Contas públicas têm déficit de R$ 16,2 bilhões em novembro

Meta definida pelo governo para 2018 autoriza que as contas fechem o ano com um rombo de R$ 159 bilhões

O ministro Paulo Guedes só contabilizou nas contas projetos que têm maiores chances de concretizaçãoO ministro Paulo Guedes só contabilizou nas contas projetos que têm maiores chances de concretização - Foto: Pixabay

As contas públicas registraram em novembro déficit primário de R$ 16,2 bilhões, o que representa o terceiro pior resultado para o mês da série histórica iniciada em 1997. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (27) pelo Tesouro Nacional. O número abrange os resultados das contas de Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central.

Leia também
Compesa anuncia pagamento da conta por débito e crédito
Juros do cartão de crédito e cheque especial sobem em novembro


No mesmo mês do ano passado, o saldo foi positivo em R$ 1,3 bilhão. Na série histórica, os únicos meses de novembro com um rombo maior foram os de 2015 (R$ 21,3 bilhões) e 2016 (R$ 38,5 bilhões). O resultado do mês passado foi puxado pelos números da Previdência Social, que registrou déficit de R$ 18 bilhões. Banco Central e Tesouro contribuíram com um saldo positivo de R$ 1,8 bilhão.

No acumulado dos 11 primeiros meses do ano, o resultado fiscal está negativo em R$ 88,5 bilhões, o que deixa uma larga margem para o cumprimento da meta fiscal deste ano. A meta definida pelo governo para 2018 autoriza que as contas fechem o ano com um rombo de R$ 159 bilhões.

Veja também

Com encarecimento de energia e gás, mais brasileiros devem atrasar contas
Economia

Com encarecimento de energia e gás, mais brasileiros devem atrasar contas

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março
Economia

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março