Confiança empresarial sobe 0,1 ponto em setembro

O Índice mede a confiança dos empresários de quatro setores: indústria, serviços, comércio e construção

Produção industrialProdução industrial - Foto: Amanda Oliveira/GovBA

O Índice de Confiança Empresarial, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou uma alta de 0,1 ponto de agosto para setembro deste ano. Com o resultado, o indicador chegou a 94,1 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

O Índice mede a confiança dos empresários de quatro setores: indústria, serviços, comércio e construção. Segundo a FGV, o Índice de Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, ficou estável em 91,1 pontos. Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, subiu 0,6 ponto e chegou a 101,6 pontos.

Leia também:
Índice de Confiança Empresarial recua 0,1 ponto em agosto
Confiança empresarial atinge maior nível desde janeiro de 2014
Fala de secretário da Economia sobre socialismo é chamada de 'anacrônica' em evento da indústria


De acordo com o pesquisador da FGV Aloisio Campelo Jr., a leve alta de 0,1, que pode ser considerada uma estabilidade (em termos estatísticos), reflete “uma percepção ainda desfavorável com relação à situação corrente dos negócios e otimismo moderado com a perspectiva de melhora ao longo dos próximos meses”.

A única alta da confiança de agosto para setembro foi observada entre os empresários do setor de serviços (1,7 ponto). A confiança da indústria manteve-se estável. Já o comércio e a construção tiveram quedas de respectivamente 1,5 e 0,5 ponto.

Veja também

Líder do governo diz ter definido proposta de reforma tributária e novo programa social
MUDANÇAS

Líder do governo diz ter definido proposta de reforma tributária e novo programa social

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 60 milhões
Loteria

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 60 milhões