BR-101 receberá aporte de R$ 260 milhões para recuperação

Será retirado o concreto para a implantação de asfalto flexível e, ainda, que serão recuperados todos os acesso

Jorge Federal (PR) é o presidente da Câmara de Vereadores de OlindaJorge Federal (PR) é o presidente da Câmara de Vereadores de Olinda - Foto: Nathália Bormann/Arquivo Folha

 

Incluída no programa Caminhos do Desenvolvimento, a BR-101 terá um trecho recuperado, e ele começa no entroncamento com a PE-15 e vai até a fábrica da Coca-Cola, em Jaboatão dos Guararapes, somando 30 quilômetros. A obra está orçada em R$ 260 milhões com 90% da verba oriunda de convênios do Estado com o Governo Federal e 10% disponibilizados pelos cofres pernambucanos. A previsão de início é março de 2017, com conclusão prevista para o segundo semestre de 2018.

“O dinheiro já está pactuado. Nós estamos iniciando obras que vão recuperar a BR-101 entre Paulista e Jaboatão, que hoje é a área mais afetada. Ela vai continuar duplicada, mas será totalmente recuperada para o ir e vir das pessoas”, comentou o governador Paulo Câmara.

Segundo o secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, pelo menos 38.410 veículos passam pelo trecho durante o dia. Ele também afirmou que será retirado o concreto para a implantação de asfalto flexível e, ainda, que serão recuperados todos os acesso, além de uma nova passarela em frente ao Hospital das Clínicas. “Será totalmente quebrada e refeita com uma nova solução de engenharia, com muito mais segurança para a população e terá uma nova rodovia na BR-101”, disse Oliveira.

 

Veja também

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões
economia

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões
Loterias

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões