Foram encontrados 59 resultados para "Setembro 2019":

As vagas são para turmas que vão do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e o quantitativo disponível depende da infraestrutura da unidade pretendida.
As vagas são para turmas que vão do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e o quantitativo disponível depende da infraestrutura da unidade pretendida.Foto: Rafael Medeiros

O Sesi-PE, a maior rede de ensino privado do Estado, abriu as pré-inscrições das matrículas para o ano letivo de 2020 das suas 12 unidades situadas na capital, no Agreste e no Sertão pernambucano. As vagas são para turmas que vão do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e o quantitativo disponível depende da infraestrutura da unidade pretendida.

Os pais ou responsáveis de novos estudantes devem comparecer à unidade mais próxima, portando as cópias do RG e CPF, e solicitar a inclusão do nome do aluno na lista de espera. Com média de 70% de aprovação em unidades e faculdades do país, o Sesi-PE é referência em direcionar os jovens para o mercado de trabalho. Seus alunos têm sido destaque nas Olimpíadas Brasileiras de Robótica, de Astronomia e Astronáutica, Biologia, Matemática e em torneios de marcas multinacionais, como LEGO® e Fórmula 1. Além de cobrar mensalidades de custo mais acessível em relação às outras escolas particulares concorrentes.

Atualmente, a instituição conta com unidades em Paulista, Ibura, Moreno, Vasco da Gama, Goiana, Cabo de Santo Agostinho, Escada, Belo Jardim, Camaragibe, Caruaru, Petrolina e Araripina. Todas as escolas possuem infraestrutura diferenciada, com salas climatizadas, bibliotecas, serviço de atenção psicológica, quadras poliesportivas, além de laboratórios de ciências, informática e robótica. A metodologia da Rede de Educação do Sesi-PE é baseada no modelo de ensino STEAM, que une Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. A aprendizagem significativa acontece de forma interdisciplinar e as aulas são dinâmicas com uso de metodologias ativas que estimulam a formação integral dos estudantes.

Concurso do IBGE
Concurso do IBGEFoto: Divulgação/IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou nesta quarta-feira (25) edital para preenchimento de 2.658 vagas temporárias do Censo Demográfico 2020. As oportunidades são para Coordenador Censitário de Subárea - com salário de R$ 3,1 mil - e Agente Censitário Operacional - cuja remuneração é de R$ 1,7 mil. [Confira o edital na íntegra abaixo]

As inscrições começaram nesta quarta e seguem até as 16h de 15 de outubro, exclusivamente no site da Fundação Getulio Vargas (FGV). A taxa inscrição custa R$ 58 para coordenador censitário e R$ 42,50 para agente censitário. Segundo o edital, são 1.343 vagas para coordenador e 1.315 para agente.

Leia também:
5 dicas de sobrevivência para trabalhar com criatividade
Pressão no trabalho e saúde mental

Para coordenador, é exigido ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), de categoria B, no mínimo. Já para as vagas de agente censitário, os candidatos devem ter ensino médio completo. A previsão de duração do contrato é de até 12 meses, com possibilidade de prorrogação em caso de necessidade do IBGE. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

Confira o edital:

O foco será desenvolver soluções tecnológicas e formação de mão de obra qualificada para indústria
O foco será desenvolver soluções tecnológicas e formação de mão de obra qualificada para indústriaFoto: Divulgação

A Universidade Federal Rural de Pernambuco inscreve, a partir desta quarta-feira (25), empresas de todo o Estado em seu programa de parceria, que é dividido em dois eixos: desenvolver soluções tecnológicas inovadoras para empresas e formar mão de obra qualificada para atuar na indústria. O programa é realizado pela Unidade Acadêmica do Cabo de Santo Agostinho (UACSA), especializada em Engenharia, para resolver demandas do setor produtivo. As empresas interessadas devem enviar e-mail para [email protected]

“Até o I Conecta UFRPE, estávamos voltados para atender, principalmente, as indústrias do polo de Suape, mas o evento gerou uma procura tão grande, que decidimos ampliar o acesso às demais empresas do Estado”, afirma Rafael Alves, presidente da Comissão de Relações Institucionais e Inovação da UACSA, responsável pelas parcerias. O I Conecta UFRPE ocorreu, no dia 17 deste mês, e aproximou a universidade das empresas, com estudos de caso e apresentação das demandas de empreendimentos industriais. As 120 vagas esgotaram rapidamente, formando uma lista de espera, e das 15 empresas participantes, oito estão em negociações avançadas para fechar parceria com a Universidade, entre elas duas do polo de Goiana. Dos projetos negociados, sete são para pesquisa e quatro para inserção dos alunos da UACSA em programas de estágio das empresas.

