Economia

Cesta básica da RMR cai em novembro; preço da cebola varia mais de 300% entre locais

Em comparação ao mês de novembro de 2020, o valor da cesta era de R$ 498,32, o que correspondia a 47,69% do salário mínimo

Pesquisa do Procon-PEPesquisa do Procon-PE - Foto: Divulgação/Procon-PE

A cesta básica do Recife apresentou queda de 2,66% no mês de novembro. A pesquisa, realizada pelo Procon Pernambuco, foi feita nos municípios de na Região Metropolitana do Recife (RMR) e nos municípios de Goiana, Gravatá, Vitória de Santo Antão, Carpina e Palmares.

Na RMR, a cesta passou de R$ 573,11, em outubro, para R$ 557,88, no mês de novembro. Em novembro de 2020, o valor da cesta era de R$ 498,32, o que correspondia a 47,69% do salário mínimo

O custo das despesas setorizadas referente a novembro são de: R$ 518,21 para alimentação, cerca de 93% do valor total; R$ 20,05 para limpeza doméstica (4%); e R$ 19,62 é destinado para higiene pessoal (3%).
 

A pesquisa do Procon foi realizada em 75 estabelecimentos da RMR, e 27 produtos são monitorados todos os meses. 19 desses produtos são de alimentação, quatro de limpeza doméstica e quatro de higiene pessoal. 

Diferença de preços 
Um quilo da cebola registra uma diferença de 301,52% entre o menor e maior preço. O alimento foi encontrado por R$ 1,98 em um local e R$ 7,95 em outro. Se comparado ao mês anterior, o quilo da cebola apresentou um aumento de 24,53%, de R$ 1,59, para R$ 1,98.

Já o leite em pó integral apresenta uma queda de 14,93% em comparação ao mês de outubro. 200 gramas do produto custava R$ 4,69, e em novembro foi encontrado por R$ 3,99.

Veja também

Estudo da OIT aponta recuperação lenta do mercado de trabalho em 2022Economia

Estudo da OIT aponta recuperação lenta do mercado de trabalho em 2022

Sesi-PE oferece mil vagas gratuitas para Ensino de Jovens e Adultos em 2022; saiba como se inscreverPernambuco

Sesi-PE oferece mil vagas gratuitas para Ensino de Jovens e Adultos em 2022; saiba como se inscrever