Foi encontrado 1 resultado para "Empreendedorismo":

In Loco, empresa inovadora no Recife.
In Loco, empresa inovadora no Recife.Foto: Arthur de Souza / Folha de Pernambuco

Apontada como uma das empresas mais promissoras do Porto Digital, a In Loco vai abrir 100 novas vagas de trabalho no Recife nos próximos 12 meses. A ampliação do quadro de pessoal será possível porque, nesta quinta-feira (13), a startup pernambucana mostrou que virou um gigante da tecnologia e captou um aporte de US$ 20 milhões – cerca de R$ 80 milhões – em uma rodada de investimentos em São Paulo.

O recurso vem de investidores nacionais e internacionais e vai permitir que a empresa lance novos produtos e amplie seus negócios, inclusive nos Estados Unidos. “É a maior rodada de investimento. Antes disso, tínhamos captado por volta de US$ 5 milhões nos quatro anos de empresa”, comemorou o CEO da In Loco, André Ferraz, destacando que, para dar suporte a essa ampliação, a empresa vai fazer novas contratações na sede, no Recife.

Leia também:
Porto Digital lança plano para graduação
Parceria do Porto Digital com iFood deve gerar contratações no Estado

“Vamos abrir várias vagas no Recife. Já no curtíssimo prazo, serão de 40 a 50 vagas para engenharia de software, cientista de dados e segurança da informação. Mas, no total, nos próximos 12 meses, serão mais de 100 vagas”, adiantou o CEO, lembrando que todas as informações sobre todas as novas oportunidades de trabalho ficam disponíveis no site da empresa.

Com a expansão dos negócios, a empresa, que também está presente em São Paulo e no Rio de Janeiro, ainda projeta a abertura de novos escritórios em Brasília e no Sul do País, possivelmente em Porto Alegre. Por isso, é possível que outras 40 novas vagas de trabalho sejam abertas pelo Brasil nos próximos 12 meses. Quando o escritório dos Estados Unidos estiver pronto, outras 30 oportunidades de trabalho devem ser criadas. “A gente quer dobrar o faturamento da empresa no Brasil esse ano. Vamos passar dos R$ 100 milhões”, projeta Ferraz.

Investimentos
Antes dessa rodada de investimento, o maior apoiador financeiro da In Loco era o fundo de investimentos sul-africano Nasper, que também está por trás da operação de empresas como a OLX e a Movile (dona do iFood) no Brasil. Agora, porém, a In Loco também receberá investimentos do fundo americano Valor Capital Group e do brasileiro Unbox Capital, cujo maior financiador é a família Trajano do Magazine Luiza.

“Conseguimos trazer investidores muito bons para o negócio. São duas visões diferentes, mas que vão nos ajudar bastante. O Valor Capital vai contribuir com a nossa expansão para os Estados Unidos. Já o Unbox Capital tem um conhecimento gigante sobre varejo, que é hoje o nosso principal segmento”, comentou Ferraz.

comece o dia bem informado: