ganhou importância na hora de uma seleção de emprego ou escolha para contratação de serviços: a relação com as redes sociais. Por isso, saber usar essas ferramentas é fundamental para garantir credibilidade e abrir novas oportunidades. Para ajudar a esclarecer o assunto, o coach e professor Allan Zeek trouxe algumas dicas para o caderno Folha Mais, o canal FolhaPE do Youtube e o Blog Concursos & Empregos da Folha de Pernambuco.

Assista o coach Allan Zeek:


“Você começa sua entrevista de emprego antes mesmo de ser chamado para o encontro presencial. O empregador pode pegar o seu currículo, que é o primeiro contato direto, mas ele vai querer saber quem é a pessoa por trás. Pois a gente tende a se blindar nas entrevistas, onde só aparecem as virtudes e o que a gente quer mostrar”, explica Allan. E para colaborar com sua imagem nas redes sociais, ele recomenda alguns passos. “É importante ter um LinkedIn profissional. Lá você coloca seus projetos, suas experiências e coisas que você já produziu. Inclusive, você pode pedir e colher informações de outras pessoas sobre você, que ficam como aqueles ‘depoimentos’ que existiam no antigo Orkut”, orienta.

Além disso, o professor alerta para o uso eficiente das ferramentas digitais, a fim de evitar a perda desnecessária de foco. “Perder tempo é muito comum quando a gente utiliza a internet. Quanto mais redes sociais você utilizar, maiores as chances de dissipar a energia. Tenha estratégia, seja inteligente e pense bem antes de utilizar uma rede social. Se ela for útil pra você, ótimo. Caso contrário, não use”, aconselha.

redes sociais

Crédito: Arte / FolhaPE

Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)
Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Oportunidades de emprego estão sendo ofertadas nas agências do Trabalho em todo o Estado. As vagas são para Recife, Vitória de Santo Antão, Petrolina, Cabo de Santo Agostinho, Arcoverde, Igarassu, Goiana, Bezerros, Santa Cruz do Capibaribe, Nazaré da Mata, São Lourenço da Mata, Escada, Ipojuca, Paulista e Caruaru, com salários que vão de R$ 1.005,00 a R$ 5.999,00, em diversas áreas de atuação.

O Quadro de Vagas apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq (http://www.sempetq.pe.gov.br/)

Confira o quadro de vagas abaixo:

vagas
vagas

Concurso público
Concurso públicoFoto: Divulgação/Prefeitura de Olinda

A Prefeitura de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, abriu seleção pública simplificada para preencher 17 vagas na Secretaria de Saúde da cidade. Uma das vagas é destinada a pessoas com deficiência (PCD). As oportunidades são para médico em Estratégia Saúde da Família (ESF), médico cardiologista, técnico de nível superior de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), terapeuta ocupacional e condutor de Samu. Os salários variam de R$ 998 a R$ 7 mil.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente de forma presencial ou via postal, e seguem até o dia 2 de maio. O candidato deverá entregar ficha de cadastro devidamente preenchida acompanhada das cópias dos documentos comprobatórios exigidos e indispensáveis, em envelope lacrado, na sede da Secretaria de Saúde de Olinda, que fica na rua do Sol nº 311, no bairro do Carmo, no horário das 8h às 16h.

Leia também:
Edital oferta 1.000 vagas na Educação da Paraíba
Orçamento da União não vai reduzir concursos em estados e municípios

Para realizar a inscrição, o candidato deverá satisfazer as seguintes condições, segundo a Prefeitura de Olinda:

I – Ser brasileiro ou gozar das prerrogativas previstas da Constituição Federal;
II – Ter idade mínima de 18 anos;
III – Estar em dia com as obrigações eleitorais;
IV – Estar quite com o serviço militar, quando do sexo masculino;
V – Não acumular função, empregos ou cargo público, em qualquer esfera de Governo ou em qualquer poder, salvo nos casos constitucionalmente permitidos;
VI – Não registrar antecedentes criminais e se encontrar no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
VII – Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público e / ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal; bem como não exercer emprego ou função pública nos referidos entes públicos;
VIII – Preencher os requisitos de formação e experiência exigidos, conforme indicados no Anexo I deste Edital;
IX – Anexar cópia do documento de Identidade, CPF, comprovante de residência e certificado de conclusão de escolaridade por instituição.

Confira o edital do certame na íntegra:

Presidente da ACONEXA, professor Renato Saraiva
Presidente da ACONEXA, professor Renato SaraivaFoto: Divulgação

Após os 100 primeiros dias de gestão, o governo federal já começou a editar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, que precisa ainda ser enviada para votação no Congresso Nacional, até o fim deste ano. Entretanto, o Ministério da Fazenda já informou que a LDO não prevê a realização de concursos públicos federais em 2020 nem cita reajuste de servidores. Diante desta previsão, a ACONEXA tranquiliza os concurseiros e reforça que a LDO não tem interferência nos concursos previstos para as esferas estaduais e municipais. Atualmente, mais de 70% dos concursos abertos são para órgãos como Tribunais, MP, Polícia Civil, Prefeituras, Defensorias, etc. Desta forma, quem está se preparando visando um bom concursos, deve seguir seu planejamento e ficar atento aos editais.

De acordo com o presidente da ACONEXA, professor Renato Saraiva, os concurseiros não devem parar de estudar pensando em uma suposta redução no número de vagas. “O servidor público exerce um trabalho muito importante para o funcionamento da união, estados e municípios. Sendo assim, não acredito em diminuição de provas, pois a LDO normatiza os gastos e investimentos apenas do Executivo Federal. Os Poderes Legislativo e Judiciário, Tribunais de Justiça, Tribunais de Contas, Ministério Público, Estados e municípios continuam tendo total autonomia e dotação orçamentária para realizar concursos, conforme determina a Constituição Federal”, esclarece Renato Saraiva.

Outro ponto importante que deve ser ressaltado, é o recente decreto editado pelo Governo Federal que aumenta o rigor em relação a concursos públicos e nomeações, que passa a valer a partir de 1º de junho. “O governo tem tido muita atenção e cuidado em relação aos concursos públicos. O decreto é claro quanto a isso no momento que garante ao concurseiro, por exemplo, um edital mais antecipado e com clareza em relação a prazos de duração do certame. Portanto, não parem de estudar nem de fazer seus cursos preparatórios, pois tem muito concurso bom, com ótimos salários e editais mais seguros pela frente”, reforça Renato Saraiva.

comece o dia bem informado: