CRLV Digital começa a valer em Pernambuco

Motorista já podem usar o celular para apresentar o documento veicular nas fiscalizações de trânsito; ferramenta, obtida no App da CNH Digital, é gratuita

CRLV DigitalCRLV Digital - Foto: Jose Britto / Folha de Pernambuco

Os motoristas pernambucanos já podem usar o celular para apresentar o documento veicular nas fiscalizações de trânsito. É que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) lança nesta quinta-feira (13) a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o CRLV Digital. E a facilidade pode ser obtida gratuitamente pelo aplicativo que já oferece a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o CNH Digital.

Leia também:
Mais prazo para as placas do Mercosul
Placas do Mercosul não vão chegar no prazo
CNH eletrônica já está em vigor em Pernambuco


“A partir de agora, os 2,6 milhões de habilitados do Estado podem tirar o documento veicular eletrônico. E de graça. É só estar com o documento em dia, pago, e baixar o sistema no aplicativo da CNH Digital”, contou o diretor-presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, dizendo que basta inserir o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo (CRV - antigo DUT) no aplicativo para ter acesso ao CRLV Digital. E se o veículo em questão for usado por mais de uma pessoa, o proprietário do automóvel ainda pode compartilhar o CRLV Digital com outros cinco celulares - é uma forma, portanto, de toda a família ter acesso ao documento eletrônico do carro.

O documento, porém, só está disponível para quem já pediu a versão eletrônica da carteira de habilitação. Por isso, quem ainda não dispõe dessa facilidade também precisa se cadastrar no sistema, informando nome completo, CNH, telefone e e-mail, para ter acesso aos documentos digitais. Mesmo assim, a expectativa é que a novidade seja bem aceita pelos motoristas pernambucanos. É que, desde que chegou ao Estado no começo do ano, a CNH Digital já foi baixada por mais de 800 mil condutores.

Assim como a CNH Digital, a versão eletrônica do CRLV traz todas as informações do documento impresso, além de um QR Code, que pode ser lido pelos guardas de trânsito para verificar se o documento é verdadeiro. Por isso, a partir de agora o pernambucano pode apresentar apenas o aplicativo da CNH e agora do CRLV Digital quando for parado em uma blitz de trânsito.

“É um produto que traz facilidade e ainda pode reduzir os custos do motorista. Futuramente, quando for adquirir um veículo, será optativo o documento impresso. Por isso, as concessionárias e revendas vão ter que diminuir as taxas de licenciamento para o CRLV Digital”, revelou Ribeiro, contando que essa opção de ter apenas o documento eletrônico pode entrar em vigor já em 2019. Ele lembrou, porém, que a digitalização do documento não é obrigatória: o condutor pode optar por ter ou não ter a CNH e o CRLV Digital.

Placa Mercosul
Ainda não se sabe, porém, quando as placas veiculares padrão Mercosul chegarão em Pernambuco. É que o Detran-PE pediu mais tempo para oferecer o serviço. Mesmo dizendo que o sistema já está pronto, o órgão afirmou que as produtoras e as lojas de fábrica ainda não receberam o material das novas placas. E, por isso, terá até o fim do mês para lançar a novidade.

Veja também

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial
Economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Lucro das incorporadoras cai pela metade no 1º trimestre
Economia

Lucro das incorporadoras cai pela metade no 1º trimestre