“O encontro nos fez perceber que havia uma demanda reprimida entre as empresas pela produção de um conhecimento que seja diretamente aplicado para agregar valor aos seus negócios e que essa demanda era muito maior do que havíamos pensado”, explica o diretor da UACSA, Marcos Oriá. Por isso, a Unidade disponibilizará pesquisadores com doutorado nas áreas de Engenharia de Materiais, Elétrica, Eletrônica, Mecânica, Civil, Física, Química, Matemática e Computação. Os alunos de graduação e pós-graduação, como os do mestrado de Engenharia Física, pioneiro no país, que alia os conceitos da Física às aplicações práticas da Engenharia, participarão das pesquisas e também de estágios.

"Outro ponto fundamental, é que as empresas parceiras também terão acesso a toda uma infraestrutura de pesquisa de última geração", ressalta o vice-presidente da Comissão de Relações Institucionais e Inovação da UACSA, Adriano Marques, ao mencionar os laboratórios, entre eles o Centro de Apoio à Pesquisa (Cenapesq), considerado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) como o melhor laboratório multiuso do Norte-Nordeste, e equipamentos de ponta, como o MEV com EDS, UPLC (ultra PLC), com configuração única no Norte-Nordeste, HPLC, ICP, RMN, FTIR, DRX, DSC e absorção atômica, empregados para efetuar diversas técnicas de análise e caracterização de materiais.

EM NEGOCIAÇÃO – As empresas que estão em negociações avançadas com a UACSA são a LM Wind Power, Deca, Terphane, High End, PQS (Petroquímica Suape, do Complexo Industrial Químico-Têxtil) e o Complexo Industrial Portuário de Suape, do polo industrial de mesmo nome, e a Vivix e Faurecia, do polo de Goiana.

“Fiquei muito impressionado com o evento. Inicialmente, trouxemos demandas mais primárias, porém nas salas temáticas acabaram surgindo novas demandas, como aperfeiçoamento do processo de pintura, automação e outros envolvendo a indústria 4.0”, analisou o gerente de Engenharia e Novos Projetos da Faurecia e FMM, Ailson Marques.

Os projetos que já estão sendo negociados para parceria são nas áreas de pesquisas de materiais para novos produtos, análise de resíduos sólidos para reaproveitamento no processo produtivo e soluções para energia e inovação tecnológica, além do desenvolvimento de laboratório de análise de circuitos e servo-motores. A LM Wind Power, Faurecia, Deca e High End estão estão abrindo seus programas de estágio para os alunos da UACSA. A High End mesmo já está em processo de contratação de uma estudante do curso de Engenharia Elétrica.

A reitora da UFRPE, Maria José de Sena, destacou que “a iniciativa corrobora com a missão institucional da UACSA, em fortalecer o desenvolvimento dos polos empresariais de Pernambuco, seja pelos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica, seja pela formação de recursos humanos altamente qualificados capazes de solucionar problemas reais, gerando ganhos sociais imprescindíveis nesse momento que o país atravessa”.

Unidades SESI com inscrições abertas
Unidades SESI com inscrições abertasFoto: Divulgação

Já estão abertas no Serviço Social da Indústria – Sesi Petrolina as pré-inscrições das matrículas para 2020 de alunos do Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano) e Ensino Médio (do 1º ao 3º ano). Os interessados devem comparecer a instituição para informação do nome do aluno visando a formação do banco (lista de espera). Serão disponibilizadas 100 vagas para o Ensino Fundamental II e 120 vagas para alunos do Ensino Médio.

