Dólar tem maior alta em 13 meses, cotado a R$ 3,81

Ao contrário do dólar, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo fechou em baixa de 0,97% com 71.421 pontos

DólarDólar - Foto: Agência Brasil

O dólar fechou nesta quinta-feira (14) com alta de 2,5%, cotado a R$ 3,8119. A maior alta nos últimos 13 meses foi causada por notícias de que o Banco Central Europeu (BCE) encerra seu programa de compras de títulos no fim do ano.

Leia também
Dívidas das empresas em dólar aumentam risco para o país
BC e Tesouro atuam para conter volatilidade do dólar, diz Guardia


O mercado interno também repercute o fim do plano anunciado pelo Banco Central (BC) brasileiro, que encerra nestaa sexta-feirao período em que colocou US$ 20 bilhões em swaps cambias (venda futura da moeda nortea-americana) para conter a alta nas duas últimas semanas. Nesta quinta, o BC realizou três leilões de swaps, que desde a sexta-feira passada totalizam US$ 18 bilhões.

O índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) fechou em baixa de 0,97% com 71.421 pontos. O volume financeiro somou R$ 11.151.850.813. Ações dos bancos puxaram a queda da bolsa, com os papéis preferenciais do Itau caindo 3,55% e do Bradesco 4,06%.

Veja também

Com encarecimento de energia e gás, mais brasileiros devem atrasar contas
Economia

Com encarecimento de energia e gás, mais brasileiros devem atrasar contas

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março
Economia

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março