A-A+

Dólar opera em alta, próximo de R$ 4,17

O BC anunciou que fará uma oferta de US$ 2,15 bilhões nesta sexta-feira (31), com compromisso de recompra

A cotação da moeda norte-americana segue em alta, próxima do patamar dos R$ 4,17A cotação da moeda norte-americana segue em alta, próxima do patamar dos R$ 4,17 - Foto: Marina Mahmood/arquivo folha

A cotação da moeda norte-americana segue em alta, próxima do patamar dos R$ 4,17 na manhã desta quinta-feira (30). O dólar avançava 1,22% às 11h22, cotado a R$ 4,1628. O Ibovespa, o índice B3, da bolsa de valores, abriu em baixa de 0,39%. Porém, às 11h30 já registrava recuo de 0,85%, aos 77.725 pontos. Após ter superado a barreira dos R$ 4,15 durante a abertura do pregão ontem (29), a cotação da moeda norte-americana recuou 0,65% cotada a R$ 4,1143 para venda no fechamento do pregão.

O ajuste ocorreu após a cotação da moeda atingir o patamar de R$ 4,14, o que significa a segunda maior marca desde o Plano Real. Há dois dias, o Banco Central (BC) anunciou que fará uma oferta de US$ 2,15 bilhões nesta sexta-feira (31), com compromisso de recompra, também ajudou a reduzir a alta da moeda ontem.

Leia também:
Banco Central ofertará dólares de reservas para segurar alta da moeda
Banco Central inclui fintechs em proposta para microcrédito

O Ibovespa encerrou
 nesta quarta (29) em alta de 1,18%, com 78.388 pontos. Os papéis da Eletrobras, com leilão de três subsidiárias marcadas para amanhã (30), terminaram o dia valorizadas em 8,08%, com Petrobras também subindo 5,18%.

Veja também

Bolsonaro diz que é um 'zero a esquerda' para debelar a inflação
INFLAÇÃO

Bolsonaro diz que é um 'zero a esquerda' para debelar a inflação

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho
auxílio emergencial

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho