A-A+

Desemprego atinge 11,9 milhões e taxa fica em 11,2% em janeiro, diz IBGE

De acordo com o IBGE, a taxa de informalidade corresponde a 40,7% da população ocupada, ou 38,3 milhões de pessoas

DesempregoDesemprego - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A taxa de desemprego iniciou 2020 mantendo tendência de queda. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tinha 11,2% de desempregados em janeiro, contra 11,6% no trimestre encerrado em outubro.

Isso significa que 11,9 milhões de brasileiros procuraram emprego entre novembro e janeiro, uma redução de 453 mil em relação ao trimestre móvel imediatamente anterior. O dado ainda pega efeitos de contratações temporárias para o Natal, já que inclui os dois últimos meses de 2019.

Leia também:
Informalidade atinge recorde em Pernambuco e em outros 19 estados, diz IBGE
Dados de emprego em janeiro só serão divulgados em março
Seguro-desemprego paga 165 mil parcelas com suspeita de irregularidade

O resultado ficou um pouco abaixo das previsões de mercado. Analistas ouvidos pela Bloomberg estimavam taxa de 11,3%. De acordo com o IBGE, a taxa de informalidade caiu em relação ao trimestre móvel anterior. Em janeiro, eram 40,7% da população ocupada, ou 38,3 milhões de pessoas. No trimestre encerrado em outubro, a taxa foi de 41,2%.

A taxa de subutilização da força de trabalho também recuou, chegando a 23,2%, 0,6 pontos percentuais a menos do que o registrado no trimestre encerrado em outubro.
O rendimento médio do trabalhador brasileiro ficou em R$ 2.361, estável em relação aos R$ 2.317 do trimestre encerrado em outubro, segundo o IBGE.

Veja também

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto
Ibovespa

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro
Tesouro nacional

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro