A-A+

Bolsonaro defende venda direta de etanol pela usina

Segundo Bolsonaro, isso pode diminuir o preço do litro do etanol em 20 centavos, aumentando a competitividade desse combustível

Etanol hidratado e anidroEtanol hidratado e anidro - Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesse domingo (12) medidas na área de combustíveis. Após reafirmar que "não tem ingerência" na política de preços da Petrobras, ele disse que os usineiros deveriam vender etanol diretamente para os postos de gasolina, sem a necessidade de intermediação de uma distribuidora.

Segundo Bolsonaro, isso pode diminuir o preço do litro do etanol em 20 centavos, aumentando a competitividade desse combustível em relação à gasolina. "Se agirmos com racionalidade, temos como buscar soluções para o nossos problemas", concluiu o presidente.

Leia também:
Governo vai corrigir tabela do IR em 2020 pela inflação, diz Bolsonaro
Intervenção no preço do combustível afasta investimentos, diz especialista


Bolsonaro defende que usineiros deveriam vender etanol diretamente para os postos de gasolina, sem a necessidade de intermediação de uma distribuidora.

Veja também

Com faturamento de R$ 41 bi, mercado pet já vende mais que linha branca
Economia

Com faturamento de R$ 41 bi, mercado pet já vende mais que linha branca

Agenda social ainda é pilar frágil no agro mesmo com avanços
Agronegócio

Agenda social ainda é pilar frágil no agro mesmo com avanços