A-A+

Confiança do Consumidor cai 2,9 pontos em maio

De abril para maio, a confiança dos consumidores caiu em relação tanto ao presente quanto ao futuro

Índice de Preços ao Consumidor mede o varejoÍndice de Preços ao Consumidor mede o varejo - Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Consumidor, da Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 2,9 pontos na passagem de abril para maio. Depois de quatro quedas consecutivas, o indicador acumula perda de 10 pontos e atingiu 86,6 pontos em uma escala de zero a 200. Esse é o menor patamar desde outubro do ano passado (85,4 pontos).

De abril para maio, a confiança dos consumidores caiu em relação tanto ao presente quanto ao futuro. O Índice de Situação Atual (ISA) diminuiu 3,7 pontos, indo para 73,4. Houve queda de 3 pontos em relação ao otimismo em relação à economia e de 4,4 pontos sobre a satisfação com as finanças familiares.

Leia também:
Consumidores acreditam em inflação de 5,4% nos próximos 12 meses
Confiança do Consumidor recua 1,5 ponto de março para abril

O Índice de Expectativas (IE) recuou 2,2 pontos, para 96,5 devido a quedas de 7,4 pontos em relação à evolução da economia e de 5,9 pontos no otimismo sobre a situação financeira familiar.

De acordo com a pesquisadora da FGV Viviane Seda Bittencourt, entre fevereiro e abril a queda da confiança tinha sido associada à frustração de expectativas com o ritmo da recuperação econômica e com os reflexos disso no mercado de trabalho e na situação financeira das famílias. Em maio, segundo ela, o resultado mostra um aumento expressivo da insatisfação dos consumidores com a situação atual, principalmente entre as famílias com renda mais baixa.

Veja também

Free Fire MAX tem data de lançamento marcada para 28 de setembro
JOGOS

Free Fire MAX tem data de lançamento marcada para 28 de setembro

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores da América Latina
AMÉRICA LATINA

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores