Crédito

Caixa anuncia nova linha de crédito imobiliário

Inicialmente serão disponibilizados R$ 30 bilhões para a nova modalidade

Caixa anuncia nova linha de crédito imobiliárioCaixa anuncia nova linha de crédito imobiliário - Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta quinta-feira (25), uma nova linha de financiamento habitacional. Chamado de Crédito Imobiliário Poupança Caixa, ele estará disponível para contratação a partir do dia primeiro de março. A divulgação foi feita pelo presidente do banco, Pedro Guimarães, em transmissão on-line. Além do novo crédito, também foram divulgados os resultados da carteira de habitação de 2020.

Na nova linha de crédito, a taxa de juros é variável conforme o rendimento da poupança. A composição da taxa fica da seguinte forma: Taxa Referencial (TR) + Remuneração da poupança + Taxa conforme o perfil do cliente. No primeiro momento serão disponibilizados R$ 30 bilhões para a nova modalidade, podendo aumentar conforme a demanda. Além disso, o prazo para o pagamento é de 35 anos.

A remuneração da poupança varia de acordo com a Selic. Quando a Selic for igual ou inferior a 8,5% ao ano, a taxa correspondente à remuneração é de 70% da Selic. Abaixo de 8,5%, a taxa de remuneração fica fixa em 6,17% ao ano. A tarifa final, considerando o valor das taxas atuais – Selic 2% e TR zerada - varia de 4,75% a 5,39%, de acordo com o perfil do cliente. “Nós temos uma expectativa muito grande de adesão a essa nova linha com remuneração pela poupança (...) Estamos com a menor taxa de juros da história, os preços dos imóveis ainda não se recuperaram totalmente, então temos um momento muito importante para o financiamento imobiliário”, projetou Pedro Guimarães.

Resultados 2020

Na apresentação, o presidente da Caixa divulgou os resultados da carteira de habitação do banco. No total, foram concedidos R$ 509 bilhões para pessoas adquirirem imóveis, com 5,6 milhões de contratos fechados. O resultado manteve o banco como maior financiador de imóveis do país, com participação de 68,8% no mercado. “O segmento imobiliário é o coração da Caixa Econômica Federal”, disse Pedro Guimarães.

Em 2020, foram construídos 2,3 mil novos empreendimentos, gerando 791,8 mil empregos diretos e indiretos. “O foco imobiliário é algo fundamental. Ele gera resultado, gera emprego e gera um crescimento econômico, sem dúvida nenhuma”, ressaltou o presidente da Caixa.

Pedro Guimarães também destacou as medidas que a instituição adotou devido à Covid-19. “Nós tivemos uma alta relevante de inadimplência nos meses de abril, maio e junho de 2020, devido à Covid. Mas ela foi muito reduzida, basicamente, porque nós realizamos 2,5 milhões de pausas e, em dezembro, 97,8% das famílias já tinham terminado a pausa. Basicamente todas as famílias já encerraram a pausa, demonstrando a qualidade do crédito e a maneira que nós ajudamos a população”, explicou.

Veja também

Brasil recua no ranking global dos países com maior PIB per capita em 2020
Economia

Brasil recua no ranking global dos países com maior PIB per capita em 2020

Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia
Economia

Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia