Cervejaria Ekaut vai triplicar a produção

Cervejaria artesanal pernambucana está ampliando a fábrica que mantém no Recife para poder produzir 90 mil litros/mês

EkautEkaut - Foto: Divulgação

Projetando um crescimento de 80% para este ano, a cervejaria artesanal pernambucana Ekaut vai triplicar a sua capacidade produtiva nos próximos dois meses. A marca está ampliando a fábrica que mantém na Guabiraba, Zona Norte do Recife, para poder produzir até 90 mil litros por mês. O investimento é de R$ 3 milhões e, além de consolidar a planta como uma das maiores do segmento no Estado, vai permitir que a Ekaut atenda todo o Nordeste.

“Com a expansão, pretendemos consolidar nossa presença no Nordeste, chegando a novos mercados e dedicando um esforço maior a mercados fortes como Salvador e Fortaleza”, contou o sócio da Ekaut, Diogo Chiaradia. Ele explicou que, hoje, como a produção gira em torno de 30 mil litros/mês, a marca não consegue atender a todos os mercados, ficando basicamente em Pernambuco, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte. Com a ampliação, será possível, portanto, vender para todos os estados do Nordeste. “Estávamos com o mercado reprimido, com vendas maiores que a produção”, revelou o empresário.

Leia também:
Banco e cervejaria recebem maiores descontos no Refis
Cerveja: saiba os cinco mitos mais comuns sobre a bebida mais antiga do mundo


Para acelerar a produção da fábrica, que vai passar a ocupar uma área de 1,3 mil metros quadrados, a Ekaut ainda vai contratar de 10 a15 novas pessoas neste ano. A marca, que acaba de ser premiada no Festival Brasileiro da Cerveja com a Extra Stout, também promete lançar três novos rótulos em 2018. Já os sabores mais procurados devem passar a ser vendidos em garrafas menores, do estilo long neck, para que a Ekaut ganhe mais frentes do mercado cervejeiro.

Por isso, a marca já aproveitou as obras da fábrica para criar a infraestrutura necessária para a próxima onda de ampliação. A ideia é ter condições de produzir 200 mil litros/mês já ao fim de 2019. “No ano passado, recebemos um novo grupo de sócios que acelerou o nosso plano de investimento, previsto para acontecer em um prazo maior”, explicou Charadia, sem revelar o montante investido pelos novos sócios, nem o tempo que a empresa deve levar para passar a produzir efetivamente os 200 mil litros/mês. “O mercado que vai dizer a velocidade”, disse.

Até agora, contudo, esse ritmo tem sido acelerado. Desde que foi fundada, em 2016, a Ekaut tem crescido cerca de 140% ao ano. E, para este ano, a expectativa é aumentar o faturamento em 80%, chegando a R$ 6 milhões ou R$ 7 milhões anuais.

Veja também

Pix terá serviço de cobrança semelhante a boleto
pix

Pix terá serviço de cobrança semelhante a boleto

Bolsa reage e volta a subir após quatro sessões de queda
BOLSA DE VALORES

Bolsa reage e volta a subir após quatro sessões de queda