Economia

Bolsa de Valores de São Paulo abre em alta

No 9° dia de paralisações e desabastecimentos, Ibovespa subiu 1,56% às 10h23 desta terça-feira

Bolsa de valoresBolsa de valores - Foto: Reprodução/Internet

Reflexo das incertezas pelo fim da greve dos caminhoneiros após o nono dia de paralisações e desabastecimento de combustível e produtos, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) abriu o pregão desta terça-feira (29) oscilando entre uma pequena alta de 0,36%, com 75.624 pontos às 10h07, subindo para 1,56% com 76.528 às 10h23.

O Ibovespa despencou mais de 4% na segunda-feira (28), com investidores preocupados com os reflexos da greve dos caminhoneiros nas contas públicas e no ajuste fiscal do governo. As ações da Petrobras desvalorizaram mais de 14%, com as ações preferenciais (preferência na distribuição de dividendos) caindo 14,59% e as ações ordinárias (direito a voto em assembleias) recuando 14,06%.

Leia também:
Dólar sobe 1,8% e fecha a R$ 3,52; Bolsa cai 3,85%
Ações da Petrobras caem 14% e puxam índice Bovespa para baixo


A alta nos primeiros negócios desta terça-feira (29) significa que os investidores continuam atentos aos desdobramentos da greve dos caminhoneiros e com o ritmo de votação das propostas apresentadas pelo governo ao Congresso Nacional relacionadas aos tributos dos combustíveis.

Veja também

ANP aprova prorrogação contratual de produção de campos petrolíferos
Petróleo

ANP aprova prorrogação contratual de produção de petrolíferos

Fila para perícia no INSS já passa de 1,09 milhão; médicos voltam ao trabalho na segunda (23)
Perícia médica

Fila para perícia no INSS já passa de 1,09 milhão; médicos voltam ao trabalho na segunda (23)