Considerada uma das melhores escolas privadas de Pernambuco e referência pelo modelo de educação inovador (média de 70% de aprovação em universidades e faculdades do país), o Sesi Petrolina conclui o processo de pré-inscrição, no próximo dia 29 de novembro, quando passa a fazer as matrículas também de forma presencial. Os alunos ou responsáveis devem comparecer à entidade com as cópias do RG e CPF, certidão de nascimento, 2 fotos 3x4, comprovante de residência, declaração de quitação anual para débitos (para alunos oriundos de escolas particulares) e documento de transferência original.

Para a Diretora Escolar da unidade, Geanny Gonçalves, o sistema de pré-inscrição foi adotado devido ao grande número de alunos veteranos que desejam permanecer na instituição e também pela crescente procura de novos estudantes. “Oferecemos um ensino voltado para o mercado de trabalho e para a indústria do futuro com professores pós-graduados e com títulos de mestre e doutor”, ressaltou a diretora, adiantando ainda que a escola dispõe de uma excelente infraestrutura com salas climatizadas, bibliotecas, laboratórios de informática e ciências, atividades esportivas e atendimento psicológico, além de figurar atualmente como referência regional em robótica educacional.

A sede do Sesi Petrolina fica em frente ao Parque Municipal Josepha Coelho, 01, Centro. Mais informações: www.pe.sesi.org.br

No interior e Sertão do Estado, outras unidades da UPAE já foram inauguradas
No interior e Sertão do Estado, outras unidades da UPAE já foram inauguradasFoto: Divulgação

A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada e o Hospital Dom Malan, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina, informam que (especialmente para este Processo Seletivo) é necessário apenas inscrever ou atualizar o currículo no site do IMIP, na guia Trabalhe Conosco (clique aqui). Este acesso deve ser feito exclusivamente pelo computador, já que não possui suporte para smartphones.

É importante que fique claro que não haverá um processo seletivo com link disponível no site, então, basta o usuário entrar com o seu CPF e cadastrar/atualizar os seus dados pessoais. A triagem curricular será feita com base nesse banco de informações.

O Processo Seletivo vigente tem a duração de um ano e os candidatos aprovados serão chamados de acordo com a demanda e necessidade dos dois serviços.

Vale salientar que as inscrições tiveram início na sexta-feira (20) e prosseguem até o dia 30 de setembro, apenas pelo site, como explicado acima. Não valem currículos enviados por e-mail, redes sociais ou deixados na instituição.

Os candidatos triados na primeira etapa (de análise curricular), a partir do dia 01 de outubro, receberão uma convocação por telefone, mensagem de texto ou Whatsapp para a segunda etapa (prova escrita) classificatória/eliminatória. Portanto, é de suma importância que o candidato esteja com os seus dados cadastrais atualizados e válidos.

Os concorrentes devem apresentar, na segunda etapa da seleção, carteira profissional da sua classe vinculada ao estado de Pernambuco (declaração de entrada no conselho de Pernambuco ou transferência para o conselho do estado de Pernambuco também serão aceitos). A carteira do conselho deve estar atualizada e válida. O contrário implica em desclassificação.

Mais informações em nossas páginas oficiais no Facebook e Instagram: https://www.facebook.com/UpaeImip/; http://instagram.com/upaepetrolina; https://www.facebook.com/HDMIMIP/ e https://www.instagram.com/hdm.imip.

Fiepe
FiepeFoto: Divulgação

Seja na comercialização de um produto ou serviço, três aspectos farão parte do processo de venda: persuasão, negociação e cobrança. Essas habilidades, quando bem desenvolvidas, auxiliam na construção de um relacionamento duradouro com os clientes e aumentam a lucratividade da empresa. Para os profissionais do Agreste que buscam se capacitar de forma rápida e dinâmica, a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) está com inscrições abertas para uma oficina específica sobre esses temas, que acontecerá no dia 23 de outubro.

