Bolsa cai abaixo dos 100 mil pontos e dólar bate os R$ 4,51

No Brasil, o dólar sobe 0,73%, a R$ 4,51, novo recorde nominal

Dólar americanoDólar americano - Foto: Arquivo/Agência Brasil

A Bolsa de Valores brasileira opera novamente em forte queda nesta sexta-feira (28). Na mínima do dia, o Ibovespa recuou 3%, a 99.950 pontos, abaixo da marca histórica dos 100 mil pontos. No momento, o índice cede 2,2%.

Nos Estados Unidos, as Bolsas caem mais de 3% e na Europa, mais de 4%. Investidores no mundo todo seguem temendo que a rápida disseminação do novo coronavírus fora da China possa desencadear uma recessão global.

No Brasil, o dólar sobe 0,73%, a R$ 4,51, novo recorde nominal (sem contar a inflação). Dentre emergentes, o real é a terceira divisa que mais se desvaloriza na sessão, atrás apenas dos pesos argentino e chileno.

Leia também:
Dólar abre com alta de 0,6% e atinge R$ 4,50; Bolsas europeias caem
Bolsonaro culpa surto do novo coronavírus por alta de dólar


Este é o quinto pregão consecutivo em que a Bolsa brasileira registra baixa. Desde a volta de feriado de Carnaval, a queda acumulada é de quase 10%. Na quinta (27), o Ibovespa fechou em recuo de 2,6%, a 102.983 pontos, enquanto o dólar subiu 0,6%, a R$ 4,77, chegando ao novo recorde nominal.

Veja também

Instabilidade no serviço de nuvem da Amazon derruba ferramentas da plataforma nesta terça (7)Amazon

Instabilidade no serviço de nuvem da Amazon derruba ferramentas da plataforma nesta terça (7)

Secretaria de Saúde de Olinda abre seleção para médicos com salários a partir de R$ 2,5 milOportunidade

Secretaria de Saúde de Olinda abre seleção para médicos com salários a partir de R$ 2,5 mil