Economia

Contas do governo têm pior resultado para novembro desde 1997

No mesmo mês do ano passado, o saldo negativo foi de R$ 21,2 bilhões

Missa em homenagem a Arraes e Eduardo será realizada nesta terça (13), em Casa Forte.Missa em homenagem a Arraes e Eduardo será realizada nesta terça (13), em Casa Forte. - Foto: Alexandro Auler / Arquivo Folha

As contas do governo federal tiveram um deficit de R$ 38,4 bilhões em novembro, o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997. No mesmo mês do ano passado, o saldo negativo foi de R$ 21,2 bilhões.

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Tesouro Nacional.
O deficit no acumulado do ano é de R$ 94,2 bilhões, também o pior resultado para o período (janeiro a novembro) desde 1997. No mesmo período do ano passado, o deficit acumulado era de R$ 54,1 bilhões.

Em novembro, a Previdência Social teve um deficit de R$ 18,9 bilhões -um resultado pior que os R$ 14,8 bilhões registrados no mesmo mês de 2015. No acumulado de janeiro a novembro de 2016, o deficit da Previdência chega a R$ 142,8 bilhões.

O Tesouro Nacional atribui o crescimento das despesas em 2016 principalmente ao pagamento de benefício previdenciários, que subiu R$ 29,4 bilhões e chegou a R$ 461,8 bilhões. Além disso, menciona o pagamento de subsídios e subvenções, que cresceu R$ 3,2 bilhões e totaliza R$ 23,7 bilhões, e o pagamento do abono salarial, que, junto com o seguro-desemprego, subiu R$ 4,9 bilhões, para R$ 53,5 bilhões.

Veja também

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros
Taxas de importação

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G
Tecnologia e Games

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G; gerente de produto explica os benefícios da tecnologia