O objetivo da Fiepe é oferecer aos inscritos ferramentas para diversas situações de negociação, capacitando o participante para utilizar habilidades de comunicação e elaborar argumentações inteligentes. Além de ensinar técnicas de cobrança que sensibilizem o cliente a fazer um acordo e quitar a dívida. O domínio dessas estratégias irá garantir a satisfação, a abertura de contatos e a credibilidade profissional. Para isso, a oficina trará abordagens como: características dos negociadores eficazes, gatilhos mentais no processo de cobrança e resolução de conflitos extrajudiciais para sanar a inadimplência nos negócios.

A especialista em Comunicação de Alto Impacto e psicóloga comportamental, jurídica e organizacional Arquivânia Valéria será a instrutora da oficina. Com 12 anos de experiência em apresentações e treinamentos, atua também como mediadora de conflitos e arbitra extrajudicial, além de ser graduada em Direito. A experiência da instrutora irá auxiliar os participantes a conquistarem o aumento do poder de influência e persuasão, a aprender técnicas para conquistas, fazer uma negociação bem-sucedida e reter o cliente e alavancar os resultados financeiros da empresa, entre outros benefícios.

"É fundamental para o sucesso de um negócio que os seus profissionais estejam a aptos a alcançar metas e objetivos de forma mais ágil e isso acontece através da capacitação. A Fiepe entende que o sucesso de uma empresa depende da sua sustentabilidade financeira e da retenção e a conquista de novos clientes e mercados. Por isso, vamos dialogar sobre esses três aspectos fundamentais: persuasão, negociação e cobrança com a expertise de Arquivânia Valéria", justifica a coordenadora de operações da Fiepe no Agreste, Julienny Mary.

As inscrições para participar da oficina estão abertas e podem ser feitas pelo site da Fiepe (www.fiepe.org.br), pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone: (81) 3722.5667. O investimento é de R$ 165 que pode ser dividido em até 3x sem juros nos cartões. A FIEPE dispõe de uma política de descontos: até 20% para indústrias associadas. Para estudantes e idosos, o desconto é de 15% (no caso dos estudantes, é necessária a apresentação de comprovante estudantil).

Serviço:
Oficina Persuasão, Negociação e Cobrança
Data: 23 de outubro
Horário: 8h às 17h
Local: Auditório da Unidade Regional Agreste da Fiepe, na Rua Padre Félix Barreto, nº 79, Maurício de Nassau

fiepe

Trabalhar com criatividade
Trabalhar com criatividadeFoto: Divulgação

*Por Andie Linhares

Gosto de pensar que a criatividade move o mundo. É o que nos leva a buscar mais, questionar mais, pensar mais - e evoluir muito mais. Mas a criatividade não surge espontaneamente e também não é ensinada nas escolas, nem pelos nossos pais. Então, qual é o segredo? Se quisermos ser bons em algo, precisamos estudar, observar e treinar. Com a criatividade não é diferente. Pensando nisso preparei algumas dicas para manifestar seu lado criativo.

Leia e escreva mais – A leitura é um dos principais combustíveis para a criatividade. Enquanto lemos, nosso cérebro imagina as situações, cenários e falas, isso já é pura criatividade! O ideal é ler pelo menos um livro por mês. Escrever também é uma ótima ferramenta para incentivar pensamentos criativos. Uma boa dica para a escrita é iniciar aos poucos, podendo até ser em um diário. É um ótimo exercício para sair da zona de conforto e criar. Quando escrevemos nossas ideias, o cérebro começa a assimilar o fato de buscar todo tipo de solução criativa.

Assista filmes e escute música - Perceber os detalhes que compõe um filme é um ótimo exercício. A iluminação, a fotografia, o enquadramento, a trilha sonora, tudo é válido para treinar o olhar e o cérebro para observar coisas novas. Mesma coisa com a música. Coloque um bom álbum para tocar e perceba a harmonia nos instrumentos, as técnicas vocais do cantor, letras e rimas. Às vezes, quando analisamos com calma algo que sempre vemos e ouvimos, começamos a perceber coisas que nunca havíamos notado antes.

Seja pró-ativo e aja em busca de uma solução - A pró-atividade é gatilho para a criatividade. Quando tomamos uma atitude para solucionar um problema, geralmente percebemos que não havia motivos para ficarmos tão nervosos. Afinal, a maioria das vezes sua preocupação não torna-se um problema, pois há resolução. Quando buscar uma solução criativa, faça. Mesmo que seja pequeno, o fato de agir fará com que sua mente comece a se abrir para novas possibilidades. Pensar e agir sempre devem andar juntos. Do que adianta ser criativo e não colocar em prática?

Durma bem e aproveite os momentos de ócio - Por mais que tenha um grande volume de trabalhos a serem concluídos, evite criar o hábito de passar noites em claro. Em 2012, um estudo da Universidade de Georgetown descobriu que as regiões do cérebro relacionadas à criatividade aumenta seu ritmo de atividade durante o sono. A mente precisa descansar para ser mais produtiva. Assim também funciona para aqueles dias de muita pressão. Costumo dizer que deadlines são sempre assassinas da criatividade. Dar um tempo é fundamental. Quando bater aquele branco, procure uma distração. Saia para espairecer um pouco. Leia um livro, medite, observe a natureza e as pessoas - bem provável que um insight criativo aconteça no meio de alguma observação. Também indico por uma musiquinha baixa e simplesmente encarar o nada. É incrível o quanto de ideias podem surgir nessas situações.

Seja curioso - Todas as dicas de sobrevivência para ser mais criativo se resumem em uma principal: ser curioso. Curiosidade é porta para a criatividade, pois aumenta o conhecimento e incentiva o cérebro a buscar uma solução imediata para os desafios.

Quando viajamos e conhecemos outras culturas, várias ideias criativas vêm com a gente na mala. Mas se uma viagem não for possível no momento, busque informações através de livros, sites, blogs, documentários; tenha uma boa conversa com alguém bacana, seja no bar ou no portão de casa; observe os detalhes das construções e as características das pessoas em sua volta; estude outro idioma. Analise as situações. Não tenha medo de colocar seu senso crítico para funcionar. Buscando conhecimento, consequentemente a sua criatividade passa a se desenvolver e se manifestar de forma natural.

*Andie Linhares é estrategista marketing digital, especialista em branding e professora do curso de Gestão de Mídias Sociais do Centro Europeu (www.centroeuropeu.com.br), principal escola de Economia Criativa do Brasil

criatividade no trabalho

Criatividade no trabalho - Crédito: Divulgação

Pressão no ambiente de trabalho pode afetar o bem estar mental
Pressão no ambiente de trabalho pode afetar o bem estar mentalFoto: Greg Vieira / Arte FolhaPE

A cobrança por desempenho e cumprimento de metas, já bastante elevada em um mercado cada dia mais competitivo, costuma se intensificar nos últimos meses do ano, quando os prazos se apertam, criando um clima de maior pressão sobre os funcionários nas empresas e organizações. Para ajudar a enfrentar esse ambiente adverso e prevenir as doenças da mente relacionadas ao estresse no trabalho, a Folha de Pernambuco conheceu a história de alguém que vivenciou a situação e também consultou um especialista para sugerir cuidados por uma vida profissional mais saudável.


“Muitas vezes o empregado precisa entregar suas atividades com urgência, por excesso de cobrança ou falta de organização nas empresas onde trabalham. Mas, para se manter no emprego, o profissional se vê obrigado a aguentar a pressão, ter resiliência, criatividade e excelência com as suas entregas. O problema é que, sem perceber, pode estar prejudicando sua saúde mental”, explica o professor Allan Zeek, especialista em comportamento humano. “A verdade é que, cada vez mais, vivemos como máquinas, trabalhando sob pressão e com prazos apertados. Isso afeta o nosso sistema imunológico, nosso cérebro e pode, a longo prazo, causar distúrbios neuropsiquiátricos - como ansiedade, depressão e síndrome de Burnout, depressão em decorrência do trabalho”, alerta Allan.

E a cobrança muitas vezes parte do próprio funcionário. “Acabamos ficando com medo de sermos julgados como incompetentes e vergonha de não chegar ao tão desejado sucesso profissional”, aponta o especialista. 


Allan Zeek, professor e especialista em comportamento humano.

