Comitê monitora abastecimento em Pernambuco

Entre as medidas adotadas, destacam-se o monitoramento 24hrs de toda a cadeia produtiva e distributiva

Segundo Maíra Fischer, controle é feito 24hrs por diaSegundo Maíra Fischer, controle é feito 24hrs por dia - Foto: Divulgação

Para garantir o pleno abastecimento das gôndolas em Pernambuco, foi criado no último dia 19, o Comitê Especial de Abastecimento, capitaneado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Entre as medidas adotadas, destacam-se o monitoramento 24hrs de toda a cadeia produtiva e distributiva, garantindo que não haja falta de produtos, e a ampliação no tempo de uso de incentivos fiscais pelo setor atacadista.

A medida de ampliação no tempo de uso de incentivos fiscais visa permitir a formação de estoques mais amplos em um cenário de aumento da demanda, garantindo o abastecimento do varejo. “Verificamos que, por conta do Coronavírus, as pessoas estavam comprando mais nos supermercado e que as centrais de distribuição precisavam de um estoque maior. Então permitimos essa ampliação do tempo para que possam usufruir do crédito em impostos que agora tem”, avalia a secretária executiva de Políticas de Desenvolvimento Econômico do Estado e coordenadora do Comitê, Maíra Fischer.

Esse ajuste foi possível graças ao Decreto 48.838, de 23 de março de 2020. Ainda de acordo com ela, o acompanhamento do comitê nessa relação de oferta e demanda diretamente vem respondendo positivamente para os consumidores.

Leia também:

Bolsonaro pede desculpas por compartilhar vídeo de desabastecimento sem checar

Câmara aprova ajuda da União a estados e municípios para enfrentar coronavírus

Mesmo sem publicar, Bolsonaro diz que auxílio emergencial começa a ser pago na próxima semana

“Procuramos não prejudicar nenhum elo da cadeia e resolver o problema o mais rápido possível, caso ocorra. E isso vem sendo conquistado. O monitoramento funciona 24 horas por dia, então a ação é rápida quando a gente sente qualquer possibilidade de desabastecimento. Foi o que movimentou a alteração do decreto para os atacadistas, prontamente atendida pelo governador Paulo Câmara”, detalha Maíra.

Ela ressalta ainda que a medida é para o atacado, mas apenas para itens considerados essenciais, como alimentos, produtos de higiene e limpeza, entre outros. Interligando o setor supermercadista às centrais de distribuição e indústrias, o Comitê monitora mais de 200 estabelecimentos do comércio de alimentos e produtos essenciais.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

MP da Eletrobras é 'onerosa', mas melhor que nada, diz Salim Mattar, ex-secretário de Guedes
Privatização

MP da Eletrobras é 'onerosa', mas melhor que nada, diz Salim Mattar, ex-secretário de Guedes

Após adiar calendário, governo prevê R$ 20 bi para pagar abono do PIS/Pasep em 2022
PAGAMENTO

Após adiar calendário, governo prevê R$ 20 bi para pagar abono do PIS/Pasep em 2022