Carteira de Trabalho
Carteira de TrabalhoFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Pernambuco gerou 3.194 postos de trabalho formais neste mês de novembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Caged. Desde o início da série histórica do Caged, criada em 2004, este é melhor resultado dos últimos seis anos. “Os dados recentes foram influenciados principalmente pelo desempenho do comércio (4.470 postos ou 1,54%). Tivemos o melhor mês de novembro desde 2013 depois de toda crise econômica. Em relação ao mesmo período de 2018, geramos 1.381 empregos a mais. Estamos consolidando uma tendência de recuperação do mercado de trabalho local”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

No acumulado dos onze primeiros meses do ano no Estado, ainda de acordo com o Caged, há um saldo positivo de 15.131 postos de trabalho em Pernambuco, uma variação positiva de 1,21%. Os números receberam a influência positiva principalmente do setor de serviços (9.235 postos ou 1,63%) e da agropecuária (5.559 postos ou 10,06%). Em contrapartida, houve perda na Indústria de Transformação (-2.399 postos ou -1,17%).

Em termos de quantidade, os municípios que mais geraram postos de empregos formais no Estado no mês passado foram: Recife (1.949); Caruaru (595), Jaboatão (365), Vitória de Santo Antão (309), Igarassu (255), Cabo de Santo Agostinho (251), Escada (234), Garanhuns (197). Quando os números são analisados por outro ponto de vista, de forma proporcional, o município de Bonito gerou 86 empregos, com uma variação positiva de 5,33 enquanto São José do Belmonte criou 88 (5,30).

De acordo com os dados do Caged, quatro regiões brasileiras tiveram saldo positivo em novembro: Sudeste (+51.060), Sul (+28.995), Nordeste (+19.824 postos), e Norte (+4.491). O Centro-Oeste teve fechamento de postos (-5.138 postos). Os estados do Nordeste que mais ofertaram vagas, em termos quantitativos, foram Bahia, Ceará e Pernambuco.

Vem Meu Emprego
Vem Meu EmpregoFoto: Andréa Rêgo Barros

Lançado nesta quinta-feira (19) pelo prefeito Geraldo Julio, o VEM Meu Emprego reforça o time de ações que fazem parte do Programa Chegando Junto. Desta vez, a Prefeitura do Recife disponibilizará passagens de ônibus para facilitar o deslocamento dos recifenses desempregados, que estão à procura de uma oportunidade no mercado de trabalho. O anúncio do projeto foi feito no Compaz Governador Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha. Além das passagens, os trabalhadores terão acesso a 10 currículos com envelope, que serão elaborados com apoio das equipes das Agências de Emprego do Recife.

O lançamento contou com as presenças do secretário de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, Antônio Júnior; do coordenador do Programa Chegando Junto, Leo Bacelar; do presidente da União Geral dos Trabalhadores de Pernambuco, Gustavo Valfrido; e do vereador e presidente da Força Sindical, Rinaldo Júnior.


O prefeito Geraldo Julio comemorou mais uma ação do Chegando Junto. “O VEM Meu Emprego beneficia as pessoas que não têm carteira assinada, estão desempregadas, não têm o vale transporte e muitas vezes chegam na Agência do Trabalho para intermediação do emprego e não têm sequer a passagem para entrevista. Agora ele não só vai receber o cartão com as 20 passagens, garantindo aí pelo menos 10 entrevistas, mas também o currículo, feitos pela própria agência, garantindo que ele tenha condições de participar das entrevistas. É a ajuda para quem está atrás de emprego, que é grande parte da população brasileira. A Prefeitura mais uma vez mostra sensibilidade no Programa Chegando Junto para dar uma força para quem está realmente precisando”, afirmou o prefeito.
A meta da Prefeitura do Recife é beneficiar mil pessoas por mês e o VEM Meu Emprego será coordenado pela Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (STQE). As 20 passagens do anel A incluídas no cartão equivalem ao valor de R$ 69. Vale destacar que a utilização do cartão é pessoal e intransferível, devendo ter o objetivo exclusivo de procura emprego. A idade mínima para ser beneficiado é 18 anos e o candidato precisa comprovar que teve no mínimo seis meses de carteira assinada antes da demissão, comprovar que recebia menos de dois salários mínimos e ter sido desligada do último emprego a pelo menos 30 dias. Para participar do projeto, o interessado precisa se dirigir a uma das duas Agências de Emprego da Prefeitura do Recife, no Bairro do Recife ou Casa Amarela.

Antônio Júnior, secretário de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo, explicou o funcionamento do projeto. “Para acessar o benefício é preciso ter mais de 18 anos, provar que mora no Recife e através de carteira profissional ou termo de rescisão contratual, que perdeu o emprego a menos de 30 dias e que ganhava até dois salários mínimos. Nas agências do trabalho, eles serão orientados e estarão aptos a procurar emprego”, disse o secretário. Além do cartão, cada participante receberá uma pasta com dez envelopes para o cidadão colocar seu currículo, que será elaborado e impresso gratuitamente nas Agências de Emprego da PCR.

