Economia

Demanda doméstica por voos cresce no primeiro trimestre de 2019

O aumento no número de voos teve aumento de 4,3%

Foram contabilizados 24 milhões de passageirosForam contabilizados 24 milhões de passageiros - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A demanda de passageiros por voos no mercado doméstico no país cresceu 4,3% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. O número de passageiros transportados no mercado doméstico entre janeiro e março chegou a 24 milhões, um aumento de cerca de um milhão quando comparado com os três primeiros meses do ano passado.

De janeiro a março de 2019, a oferta de assentos domésticos subiu 3,4% na comparação com o mesmo período de 2018. Os dados foram divulgados hoje (23) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo.

No mês de março, a demanda doméstica subiu 3,4% em comparação com o ano passado. A oferta teve alta de 2,2%.




Leia também:
Com devolução de aviões, Avianca cancela mais voos em todo o país
Procon pede que Gol suspenda voos com Boeing modelo 737 MAX 8
Petrolina ganha novo voo saindo do Recife

Também em março, em relação à participação do mercado doméstico, as empresas brasileiras mantiveram a classificação histórica com a Gol (34,1%) com a maior fatia do mercado, seguida pela Latam (31,8%), Azul (21,2%) e Avianca (12,6%).

A Avianca, que está em recuperação judicial, teve redução de 7,5% na demanda em março, de acordo com o relatório da Anac.

Voos internacionais
No acumulado do primeiro trimestre de 2019, a demanda internacional cresceu 10,7% e a oferta de assentos aumentou 13,1%, em comparação com igual período de 2018.

Em março, a demanda internacional das empresas brasileiras apresentou aumento de 10,7%, enquanto a oferta cresceu 11,7%. No mês, foram transportados 801 mil passageiros pagos em voos internacionais.

Veja também

Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil após pedido de empresa homônima
BRASIL

Justiça proíbe Meta de usar marca no Brasil após pedido de empresa homônima

Os fabricantes de chocolate experimentam uma nova receita: menos chocolate
reino unido

Os fabricantes de chocolate experimentam uma nova receita: menos chocolate