Economia

Confiança da construção cai 1,4 ponto em fevereiro

Indicador chegou a 92,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos

Construção civilConstrução civil - Foto: DS Brasília

O Índice de Confiança da Construção, da Fundação Getulio Vargas (FGV), teve queda 1,4 ponto em fevereiro, na comparação com janeiro. O indicador chegou a 92,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.
De acordo com a FGV, apesar da queda pontual, o índice registra a nona alta em médias móveis trimestrais, passando de 91,9 pontos em janeiro para 93 pontos.
A queda de janeiro para fevereiro foi puxada pelo Índice de Expectativas, que mede a percepção dos empresários da construção sobre o futuro e que recuou 5,2 pontos, para 99 pontos. Para a pesquisadora da FGV Ana Castelo, a queda pode ser explicada por questões como o ritmo da recuperação ou o aumento das incertezas em relação à continuidade do Programa Habitacional.

Leia também:
Inflação da construção sobe para 0,35% em fevereiro
Começam a valer medidas da Caixa para estimular construção civil
Confiança do empresário atinge maior nível desde março de 2014
A confiança dos empresários em relação ao momento presente, medida pelo Índice da Situação Atual, cresceu pelo nono mês consecutivo. De janeiro para fevereiro, o indicador teve alta de 2,4 pontos e passou para 86,7 pontos, o maior valor desde dezembro de 2014 (91 pontos).

Veja também

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGVEconomia

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Publicado ato que cria escritório do Ministério da Economia nos EUAEconomia

Publicado ato que cria escritório do Ministério da Economia nos EUA