Os cartões com as passagens começam a ser disponibilizados a partir da próxima segunda-feira (23), a partir das 14h. Cada inscrito será contemplado uma única vez com um cartão contendo 20 passagens. Na própria agência, o cidadão ou cidadã dará entrada no Seguro Desemprego, mediante a apresentação da rescisão, devendo apresentar também comprovante de residência no Recife e documentos pessoais (RG e CPF). As duas agências funcionam das 7h30 às 17h.
Gustavo Valfrido presidente da União Geral dos Trabalhadores de Pernambuco, também falou sobre a ação. “O que vemos hoje é muito trabalhador desempregado, sem ter condições de sair de casa para procurar emprego. E essa oportunidade que a Prefeitura está apresentando, dando as condições para que a pessoa possa ter um currículo bem organizado e já ser encaminhado da própria agência do trabalho e com passagem, acho fundamental. Esta é uma ação acertada do prefeito Geraldo Julio”, avaliou.
Elisoneide de Freitas, é uma dos quase 13 milhões de desempregados no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e contou sobre o impacto que o projeto vai ter na vida de pessoas que estão na mesma situação que ela. “Eu achei ótimo. Um exemplo é meu esposo. Moramos em Água Fria e tem dias que ele sai cedinho, e vai andando para a Imbiribeira, Boa Viagem, em busca de emprego e até agora nada. Essa oportunidade de dar a passagem, já vai ajudar, porque muitas vezes é o dinheiro de comprar um pão para casa”, contou Elisoneide.

CHEGANDO JUNTO - O Chegando Junto é o programa municipal de assistência e geração de renda, implantado pelo prefeito Geraldo Julio, com o objetivo de reduzir a pobreza e a desigualdade social, que vêm crescendo no Brasil. A iniciativa promove diversas ações divididas entre as áreas de assistência à população e apoio à geração de renda.

Além do Renda Por APP, já estão em andamento ações como os minicursos profissionalizantes, que já formaram mais de 830 pessoas em diversas comunidades; os mutirões de saúde; os Espaços de Convivência Pertencer (que proporcionam locais para as mulheres deixarem seus filhos enquanto trabalham); as Frentes de Trabalho Miguel Arraes, que ofertam postos de trabalho nas escolas e unidades de saúde municipais; e o projeto Gera Cidadania, oferecendo oficinas pedagógicas e artísticas para crianças, adolescentes e jovens no contraturno escolar.

O Chegando Junto também vai construir três restaurantes populares, um abrigo noturno, e dará auxílio e assistência técnica aos moradores para reformar e construir suas casas, entre outras iniciativas.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Confira o quadro de vagas de empregos nas Agências Estaduais do Trabalho referente a esta sexta-feira (20). As oportunidades foram divulgadas pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). Há 106 oportunidades, das quais 16 são exclusivas para pessoas com deficiência e duas, temporárias.

O quadro apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Leia também:
‘Vagas de emprego’ foi tema mais buscado pelos pernambucanos em 2019

Confira as oportunidades: 

Rede de alimentação abre três mil vagas em todo Brasil
Rede de alimentação abre três mil vagas em todo BrasilFoto: Léo Caldas / Divulgação

Reconhecido como porta de entrada para o primeiro emprego formal, o McDonald’s está com mais de três mil vagas abertas neste final de ano, em todo o país, sendo cerca de 200 a serem preenchidas por pessoas com deficiência. A inclusão social é um dos principais valores da empresa e é importante destacar o cuidado e o respeito na busca pelo equilíbrio perante a diversidade e igualdade.

Com investimento de mais de R$ 40 milhões de reais em treinamento e ações de desenvolvimento profissional, além de um sólido plano de carreira, o McDonald´s tem como preocupação o bem-estar e formação dos seus funcionários. Não é à toa que a rede é referência em primeiro emprego para os jovens que queiram uma chance no mercado de trabalho. A empresa também promove a inclusão, oferecendo uma oportunidade formal de emprego e contribuindo para o desenvolvimento, independência e reintegração social.

Atualmente, o McDonald’s conta com 50 mil colaboradores, e as vagas abertas vão ao encontro da expectativa de gerar 18 mil postos de trabalho em 2019. Para fazer parte do time de funcionários da rede, não é necessária experiência anterior. Basta estar cursando ou já ter concluído o ensino médio.

Para saber mais informações sobre as oportunidades ou concorrer a umas dessas vagas, acesse o site: http://www.mcdonalds.com.br/trabalhe-conosco.
Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.200 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Confira o quadro de vagas de empregos nas Agências Estaduais do Trabalho referente a esta quinta-feira (19). As oportunidades foram divulgadas pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). Há 173 oportunidades, das quais 18 são exclusivas para pessoas com deficiência.

