Ford

Câmara de Taubaté envia ofício à Ford para que reveja decisão de fechar unidade na cidade

'É preocupante que uma indústria geradora de 830 empregos diretos e mais de 600 empregos indiretos tenha suas atividades encerradas abruptamente', disse o presidente da Câmara Municipal

Trabalhadores da FordTrabalhadores da Ford - Foto: CLAUDIO CAPUCHO / AFP

Após o anúncio do encerramento da produção da Ford no Brasil, o presidente da Câmara de Taubaté (SP), o vereador Paulo Miranda (MDB), encaminhou, nesta terça, (12), ofício ao gerente-geral da indústria automobilística, Guilherme Neto, pedindo que reveja a decisão de fechar a unidade no município.
 
Segundo informação da própria Câmara Municipal de Taubaté, o vereador destacou a importância em empreender esforços em conjunto para contornar os problemas financeiros da fábrica.

“É preocupante que uma indústria geradora de 830 empregos diretos e mais de 600 empregos indiretos tenha suas atividades encerradas abruptamente, sem que, antes, seus trabalhadores tenham a oportunidade de buscar uma solução favorável para a manutenção de seus empregos”, afirmou o presidente da Câmara.

Ainda de acordo com a Câmara de Taubaté, Miranda esteve em frente à sede da montadora na manhã de terça (12) para acompanhar a manifestação feita pelos trabalhadores da Ford.

“Foi com perceptível surpresa que tomamos conhecimento, na última segunda (11), do fechamento da planta da Ford em Taubaté e a demissão de seus funcionários. É fato incontestável que a Ford contribuiu extraordinariamente para o desenvolvimento socioeconômico da cidade desde a sua instalação”, registrou o parlamentar no documento enviado à Ford.


No site da Câmara de Taubaté, a informação é de que o parlamentar coloca-se à disposição para se reunir com representantes da Ford e seus colaboradores para “contribuir com ações norteadoras à manutenção dos empregos gerados pela indústria automobilística taubateana”.

A Ford anunciou, na última segunda (11), que vai fechar todas as suas fábricas no Brasil neste ano. Além da unidade de Taubaté, no interior de São Paulo, serão fechadas as fábricas de Camaçari (BA) e a da Troller, em Horizonte (CE).

Veja também

Confiança do Empresário apresenta queda em janeiro
Comércio

Confiança do Empresário apresenta queda em janeiro

7 em cada 10 não encontraram fonte de renda para substituir auxílio emergencial, diz Datafolha
Auxílio Emergencial

7 em cada 10 não encontraram fonte de renda para substituir auxílio emergencial, diz Datafolha