Varejo

Cuidados e estratégias para impulsionar o varejo

Confira algumas dicas de como organizar o varejo para impactar a experiência dos clientes e conseguir melhores resultados

Alexandre Fernandes, gerente corporativo de trade marketing da Ferreira Costa,Alexandre Fernandes, gerente corporativo de trade marketing da Ferreira Costa, - Foto: Divulgação

O cenário de reabertura do comércio exige certas medidas para impulsionar as vendas e garantir a sustentação financeira do varejo. Proporcionar uma boa experiência no ponto físico para o cliente se torna fundamental e não se deve limitar apenas ao bom preço e localização. Confira algumas dicas de como organizar o varejo para impactar a experiência dos clientes e conseguir melhores resultados.

“São muitos detalhes que devem receber atenção. É preciso conhecimento, que vai desde a disposição de produtos, até mesmo a legislação relacionada ao tipo de estabelecimento. Nas farmácias, por exemplo, existe uma série de limitações”, alerta o diretor de comunicações e operações da rede associativista de farmácias Farmacas, Ângelo Vieira.

A experiência que o consumidor tem dentro do ponto de venda se torna fundamental dentro desse cenário. Ângelo acredita que uma boa exposição e organização dos produtos, de forma ordenada e com fácil identificação das categorias, conquista os consumidores e ajuda na fidelização. “É importante ter mente que isso impactará diretamente nos resultados de vendas”, explica.

O gerente corporativo de trade marketing da Ferreira Costa, Alexandre Fernandes, adiciona, e diz que é importante não estabelecer atritos e interferências, como altura inadequada ou dificuldade de retirada, além de pensar em técnicas e ferramentas de visual merchandising. “Isso colabora para que a escolha do produto seja mais assertiva”, avalia. Ele pontua alguns fatores relevantes na hora de pensar o ponto de venda do varejo, como o layout físico, a ambiência e atmosfera da loja, os equipamentos de exposição, conhecer o perfil do público e traçar uma estratégia baseada nisso. “Por exemplo, nesse momento, por conta do Covid-19, a procura por produtos de higiene e de segurança aumentou muito, isso exige uma exposição muito mais voltada para a informação, marca e atributos, do que o preço”, comenta.

O treinamento da equipe é fundamental para manter a organização e colocar em prática as estratégias traçadas. Ângelo acredita que a motivação e a preparação dos funcionários são fundamentais para garantir a prosperidade do negócio. Alexandre adiciona e diz que todos devem estar integrados com a filosofia e a estratégia da empresa, e que o treinamento e desenvolvimento profissional de cada um é importante.

No que se refere ao posicionamento dos produtos, Ângelo pontua que é importante expor os produtos de alto giro, dando o devido destaque e evitando a baixa nas vendas, além de evitar reservar grandes espaços nas gôndolas para os produtos de baixo giro. As gôndolas e vitrines devem ser reservadas para lançamentos e ofertas sazonais, normalmente relacionadas com as datas comemorativas. “Outra dica é posicionar as embalagens menores nas prateleiras que estão na altura do quadril e as maiores nos expositores mais baixos”, recomenda.

 

DICAS PARA FORTALECER AS VENDAS NO VAREJO

- Posicione os produtos estrategicamente, agrupando e organizando

- Invista em redes sociais;

- Dê uma visibilidade estratégias às embalagens e preços;

- Conheça seu público e saiba suas demandas;

- Seja criativo com as datas comemorativas e ofertas;

- Boa sinalização é fundamental;

- Fique atento ao suprimento de produtos;

- Cuidado com o exagero de promoções;

- Use uma iluminação adequada;

- Invista na higiene e limpeza dos produtos e do ponto de venda.

Fonte: Alexandre Fernandes e Ângelo Vieira

Veja também

Veja como declarar o auxílio emergencial no Imposto de Renda
Economia

Veja como declarar o auxílio emergencial no Imposto de Renda

Ovo ganha status de prato principal durante a pandemia
Alimentação

Ovo ganha status de prato principal durante a pandemia