Cloudflare rompe com site 8chan após massacre no Texas

O presidente-executivo da Cloudflare, Matthew Prince, descreveu o site como um "poço negro de ódio"

Cloudflare, empresa de segurança e infraestrutura digitalCloudflare, empresa de segurança e infraestrutura digital - Foto: Cloudflare/Reprodução

A empresa de segurança e infraestrutura digital Cloudflare anunciou no domingo que não continuará prestando serviços ao 8chan, site em que o atirador de El Paso teria publicado um "manifesto" racista antes de assassinar 20 pessoas. 

Em um post de blog anunciando a medida, o presidente-executivo da Cloudflare, Matthew Prince, descreveu o site como um "poço negro de ódio".

"O 8chan se encontra entre os mais de 19 milhões de sites da Internet que utilizam o serviço da Cloudflare. Acabamos de enviar um aviso de que estamos cancelando o 8chan", garantiu Prince.

"O motivo é simples: demostraram ser anárquicos, e essa anarquia causou diversas mortes trágicas. Mesmo se o 8chan não tiver descumprido a lei ao se negar a moderar sua comunidade cheia de ódio, criaram um ambiente que se deleita de violar seu espírito".

Outros extremistas de direita, misóginos e teóricos da conspiração publicam no 8chan, que não modera o conteúdo.

A medida da Cloudflare retira a segurança cibernética e outros serviços do 8chan, que pode ficar exposto a ataques distribuídos de negação de serviço (também conhecido como DDoS), no qual hackers derrubam um site após inundá-lo com tráfego falso.

O 8chan estava offline na manhã desta segunda, e seu administrador tuitou que vão migrar para um novo serviço.

Leia também
EUA: autoridades buscam pistas sobre atentados no Texas e em Ohio
Massacre em hipermercado no Texas deixa ao menos 20 mortos
Polícia investiga se manifesto anti-imigração foi escrito por autor de massacre no Texas

Acredita-se que pouco antes do ataque a tiros de El Paso, no sábado, o suspeito - um homem branco identificado pela imprensa como Patrick Crusius - publicou um "manifesto" racista no 8chan, que inclui trechos contra a "invasão hispânica" do Texas.

O fundador do 8chan, Frederick Brennan, que já cortou laços com o site, disse que ele deveria ser fechado. Atualmente, o portal é propriedade de Jim Watkins, veterano de guerra americano que vive nas Filipinas. 

Veja também

Pandemia segura recuperação do setor de seviços, aponta IBGE
Economia

Pandemia segura recuperação do setor de seviços, aponta IBGE

PIB do terceiro trimestre mostra recuperação em V, diz Paulo Guedes
Economia

PIB do terceiro trimestre mostra recuperação em V, diz Paulo Guedes