Congresso aprova liberação de R$ 3 bi para país pagar dívidas internacionais

Uma das dívidas do país é com a OEA (Organização dos Estados Americanos).

ParasitaParasita - Foto: Reprodução/ Adorocinema

O Congresso Nacional aprovou na noite desta terça-feira (18), em sessão conjunta da Câmara e do Senado, a liberação de um crédito extra de R$ 3 bilhões para o governo pagar dívidas com diversos organismos internacionais.

O projeto, que segue para a sanção presidencial, é de autoria do governo, que neste ano calcula fechar suas contas com um rombo de R$ 170,5 bilhões.

Nos motivos que apresentou ao elaborar o projeto, o ministro Dyogo Henrique de Oliveira (Planejamento) afirmou que o crédito suplementar possibilitará que "o país volte a usufruir plenamente dos benefícios de participação, no âmbito de organismos internacionais, bancos e fundos multilaterais de desenvolvimento", deixando de "sofrer sanções e enfrentar constrangimentos que afetem negativamente a percepção da comunidade internacional a respeito do Brasil".

O ministro afirma que o valor não afetará a meta de 2016 pois será usado superávit financeiro do balanço patrimonial de 2015.

Uma das dívidas do país é com a OEA (Organização dos Estados Americanos). O Brasil deve as contribuições de 2015 e 2016 à organização - US$ 20,58 milhões (R$ 64,5 milhões).

O Brasil é responsável pela segunda maior contribuição de países à organização (12%). Os Estados Unidos entram com cerca de 60%.

Veja também

Guedes diz que acordos políticos dificulta privatizações
economia

Guedes diz que acordos políticos dificulta privatizações

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)
petrobras

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)