Brasil firma parceria com Portugal para cooperação em centro de investigação

Ideia é envolver no projeto, além de Portugal e Brasil, países como o Canadá, EUA, África do Sul, Angola, Marrocos e estados europeus

Senador Humberto Costa ( PT )Senador Humberto Costa ( PT ) - Foto: Divulgação

Brasil e Portugal farão, em abril de 2017, nos Açores, uma cúpula luso-brasileira para firmar cooperação bilateral na criação do Centro de Pesquisa Internacional dos Açores (Air Center, na sigla em inglês).

O Air Center será um grande centro internacional de investigação, instalado no arquipélago português. De acordo com o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, a ideia é desenvolver o projeto em estreita colaboração com o Brasil e suas ilhas de Fernando de Noronha, São Pedro e São Paulo, e “criar uma nova plataforma entre todas as nações atlânticas, seja da África, da América ou da Europa."

O Brasil participará de uma rede de estações de tratamento de dados de satélite que vai incluir os Açores e Cabo Verde, cobrindo toda a região do Atlântico e o oeste do Mediterrâneo.

"Será criada uma nova rede de experimentação e de investigação por satélite que irá contar com a capacidade que o Brasil tem no setor espacial", afirmou o ministro da Ciência português.

Durante um encontro, por ocasião da Conferência de Chefes de Estado da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), em Brasília, na semana passada, Manuel Heitor e o seu homólogo brasileiro, Gilberto Kassab, se comprometeram a convidar outros países do Atlântico a participar do encontro nos Açores.

Heitor propôs ainda a Kassab a realização da 1º Semana de Ciência Brasil-Portugal, com lançamento planejado para junho, no Brasil. "Seria um evento de promoção da cooperação acadêmica e divulgação científica", afirmou.

Entre os objetivos do centro de investigação espacial está a cooperação nas áreas do ensino e dos negócios na região do Atlântico. A ideia é envolver no projeto, além de Portugal e Brasil, países como o Canadá, EUA, África do Sul, Angola, Marrocos e estados europeus.

De localização geográfica estratégica, o centro de pesquisa terá infraestrutura para abrigar uma base espacial, instalações para medição de radiação atmosférica e um departamento de oceanografia e pesca.

De acordo com a Aicep (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), o projeto quer atrair investimento estrangeiro para as áreas espacial, de energia, oceanos e clima.

Veja também

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil
Moeda

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil

Bolsonaro se irrita com homem que pediu para baixar preço do arroz
Arroz

Bolsonaro se irrita com homem que pediu para baixar preço do arroz