É possível evitar filas para receber o auxílio emergencial

Beneficiados podem evitar aglomerações nas agências escolhendo opções como transferência e compras diretas em supermercados

Filas continuaram ontem, primeiro dia de pagamento da segunda parcelaFilas continuaram ontem, primeiro dia de pagamento da segunda parcela - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

No primeiro dia de pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, a Folha de Pernambuco constatou que as filas continuam nas agências da Caixa Econômica Federal no Recife. Apesar de menores, comparadas com as das semanas anteriores, relativas ao pagamento da primeira parcela, é possível aos beneficiados evitar as aglomerações, escolhendo opções como o saque em outros agentes bancários e até realizar compras diretamente em supermercados, por meio do aplicativo Caixa Tem.

Ontem, em uma agência localizada no bairro da Encruzilhada, Zona Norte do Recife, a fila se espalhava pela calçada, mas algumas pessoas também aguardavam do outro lado da calçada, na sombra. Em outra agência, localizada no bairro de Casa Amarela, também Zona Norte da Cidade, a fila estava pela calçada, em um cenário mais tranquilo que nas semanas anteriores.

A Caixa iniciou nesta segunda a disponibilização da segunda parcela do Auxílio Emergencial do Governo Federal, para auxiliar aos que precisam em meio a pandemia do novo coronavírus. Vão receber a parcela 2, todos que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril. As liberações começaram para os beneficiários do Bolsa Família, que já poderão fazer os saques em espécie. Para o restante do público, os recursos serão depositados em conta a partir da quarta-feira, mas só poderão ser sacados em espécie de forma escalonada, de 30 de maio a 13 de junho.

Leia também:
Camex zera imposto de importação de 118 produtos contra coronavírus
Governo já liberou quase 60 mi de auxílios emergenciais, triplo da projeção inicial
Montadoras retomam atividade com ritmo reduzido e protocolo sanitário contra coronavírus


Entre as outras formas de utilizar o valor emergencial sem ter que enfrentar filas está o pagamento de compras em supermercados - desde que feitas pelo aplicativo Caixa Tem. Para isso, é preciso que o beneficiado habilite a função ‘cartão de débito virtual Caixa Elo’ na plataforma. No supermercado, o beneficiário deverá gerar um código diretamente pela ferramenta, digitá-lo na maquineta do caixa e finalizar a transação. A cada compra, o portador deve consultar o código de segurança (de três dígitos) do cartão, que é dinâmico, desenvolvido para resguardar as transações.

As compras com pagamento direto do auxílio podem ser feitas em supermercados das redes Extra, Pão de Açúcar, Assaí Atacadista, além do Carrefour. Além dessas redes, o recurso de pagamento também está disponível no Grupo Big, que integra as bandeiras Big, Big Bompreço, Super Bompreço, Maxxi Atacado, Sam’s Club e TodoDia. A nova modalidade de pagamento poderá ser utilizada em todos os formatos alimentares e de medicamentos das redes. A medida terá vigência enquanto o auxílio continuar sendo disponibilizado à população.

Além dessa forma, o beneficiado pode receber a quantia em mais de 50 bancos diferentes, através de transferências. Têm essa possibilidade os clientes com conta poupança na Caixa, além dos que não possuíam contas em outras instituições financeiras. Para essas pessoas, foi aberta uma conta Poupança Social Digital gratuita, cuja a movimentação e saques são feitos diretamente nos canais físicos e digitais da Caixa, assim como por meio do aplicativo Caixa Tem.

Para realizar a transferência do valor recebido do auxílio, o beneficiário pode repassar para a conta em outra instituição bancária todo o valor ou apenas uma parte, de forma gratuita, sem a cobrança de taxas. No Caixa Tem, o cidadão pode escolher a opção ‘Transferência’ e escolher o valor que quer direcionar para a conta que receberá o valor. Entre os bancos que podem receber o valor do auxílio emergencial a partir da transferência, estão Banco do Brasil, Itaú, Santander, entre outros. Entre os bancos digitais, estão inclusos Banco Inter, Nu Pagamentos (Nubank), Banco Original, Pagseguro Internet, entre outros.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Magazine Luiza compra empresas em série para criar superapp
Economia

Magazine Luiza compra empresas em série para criar superapp

Sonegação em combustíveis chega a R$ 14 bilhões por ano, diz instituto
Impostos

Sonegação em combustíveis chega a R$ 14 bilhões por ano, diz instituto