Foram encontrados 2 resultados para "Capacitação":

Google é um dos parceiros do Projeto Ela Pode
Google é um dos parceiros do Projeto Ela PodeFoto: Patricia de Melo Moreira/ AFPA

A Secretaria da Mulher de Pernambuco e o Instituto Rede de Mulher Empreendedora iniciam, nesta quarta-feira (28), o Seminário de Formação do Projeto Mulher de Negócios – Ela Pode. Trata-se de uma parceira, através do Google, para capacitar 135 mil mulheres no Brasil e multiplicar o número de empreendedoras nas 12 Regiões de desenvolvimento de Pernambuco.

Nesta quarta-feira, Pernambuco estará sediando um dos seminários de formação de multiplicadoras que acontece, nos próximos três dias, no Bristol Recife Hotel & Suites Convention, localizado na Rua Maria Carolina, 661 Boa Viagem –Recife. Cerca de 70 mulheres vão participar da formação para conhecer e apreender as metodologias do Projeto Ela Pode.

O Ela Pode é o maior programa de capacitação de mulheres do país, com o intuito de treinar e capacitar mulheres que se interessam em ajudar outras a conquistarem sua renda própria e liberdade financeira, se tornando assim multiplicadoras. O projeto oferece capacitações presenciais para mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, para gerir seus negócios ou conseguir uma forma de renda.

O projeto vai trabalhar com temas de empreendedorismo, e softskills (motivação, autoestima, autoconfiança, assertividade, foco e tomada de decisão) utilizando a metodologia do Programa Ela pode realizado pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora, com o apoio da empresa Google.

A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, fará a abertura do evento e dará informações sobre o programa. Ela esclarece que as mulheres representam cerca de metade da população mundial e sua participação econômica pela via do empreendedorismo tende a produzir efeito multiplicador no crescimento econômico da sociedade. “A inclusão produtiva das mulheres mediante o empreendedorismo favorece a melhoria dos aspectos sociais, educacionais e indicadores de saúde tanto das empreendedoras quanto de suas famílias”, esclarece. Segundo estudo da Mckinsey Global Institute, a promoção da igualdade de condições de trabalho promoveria um incremento de cerca de 30% do produto interno bruto (PIB) brasileiro.

Portanto, existe uma correlação positiva entre maior produtividade econômica da mulher, principalmente de empresárias, e o crescimento econômico de um país (Weeks & Seiler, 2001). Além disso, o empreendedorismo representa forma relevante de empoderamento da mulher, contribuindo para a sua autonomia econômica, social, cultural e política.

A parceria poderá ser um espelho para outros estados do País
A parceria poderá ser um espelho para outros estados do PaísFoto: Divulgação

A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco realizou, nesta quinta-feira (6), a abertura de um grupo de trabalho inédito com o Comando Militar do Nordeste, que interage com 49,9 milhões de pessoas em 1.577 municípios brasileiros (28,35% do total) e tem cerca de 22 mil militares. O objetivo é criar um programa de capacitação que beneficie, inicialmente, um grupo determinado de jovens militares, de modo que eles tenham mais oportunidades de ingressar no mercado de trabalho após o término do serviço militar. A parceria poderá ser um espelho para outros estados do País, segundo o Comandante Militar do Nordeste, o general Freire Gomes.

“Até onde eu saiba, essa é uma iniciativa inédita que, para nós, tem um apelo muito grande. Agradecemos desde já à Secretaria do Trabalho do Estado de Pernambuco pela iniciativa. Pretendemos, sim, aprofundar esse trabalho, no sentido de transformar num convênio que vai redundar num benefício para a sociedade pernambucana, diretamente com os nossos soldados que ao saírem daqui, com apoio do governo estadual, estarão mais capacitados para assumirem as funções no Estado ou mesmo no Brasil. Vejo como uma iniciativa muito válida e que ela frutifique e que possamos cooperar com a juventude e o Estado de Pernambuco”, disse o general Freire Gomes.

Segundo o secretário Alberes Lopes, que foi ao CMNE acompanhado de sua equipe, como os secretários executivos Álvaro Jordão e Eric Santos, a parceria será pioneira no Nordeste. “Ficamos muito felizes com a receptividade. O CMNE é muito respeitado, sempre interage com ações subsidiárias na região Nordestina, uma região que sofre com a seca ou com cheias, e será importante para nós darmos essa contribuição, ajudando a capacitar esses quadros que também nos apóiam em momentos importantes”, observou o secretário.

O secretário Alberes Lopes ressaltou que o próprio CMNE tem um programa de capacitação chamado de “Soldado Cidadão”, que qualificou de 2003 a 2018 10.981 soldados. “A parceria é importante porque estaremos apoiando, principalmente, os jovens que não têm condições, que entram no Exército querendo uma oportunidade e, quando saem, não têm expectativa de emprego. Vamos estudar qual o melhor modelo de qualificação e fazer a intermediação, que é inédito”, declarou o secretário Alberes Lopes.

De acordo com Alberes Lopes, a Seteq também levará aos jovens algumas palestras sobre empreendedorismo. “É importante para qualquer pessoa ter noções sobre empreendedorismo, porque, mesmo que não administre um negócio, pode administrar o de outra pessoa. Vamos levar para eles esse tipo de aprendizado através de palestras e capacitações para que esses jovens possam ser inseridos no mercado de trabalho ou abrir um pequeno negócio. Foi muito boa a receptividade do general e vamos estar tocando essa parceria para ajudar esses jovens pernambucanos e estar dando esse apoio ao Exercito brasileiro”, concluiu Alberes Lopes.

Saiba mais – O primeiro encontro entre o secretário Alberes Lopes e o comandante geral do Nordeste, Freire Gomes, realizou-se no dia 27 de maio passado. Eles iniciaram o diálogo e, hoje, a equipe de ambos começou a estudar qual o melhor curso e quantas pessoas serão beneficiadas, inicialmente.

comece o dia bem informado: