Celpe dá descontos de 50% para painel solar

Empresa vai subsidiar a compra dos sistemas a partir de segunda. Até 2020, meta é atender 500 clientes em Pernambuco

Placas solaresPlacas solares - Foto: Divulgação

 

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) vai conceder descontos de 50% para a compra de painéis solares por parte de clientes residenciais que tenham interesse em gerar parte da própria energia. A iniciativa faz parte do Projeto Bônus Solar, que será lançado na próxima segunda-feira, e irá subsidiar a compra dos sistemas fotovoltaicos. Até 2020, o programa vai atender 500 clientes em Pernambuco.

O projeto é viabilizado por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Para ter acesso ao desconto, é preciso se inscrever no site ww.neoenergiasolar.com/celpe. O primeiro lote será aberto já na segunda-feira, com 150 sistemas disponíveis, e os demais lotes terão suas datas divulgadas posteriormente pela Companhia. No programa serão disponibilizados quatro kits de sistemas, onde o consumo médio varia de 350 a 650 kWh por mês, que proporcionam uma economia de até 90% na conta de energia, com um investimento que varia de R$ 5.619 a R$ 9.963. 

Leia também:
Celpe investe R$ 376 mi em Pernambuco 
Celpe inaugura nova loja de atendimento na Zona Sul

Os municípios que serão contemplados pelo programa são Jaboatão dos Guararapes, Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ipojuca, Moreno, Olinda, Paulista, Recife e São Lourenço da Mata.

A Gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Mascarenhas, destaca que as solicitações para o projeto vão passar por uma análise de cadastro e técnica. “Só os consumidores residenciais podem participar do projeto e a gente tem um limite de 500 sistemas. Vamos abrir lotes de inscrição, lotes de 150 vagas, as pessoas se inscrevem e vamos avaliar se o telhado atende, se o WiFi é correto, o quadro de energia, se tiver tudo certo ele é liberado, assina um contrato, paga 50% do valor via boleto, e o restante é pago pela Celpe”, disse a Gerente. 

Caso o cliente não consiga o cadastro para o primeiro lote do programa, Ana Mascarenhas recomenta que a inscrição seja feita para receberem uma notificação informando a data do próximo lote. “As pessoas precisam ficar atentas porque quando fechamos o lote, não tem como fazer, só quando liberar. É importante fazer esse cadastro, mesmo que a inscrição fique fechada, mas para avisarmos o próximo lote”, reforçou. 

Com o recurso, o cliente de geração distribuída tem o sistema conectado à rede elétrica da Celpe, e a energia gerada é consumida diretamente na unidade, e convertendo em créditos para as próximas contas. 

 

Veja também

Produtividade na indústria cai 2,5% no primeiro trimestre, diz CNI
Economia

Produtividade na indústria cai 2,5% no primeiro trimestre, diz CNI

Segundo semestre deve ser de 'retomada robusta' da economia com vacinação, diz BC
Economia

Segundo semestre deve ser de 'retomada robusta' da economia com vacinação, diz BC