Allan Zeek, professor e especialista em comportamento humano. - Crédito: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco



Foi essa realidade que viveu o gaúcho Ibanez Saueressig. Ele atuava como advogado em um escritório, em Porto Alegre, onde recebia um volume excessivo de trabalho. “Chegávamos a cumprir mais de 60 prazos por dia . O prazo para um advogado é a diferença entre ter êxito numa ação ou não. Perdeu o prazo já era! Portanto, a pressão, mesmo que não exercida por algum superior ou algo assim, é muito grande pois está em jo­go a demanda do cliente e o sucesso do escritório”, lembra.

Depois de atuar cinco anos nesse ambiente, Ibanez resolveu abandonar a carreira de advogado e recomeçar a vida aos 30 anos de idade. “O que me surgiu à época foi o mercado de vendas. Atuei como vendedor de uma multinacional de telecomunicações. Nesse tipo de corporação você praticamente nem existe como indivíduo e sim como um número a ser controlado nas planilhas dos superiores. Sofríamos pressão por resul­tados desde a primeira hora de trabalho da segunda-feira até o último minuto do último dia do mês”, relata. 

Por conta do sobrecarga de estresse gerada no trabalho, por duas vezes ele teve que se submeter a tratamento psicoterápico e uso de medicação antidepressiva para regular o humor. “Com a ajuda da terapia percebi que eu estava ‘correndo’ para o lado errado da minha vida, querendo agradar a tudo e a todos, menos a mim. Resolvi então correr atrás do que realmente acreditava como verdade para o resto da minha vida. Sempre fui apaixonado por cinema, fotografia e artes visuais. Busquei montar uma estratégia de como eu poderia a partir daquele momento realizar essa transição de vida”, conta Ibanez. Hoje, trabalha como produtor audiovisual no Recife. 


O gaúcho Ibanez Saueressig, advogado e produtor audivisual, compartilhou sua histtória

O gaúcho Ibanez Saueressig, advogado e produtor audiovisual, compartilhou sua história - Crédito: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco

Vagas de emprego
Vagas de empregoFoto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

ASecretaria do Emprego, Trabalho e Qualificação divulgou o quadro de vagas das Agências Estaduais do Trabalho para a próxima segunda-feira, 23 de setembro de 2019. Há oportunidades em duas partes: em vermelho, as vagas para Pessoa Com Deficiência (PCD) e em preto aos demais. Confira os endereços e telefones das Agências do Trabalho no site da Seteq. Telefone da Agência da Boa Vista: 3183.7065.


Confira o quadro de vagas ou veja nas imagens abaixo:


Profissionais chamados devem se apresentar até a próxima quarta-feira, com documentos necessários para a contratação
Profissionais chamados devem se apresentar até a próxima quarta-feira, com documentos necessários para a contrataçãoFoto: Divulgação / Funase

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) está convocando mais 22 agentes socioeducativos para as unidades da instituição situadas no Grande Recife e em Caruaru, no Agreste do Estado. A lista dos profissionais chamados está disponível no site www.funase.pe.gov.br e no Diário Oficial do Estado. A apresentação presencial, com a entrega dos documentos necessários para a contratação, segue até a próxima quarta-feira (25), das 8h às 15h, em locais que variam conforme a região de convocação.

Para o Grande Recife, estão sendo convocados seis aprovados na seleção simplificada realizada em 2018. Eles devem se apresentar na sede da Funase, que fica na Avenida Conselheiro Rosa e Silva, 773, no bairro dos Aflitos, no Recife. Já para Caruaru, estão sendo chamados 16 candidatos da seleção simplificada realizada para o município. Esse grupo deve comparecer ao Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Caruaru, que fica na Estrada Carroçável, Sítio Lagoa dos Porcos, Boa Vista II, na zona rural.

Em ambos os casos, o não comparecimento será considerado desistência. A lista de documentos necessários para a contratação está disponível no site da Funase. Após essa fase, os novos agentes socioeducativos passarão por um processo de capacitação introdutória e, então, poderão começar a atuar nas unidades socioeducativas. No Grande Recife, informações podem ser esclarecidas por meio do telefone (81) 3184.5465. Já em Caruaru, estão disponíveis os telefones (81) 3719.9433 e 3719.9432.

comece o dia bem informado: