Pesquisa realizada pelo Procon-PE
Pesquisa realizada pelo Procon-PEFoto: Divulgação

Uma pesquisa realizada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Pernambuco (Procon-PE) na Região Metropolitana do Recife (RMR) constatou que houve um aumento de 7,92% no valor da cesta básica, um total de R$ 29,38, comparado ao mês de novembro de 2019. A cesta passou de R$ 371,05 para R$ 400,43, e causou um impacto de 40,12% no salário mínimo.

Segundo comerciantes que conversaram com fiscais do órgão, o aumento ocorreu por causa do aumento no valor do frete, que subiu de preço por conta de três reajustes sofrido pelo diesel.

O bolso do consumidor foi afetado devido a um efeito cascata, já que o mesmo fica na ponta da cadeia dos alimentos. Dos 27 produtos analisados apenas a margarina manteve o valor. Todos os outros tiveram aumento.

Carne de segunda, cebola e charque de segunda tiveram o maior aumento de 37,43%, 33,78% e 33,78% respectivamente. 

Leia também:
Governo quer acabar com isenção da cesta básica e pagar R$ 24 a mais no Bolsa Família
Petrobras sobe preço do diesel em 3% a partir deste sábado 
Petrobras anuncia aumentos nos preços da gasolina e do diesel


Segundo o Procon-PE, apesar do aumento, o melhor é pesquisar, pois os valores podem subir de um estabelecimento pra o outro. O quilo da cebola, na RMR, pode ser encontrado por R$ 4,75 e por R$ 1,48, uma diferença de 220.95%. Já a carne de segunda, de um supermercado para outro sobe 119,63%. O preço do quilo varia entre R$ 32,90 e R$ 14,98.

O órgão passou por 54 estabelecimentos, entre os dias 16 e 20 de dezembro. O consumidor que queira receber a pesquisa basta solicitar através do e-mail: [email protected].

veja também

comentários

comece o dia bem informado: