Desemprego recua para 12,1% no trimestre encerrado em agosto

Número de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada, de 33 milhões, ficou estável na comparação com o trimestre anterior

Após 20 anos, mulher assume presidência da Associação dos juízes do trabalhoApós 20 anos, mulher assume presidência da Associação dos juízes do trabalho - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A taxa de desemprego no país recuou para 12,1% no trimestre encerrado em agosto, contra 12,7% nos três meses até maio, divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (28).

Em relação ao mesmo período de 2017, quando a taxa chegou a 12,6%, também houve queda, segundo a Pnad Contínua, pesquisa que contabiliza trabalho formal e informal no país.

A população desocupada -pessoas que não tinham trabalho, mas estavam procurando- somou 12,7 milhões, uma queda de 4% na comparação com o trimestre anterior e de 3,1% sobre 2017.

Leia também:
Desemprego derruba arrecadação da Previdência em R$ 15 bilhões
Desemprego vai a 12,3% no trimestre encerrado em julho, aponta IBGE


A população ocupada chegou a 92,1 milhões e cresceu 1,3% em relação ao trimestre anterior e 1,1% sobre o ano passado. O número de empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada, de 33 milhões, ficou estável na comparação com o trimestre anterior. Sobre o trimestre encerrado em agosto de 2017, no entanto, houve variação negativa de 1,3% (- 444 mil pessoas).

O emprego sem carteira também ficou estável em 11,2 milhões em relação ao trimestre anterior, mas subiu 4% (mais 435 mil pessoas) sobre os três meses equivalentes de 2017. A categoria dos trabalhadores por conta própria (23,3 milhões) cresceu 1,5% em relação ao trimestre anterior e 1,9% ante 2017.

Veja também

China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
Economia

China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil

Governo aumentou imposto sobre cilindro de oxigênio três semanas antes de colapso no AM
Tributos

Governo aumentou imposto sobre cilindro de oxigênio três semanas antes de colapso no AM