O quadro apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Leia também:
‘Vagas de emprego’ foi tema mais buscado pelos pernambucanos em 2019

Confira as oportunidades: 

Mais da metade da meta estipulada pela Rede Mulher Empreendedora foi cumprida com apoio do governo estadual
Mais da metade da meta estipulada pela Rede Mulher Empreendedora foi cumprida com apoio do governo estadualFoto: Patriny Aragão/Seteq

O Programa Ela Pode, que teve a última edição de 2019 realizada nesta quarta-feira (18), no município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife, concluiu a capacitação de cerca de seis mil mulheres em Pernambuco. No Estado, mais da metade da meta determinada para ser finalizada até 2020 foi cumprida pela ação criada pela Rede Mulher Empreendedora, apoiada pelo Google, pelas secretarias estaduais do Trabalho, Emprego e Qualificação e da Mulher. O total é de 10.732 mulheres até o final do próximo ano.

O evento de encerramento em Goiana foi realizado no Cine Teatro Pollyteama, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, com a presença do Poder Executivo e Legislativo, bem como de parceiros privados que se dispuseram a ser mais um braço do programa para incentivar às mulheres que resolveram reservar um dia inteiro na agenda para aprender conteúdos novos.

No desfecho da ação, estiveram presentes, por exemplo, o prefeito em exercício Eduardo Onori, os secretários estaduais Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação); Silvia Cordeiro (Mulher), a embaixadora da Rede Mulher Empreendedora, Verônica Ribeiro, vereadora Olga Sena, o presidente da Autarquia Municipal do Ensino Superior de Goiana, Alcides França, entre outros. “A mulher necessita do apoio do governo e eu sei o que vocês fizeram. Vocês fizeram e vieram com gosto de gás. O poder só pode servir para isto, para respeitar e para servir”, disse Olga, num reconhecimento ao papel do governo estadual nesse processo.

“Sempre gosto de falar o caso de Michele obama. Ela foi para um restaurante com Obama e chegou lá, no restaurante, e encontrou um ex-namorado. Michele, naquele momento, disse que tinha sido namorada dele. Obama disse: se você tivesse casado com ele, você seria dona de um restaurante, mas ela respondeu: não. Ele que seria presidente”, discursou Alberes Lopes, enfatizando a importância do empoderamento da mulher.

As capacitações do Ela Pode começaram em outubro deste ano, foram feitas de forma presencial e gratuita, trazendo aprendizado sobre finanças, liderança, comunicação, networking, marca pessoal, negociação e ferramentas digitais. A estratégia tem sido importante no empoderamento feminino, na inclusão social, resgate da autoestima. “Nos fizeram acreditar que atrás de um homem tem sempre uma grande mulher. Tem não. É ao lado do homem que as mulheres se fazem presentes e constroem o desenvolvimento e um lugar no mundo”, disse Silvia Cordeiro.

“Estou muito feliz de estar aqui. Faço bolsas para praia, principalmente, e preciso de algumas coisas novas para o meu negócio, como uma máquina de costura melhor, mas vou aprender muito aqui”, disse Verônica Flávia Correia da Silva, 59, que sentou na primeira fila do teatro, de apostila e caneta na mão para anotar tudo que ouvisse durante a capacitação. Verônica abraçou algumas pessoas presentes no evento. “Estou feliz”.

Sala de aula
Sala de aulaFoto: reprodução/vídeo

Em parceria com o Sistema “S” de qualificação profissional (SEST/SENAT), com renomada expertise na área, a Prefeitura de Afogados irá promover esta semana um curso, com carga horária de 50 h/aula, para os profissionais que atuam no transporte de passageiros, seja dentro do município, seja na modalidade “intermunicipal”.

Os cursos acontecem na FASP, de 18 a 22 de Dezembro. De quarta à Sexta, nos horários de 12h às 16h e 17h às 21h, e nos sábados e domingos, de 9h às 13h e de 14h às 18h. Maiores informações na Sala do Empreendedor, Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 165.

Formação de mulheres eletricistas
Formação de mulheres eletricistasFoto: Hélia Scheppa/SEI

Foi aberto nesta quarta-feira (18) um processo seletivo para 100 vagas exclusivas para mulheres em um curso de eletricista. As inscrições, gratuitas, seguem até o próximo domingo (22), às 18h, e devem ser feitas exclusivamente pelo site da Celpe. A seleção conta com prova escrita (português, matemática e redação), avaliação psicológica, teste prático e entrevista para avaliação de perfil.

