Cronos agita mercado de sedãs compactos

Novo sedã da Fiat foi desenvolvido na mesma plataforma do Argo e será vendido em cinco versões

Fiat CronosFiat Cronos - Foto: Divulgação

Responsável por 22% do mercado automotivo nacional, o segmento dos sedãs já não é mais o mesmo. É que a Volkswagen mal lançou o Virtus e a Fiat já apresentou um concorrente de peso para o modelo alemão. É o Fiat Cronos, sedã compacto que foi desenvolvido na mesma plataforma do Argo e será vendido em cinco versões, com preços que partem de R$ 53,9 mil.

Segundo a montadora italiana, o Cronos conta com 70% de novos equipamentos novos em relação ao Argo. Por isso, traz muitas novidades. Fica, então, o que o hatch tem de melhor: o painel bonito e funcional, cujo maior destaque é a central multimídia flutuante; a boa dirigibilidade; e o conforto. As dimensões também não mudaram muito, com exceção do comprimento, que ganhou mais 366 milímetros para poder crescer na traseira. O entre-eixos, por sinal, é o mesmo: 2.521 milímetros. Mas isso não é um problema, pois o modelo é espaçoso.

Leia também:
Fiat Cronos chega às concessionárias este mês
VW lança Virtus para crescer no Brasil

Os diferenciais estão, então, na suspensão, na iluminação em LED e, sobretudo, no design. Apesar de se assemelhar à do Argo, a dianteira do Cronos é mais musculosa e tem grade esportiva. E essas linhas, que buscam dar um ar de robustez ao clássico segmento dos sedãs, continuam na lateral e na traseira do modelo, que, além de crescer, recebeu novos faróis e um dos maiores porta-malas da categoria, com 525 litros de capacidade.



 Os motores não são tão novos assim: Firefly 1.3 e E.torQ Evo VIS, que fazem até 109 e 139 cavalos de potência, respectivamente. O torque alcança 14,2 e 19,3 kgfm. Mas, quando se fala em câmbio, é possível escolher entre manual, automatizado (GSR) e automático de seis velocidades. Por isso, o Cronos já chega com cinco versões diferentes: Cronos 1.3, Drive 1.3, Drive 1.3 GSR, Precision 1.8 e Precision 1.8 AT6.

A versão de entrada tem câmbio manual de cinco marchas e sai por R$ 53,9 mil. Já a Drive 1.3 acrescenta o sistema multimídia à versão anterior e, por isso, custa R$ 55,9 mil. Além do câmbio automatizado que simula cinco marchas e tem a função Sport, a Drive 1.3 GSR oferece itens de série como sistema Start&Stop, luzes ambiente, assistente para partida em rampa, controles de estabilidade e tração e, por isso, passa para R$ 60,9 mil. Já o Precision 1.8 manual custa R$ 62,9 mil e tem rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina e luz em LED.

Top de linha do modelo, a Precision 1.8 AT6 tem o mesmo câmbio automático da Toro e do Argo e sai por R$ 69,9 mil. E versão agrada na estrada. Testado pela Folha de Pernambuco, o Cronos Precision 1.8 AT6 mostrou-se confortável e disposto, com saídas e respostas rápidas, acentuadas pela direção elétrica. O carro ainda é leve e apresentou bom desempenho mesmo quando o motor 1.8 foi usado em um trajeto predominantemente urbano. Com a Folha, o Cronos fez 9,5 quilômetros por litro.

Confira também este vídeo sobre o Virtus:


Veja também

Guedes diz que acordos políticos dificulta privatizações
economia

Guedes diz que acordos políticos dificulta privatizações

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)
petrobras

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)