Brasil vai aguardar a melhor oferta no 5G, diz Bolsonaro

O presidente brasileiro contou que conversou reservadamente com Donald Trump, dos EUA, sobre a empresa chinesa Huawei, detentora da tecnologia 5G

InternetInternet - Foto: Issouf Sanogo / AFP

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta sexta-feira (25) que o Brasil vai aguardar a melhor oferta no leilão da tecnologia 5G e que não se posicionará agora sobre a disputa entre China e Estados Unidos.

"Não podemos ficar atrás da tecnologia", afirmou Bolsonaro, mas logo acrescentou que "o Brasil sempre primou por buscar o comércio e não ferir suscetibilidades". O presidente brasileiro contou que conversou reservadamente com Donald Trump, dos EUA, sobre a empresa chinesa Huawei, detentora da tecnologia 5G.

Leia também:
Tim instala primeiro laboratório 5G no Nordeste
Samsung lança primeiro smartphone 5G do mundo
Coreia do Sul, 1ª no mundo a propor cobertura 5G nacional


Os EUA têm feito campanha aberta contra a gigante chinesa. O país impôs sanções contra a Huawei, alegando que a companhia representa um risco à segurança nacional.
O assunto não foi tratado entre Bolsonaro e o dirigente chinês Xi Jinping e se tornou praticamente um tabu durante a visita à China.

Zhao Bentang, diretor de América Latina do Ministério das Relações Exteriores do país, afirmou que os dois presidentes não se referiram concretamente a nenhuma empresa, mas manifestaram vontade de reforçar a cooperação e o investimento. "Entendo que todas as empresas estão incluídas. Até porque vamos aprofundar a cooperação tecnológica e digital", disse o funcionário chinês.

Veja também

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise
Coronavírus

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise

Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo
Transporte

Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo