Desenvolve.Aí! incentiva interação entre startups e indústria

O programa foi divulgado durante o Mangue.bit?-?Conferência Nordestina? de? Startups? e? Empreendedorismo

Segundo Jaime Alheiros, uma grande curadoria será realizadaSegundo Jaime Alheiros, uma grande curadoria será realizada - Foto: Eduardo Cunha/CCQ

A Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) divulgou ontem um novo programa de inovação, o Desenvolve.Aí!, para incentivar a relação entre empresas do segmento e indústrias instaladas em Pernambuco. O projeto pretende fortalecer o ecossistema e melhorar a competitividade das empresas, e será feito por meio de ciclos de inovação aberta, atendendo as demandas das indústrias.

O programa foi divulgado durante o Mangue.bit‌-‌Conferência Nordestina‌ de‌ Startups‌ e‌ Empreendedorismo. O Desenvolve.Aí! será dividido em etapas, onde serão feitas a identificação das empresas e os desafios propostos, o mapeamento de startups, grupos de pesquisa, empresas tecnológicas e instituições de pesquisa científica e tecnológica (ICTs), apresentação de empresas de tecnologia para os investidores através de encontros, workshops, a validação do comitê Inovar-PE. A última fase é a da contratação e desenvolvimento do projeto. O programa da AD Diper é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Porto Digital.

De acordo com o diretor de fomento e inovação, Jaime Alheiros, o projeto vai começar a funcionar em outubro, com o processo de mapeamento já em ação. “O mapeamento já inicia no próximo mês, com os atores do ecossistema de inovação, e vamos ver as empresas de maior porte e startups que atuam em Pernambuco. Todo mundo vai poder participar. É um processo inclusivo, orientado para a satisfação do empresário”, destacou.

Leia também:
Palco Frei Caneca FM, mais uma vez, abre para a música regional no Rec'n'Play
Google lança curso online para capacitar profissionais de tecnologia  


Jaime explica que o papel da AD Diper no programa será de articular a negociação e buscar projetos para que as indústrias e startups tenham um melhor desempenho no Estado. “Vamos entender o problema da empresa e trazer isso para um provedor de solução tecnológica. É uma grande curadoria para integrar o máximo de soluções nos problemas apresentados. O papel da AD Diper será o de engajar a indústria e chamar o ambiente de inovação para resolver os problemas propostos. A startup pode chegar somente com a ideia. Se a indústria quiser, pode chegar com o investimento juntamente com o centro de pesquisa”, disse Alheiros.

Segundo o analista de inovação do Porto Digital, Miguel Gaia, o parque tecnológico vai atuar para a criação e fomento das startups. “O papel do Porto é de apoiar qualquer projeto que seja relevante do ponto de vista econômico e que fomente o empreendedorismo. Vamos resolver um drama que a grande indústria tem com problemas relevantes para serem resolvidos, mas eles não conseguem nem sabem reconhecer a dificuldade. Vamos trazer soluções e ideias que sejam uma solução de mercado, criando até uma nova startup”, apontou.

Veja também

Jovens não adotados têm desemprego como desafio ao completarem 18 anos
Economia

Jovens não adotados têm desemprego como desafio ao completarem 18 anos

Falta de produtos em supermercados retoma o maior nível de 2020
Economia

Falta de produtos em supermercados retoma o maior nível de 2020