A-A+

Contas públicas têm rombo de R$ 7,5 bilhões em julho

De acordo com o Tesouro, a redução do déficit é explicada pelo fato de as receitas terem apresentado forte alta, enquanto as despesas ficaram praticamente estáveis

O ministro Paulo Guedes só contabilizou nas contas projetos que têm maiores chances de concretizaçãoO ministro Paulo Guedes só contabilizou nas contas projetos que têm maiores chances de concretização - Foto: Pixabay

Mesmo após forte alta na arrecadação de tributos, as contas públicas registraram déficit primário de R$ 7,5 bilhões em julho, informou o Tesouro Nacional nesta quinta-feira (30).

O rombo, entretanto, é 64,2% menor do que o apresentado no mesmo mês do ano passado (descontada a inflação), quando o saldo ficou negativo em R$ 20,2 bilhões.Os números se referem às contas do governo central, que incluem os resultados do Tesouro, do Banco Central e da Previdência.

De acordo com o Tesouro, a redução do déficit é explicada pelo fato de as receitas terem apresentado forte alta, enquanto as despesas ficaram praticamente estáveis.
A receita líquida do governo teve alta real de 14,3% no mês, na comparação com julho de 2017, alcançando R$ 106,4 bilhões.

Leia também:
Déficit na previdência fora da agenda dos candidatos
Contas públicas devem fechar o ano com déficit de R$ 148,17 bilhões

Por outro lado, as despesas tiveram uma queda real de 0,2%, ficando em R$ 113,9 bilhões. A redução do rombo das contas públicas em julho fez com que o resultado acumulado dos últimos 12 meses encerrados no mês passado caísse para R$ 88,5 bilhões. Na divulgação anterior, referente a junho, o resultado de 12 meses estava negativo em R$ 100,65 bilhões.

Desse modo, o dado de julho abre uma folga na meta fiscal para este ano, estabelecida pelo governo em R$ 159 bilhões de déficit. "[O resultado] indica que a situação fiscal de curto prazo está em linha com o cumprimento da meta de resultado primário do governo central para o ano, havendo, inclusive, possibilidade de realização de déficit inferior ao estabelecido na meta", informou o Tesouro.

Veja também

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet
Conexão

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet

Odyssey G3: Samsung lança novo monitor gamer com taxa de atualização de 144 Hz
MONITORES

Odyssey G3: Samsung lança novo monitor gamer com taxa de atualização de 144 Hz