As alunas serão divididas em quatro turmas, com 25 participantes cada uma. O curso possui disciplinas teóricas e práticas, com duração de até sete meses e carga horária de 596 horas. Ao final, as profissionais estarão aptas a trabalhar para a Celpe. Para participar da seleção, as candidatas precisam ter concluído o ensino médio, residir no Recife, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru ou Garanhuns e possuir no mínimo 18 anos, na data de inscrição no processo seletivo.

Leia também:
‘Vagas de emprego’ foi tema mais buscado pelos pernambucanos em 2019
Celpe dá descontos de 50% para painel solar

As aulas do curso serão ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PE) nas unidades de Areias (Recife), Cabo de Santo Agostinho, Caruaru e Garanhuns. O curso tem início no primeiro semestre de 2020. Após a conclusão, as mulheres irão exercer atividades em instalações elétricas prediais e nas redes de distribuição de energia.

Segundo o governo, a ação faz parte programa Pernambuco com Elas e do compromisso da distribuidora com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que colocam a igualdade de gênero como uma das grandes metas globais a serem atingidas até 2030.

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Confira o quadro de vagas de empregos nas Agências Estaduais do Trabalho referente a esta quarta-feira (18). As oportunidades foram divulgadas pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). Há 194 oportunidades, das quais 25 são exclusivas para pessoas com deficiência.

O quadro apresenta as oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais.

Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq.

Leia também:
‘Vagas de emprego’ foi tema mais buscado pelos pernambucanos em 2019

Confira as oportunidades: 

100 mulheres serão capacitadas para integrar a força de trabalho da Celpe
100 mulheres serão capacitadas para integrar a força de trabalho da CelpeFoto: Divulgação

Em uma iniciativa inédita no Estado, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) – empresa da Neoenergia – em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Mulher, lançou, na manhã desta terça-feira (17), a primeira Escola de Eletricistas exclusivamente direcionada para mulheres. Um total de 100 mulheres serão capacitadas a exercer atividades em instalações elétricas prediais e nas redes de distribuição de energia. Após a conclusão do curso, as profissionais estarão aptas a participar do processo seletivo para integrar a força de trabalho da Celpe.

A Escola de Eletricistas para Mulheres tem a finalidade de incentivar a inserção feminina para atuar em uma profissão predominantemente ocupada por homens. “Estimular a presença de mulheres em uma atividade ainda vista como masculina não só amplia a oportunidade no mercado de trabalho, como também apoia a constante busca pela equidade entre gêneros”, comentou o presidente da Celpe, Saulo Cabral. “Ao expandir a participação feminina, rompemos com padrões sociais. A experiência prática nos revela que para incentivar o interesse na função de eletricistas, primeiro as mulheres precisam se sentir representadas”, concluiu.

A secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, explicou que a formação de mulheres em profissões, historicamente ocupadas por homens, é fundamental para que elas atuem em todas as áreas que queiram trabalhar, bem como para a eliminação das diferenças salariais que ainda existem entre a renda de homens e mulheres. “Que essa ação da Celpe abra as portas para que mais empresas, com o mesmo perfil, incentivem a contratação de mulheres”, completa. A formação também abre portas para as alunas com perfil empreendedor, criando oportunidades no mercado de trabalho.

O processo seletivo conta com prova escrita (português, matemática e redação), avaliação psicológica, teste prático, além de entrevista para avaliação de perfil. As alunas serão divididas em quatro turmas, com 25 participantes cada uma. O curso possui disciplinas teóricas e práticas, com duração de até sete meses e carga horária de 596 horas. As aulas serão realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PE) nas unidades Areias – Recife, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru e Garanhuns. O curso tem início no primeiro semestre de 2020. As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas, e podem ser efetuadas entre os dias 18 e 22 de dezembro, exclusivamente pelo site www.celpe.com.br.

Além de desenvolver e fortalecer a formação profissional técnica qualificada com foco em segurança, a ação faz parte do compromisso da distribuidora com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que colocam a Igualdade de Gênero como uma das grandes metas globais a serem atingidas até 2030.

A capacitação conta com o apoio do Governo de Pernambuco. A Escola de Eletricistas para Mulheres é a primeira parceria firmada com uma instituição privada pelo Programa PE com Elas, coordenado pela Vice-Governadoria e desenvolvido pela Secretaria Estadual da Mulher.

Turmas mistas

A Escola de Eletricistas da Celpe já funciona para um público misto em sete municípios pernambucanos (Recife, Jaboatão, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Serra Talhada e Petrolina). Iniciada em 2018, a Escola formou mais de 300 eletricistas e, desse total, 215 foram contratados pela Celpe. Um aproveitamento de aproximadamente 70%. Para 2020, estão previstas mais de 20 novas turmas de formação. O objetivo é trazer esses novos profissionais para as mais de 600 vagas que devem ser abertas para contratação.

Sobre a Celpe

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,7 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes).

comece o dia bem informado: