Compesa lança projeto em Olinda

“Com essa obra, vamos ter mais controle do sistema, reduzir perdas e aumentar a ofertar de água”, explicou o diretor Regional Metropolitano, Fernando Lôbo

Líder do PSB na Câmara Federal, Tadeu Alencar.Líder do PSB na Câmara Federal, Tadeu Alencar. - Foto: Sérgio Francês / Divulgação

Até 2018, um projeto da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) promete acabar com o racionamento de água em 14 bairros mais populosos de Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Batizado de Olinda + Água, o empreendimento vai possibilitar melhorias no abastecimento com a implantação e substituição de rede, na setorização para melhorar a gestão, no controle do sistema, na construção de reservatórios, além de intervenções operacionais com uso de novas tecnologias. Com recursos do Banco Mundial (Bird), serão investidos R$ 134 milhões.

Leia mais:
Adutora do Agreste é prioridade em 2017
PPP de saneamento terá obras serão retomadas


“Com essa obra, vamos ter mais controle do sistema, reduzir perdas e aumentar a ofertar de água”, explicou o diretor Regional Metropolitano, Fernando Lôbo. Segundo ele, os serviços serão realizados em etapas para evitar grandes transtornos para população.

Cerca de 240 mil habitantes dos bairros de Casa Caiada, Bairro Novo, Bultrins, Jardim Atlântico, Jardim Fragoso, Ouro Preto, Rio Doce, Varadouro, Carmo, Guadalupe, Santa Tereza, Bonsucesso, Monte, Amaro Branco e Jatobá, que hoje convivem com o rodízio de um dia com água para três dias sem, serão os beneficiados.

Veja também

Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE
Economia

Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE

PCR oferece 130 vagas em cursos profissionalizantes para participantes do Mãe Coruja
OPORTUNIDADE

PCR oferece 130 vagas em cursos profissionalizantes no Mãe Coruja