Construtora deixa obra da Barragem de São Bento do Una

Conclusão da obra permanece prevista para 2018, mas a entrega oficial deve sofrer atrasos de meses

A deputada federal Luciana Santos (PCdoB), vice-governadora eleita, questionou a institucionalidade do encontroA deputada federal Luciana Santos (PCdoB), vice-governadora eleita, questionou a institucionalidade do encontro - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A Construtora Getel Engenharia deixa as obras da Barragem de São Bento do Una. Publicada ontem no Diário Oficial do Estado, a rescisão unilateral do contrato aconteceu, segundo o secretário-executivo de recursos hídricos do Estado, Almir Cirilo, por problemas internos da empresa. Agora, a Ápia Engenharia, a segunda colocada na licitação, será convocada para erguer a obra de R$ 54 milhões, conveniada com a União por meio do Ministério da Integração. A conclusão permanece prevista para 2018, mas a entrega oficial deve sofrer atrasos de meses em função desse impasse.

“O segundo passo, agora, é ver as regras da licitação e alinhar a transição durante o processo administrativo contra a empresa que desistiu do contrato. Esperamos que isso se resolva até janeiro de 2017”, disse Cirilo. A ordem de serviço com a Getel foi assinada entre setembro e outubro deste ano, com prazo de conclusão de 18 meses a contar da data da assinatura.

A Barragem terá capacidade de acumular cerca de 18 milhões de metros cúbicos (m³) de água, beneficiando os municípios de São Bento do Una e Capoeiras e regularizando o abastecimento d’água na região que, atualmente, depende do fornecimento por meio da adutora de Pau e Ferro, em Quipapá. Com a obra, 82 mil pessoas serão beneficiadas.

Importância

Complementando a obra, será construída uma adutora de 18 quilômetros de extensão. Para se ter ideia da importância dessa água para a região, São Bento do Una é destaque na pecuária leiteira e da avicultura no Agreste do Estado, sendo a maior produtora de ovos com uma produção diária de cinco milhões de unidades.
Em setembro deste ano, o então secretário da pasta estadual, Thiago Norões, disse ter recebido o sinal verde do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, para liberação de recursos para essa obra. A Folha procurou a empresa, mas não obteve retorno.

Veja também

13ª Semana Global de Empreendedorismo é oportunidade para quem deseja começar seu negócio
Empreendedorismo

13ª Semana Global de Empreendedorismo é oportunidade para quem deseja começar seu negócio

Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados
Bancos

Pix começa a funcionar em novembro para clientes selecionados