Carnaval deve gerar 5,7% menos receita do que em 2016

Valor total da arrecadação será cerca de R$ 5,8 bilhões

Carnaval de OlindaCarnaval de Olinda - Foto: Jan Ribeiro/Arquivo Prefeitura de Olinda

As atividades turísticas ligadas ao Carnaval devem movimentar, este ano, aproximadamente R$ 5,8 bilhões, segundo pesquisa divulgada nesta segunda (6) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Apesar da expectativa, o volume de recursos movimentado deve ser 5,7% menor do que o apurado no mesmo período do ano passado e o pior desempenho das atividades turísticas para esse período dos últimos três anos.

O levantamento mostra que serviços de alimentação em bares e restaurantes vão responder por 57,3% da receita, o equivalente a R$ 3,31 bilhões. O transporte rodoviário deve movimentar por R$ 977,9 milhões e os serviços de alojamento em hotéis e pousadas, R$ 652,5 milhões.

Segundo a CNC, se descontada a inflação, a queda real do faturamento será a maior dos últimos cinco anos, de 8,6%. “Apesar da tendência recente de uma menor variação dos preços dos serviços típicos nesta época do ano, a retração real da renda tem imposto a necessidade de ajustes frequentes no orçamento das famílias, através da postergação dos gastos não essenciais, como é o caso do lazer”, disse o economista Fábio Bente, da CNC.

Veja também

Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
Economia

Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE

PCR oferece 130 vagas em cursos profissionalizantes para participantes do Mãe Coruja
OPORTUNIDADE

PCR oferece 130 vagas em cursos profissionalizantes no Mãe Coruja