Saiba o que faz e o caminho a trilhar para ser um chief executive officer (CEO), topo de uma trajetória empresarial
Saiba o que faz e o caminho a trilhar para ser um chief executive officer (CEO), topo de uma trajetória empresarialFoto: Greg Vieira / Arte FolhaPE

Em uma carreira corporativa, o cargo de CEO (chief executive officer) é um dos mais altos a ser atingido na escalada profissional. Ele é um dos executivos que têm a palavra final nas decisões da empresa, exercendo liderança fundamental para o sucesso de qualquer organização. Mas essa função, apesar de tão almejada, ainda é pouco conhecida do grande público. Para ajudar a entender o que faz um CEO e os caminhos para se tornar um, a Folha de Pernambuco entrevistou um especialista em gestão organizacional e foi ao encontro de um desses executivos.



Também chamado de diretor executivo, o CEO tem entre suas funções a de resolver e tomar decisões, gerenciar os recursos e operações de uma organização e servir como elo de comunicação entre o operacional e o conselho de administração. Os CEOs são responsáveis pela direção estratégica da empresa, garantindo que os objetivos sejam executados. São eles que assumem também o comando na criação da cultura organizacional. “O CEO tem que focar fundamentalmente em dois públicos: um é o cliente final - o recurso mais importante da empresa - e o segundo é outro recurso tão ou mais importante, que são as pessoas, os recursos humanos. Então, o CEO é o cara que tem que garantir esse equilíbrio", explica Domingos Monteiro, CEO da Neurotech. “A gente enxerga que nossos colaboradores são nossos clientes também. Apesar de ser um generalista, o CEO de qualquer empresa tem que ser uma das pessoas que mais entendem do negócio da empresa”, define.

Para exercer essa função é preciso estar antenado com o que acontece no mundo no segmento da empresa em que atua, aponta o administrador e especialista em Gestão de Pessoas, André Felipe Siqueira. “O CEO tem como principal atividade a de ser um visionário, ser aquela pessoa capaz de construir cenários futuros para identificar oportunidade de negócios onde a organização sai na frente. Ele é responsável pela visão e pelo planejamento estratégico ”, destaca.

Caminhos para ser um CEO

Acessar o cargo de CEO de uma empresa não é tarefa simples, pela quantidade de vagas e natureza da função. “Há apenas um CEO por empresa, em alguns casos há a função do Co-CEO mas, via de regra, é apenas um. Não é um cargo de alta disponibilidade”, afirma Domingos Monteiro. Ele foi um dos fundadores de sua empresa quando ela ainda era uma start up e foi escolhido, assim, para assumir a função. "Tem duas formas de acessar esse cargo. Uma é como foi em meu caso.

Isso tem muito a ver com a confiança junto aos acionistas. E tem uma outra forma que é a escolha de CEO executivo com seleção de mercado. São vagas extremamente raras, pois poucas empresas que abrem essas seleções e também são poucas as pessoas que estão qualificadas para um cargo como esse", frisa.

Além do baixa demanda de vagas disponíveis, outros fatores podem dificultar o acesso a esse cargo, entre eles, o perfil da empresa ou mesmo aspectos políticos para a composição de seus quadros. Em empresas familiares, por exemplo, geralmente os executivos são escolhidos pelo parentesco e nem sempre isso está ligado à qualificação profissional. Já em empresas públicas e algumas empresas privadas, é comum prevalecer a indicação política para cargos de direção. “Não é só por competência. A gente sabe que tem outros fatores que influenciam para ocupar o cargo de CEO. Não basta apenas ter o nome limpo no mercado, mas você precisa ter construído na sua carreira o seu nome, a sua marca. Até porque as empresas fazem uma investigação minuciosa nas empresas que você já se relacionou", orienta.

"Apesar de ser um generalista, o CEO de qualquer empresa tem que ser uma das pessoas que mais entendem do negócio da empresa”, explica Domingos Monteiro, CEO da Neurotech - Crédito: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco

"O CEO tem como principal atividade a de ser um visionário, ser aquela pessoa capaz de construir cenários futuros para identificar oportunidades", diz o administrador e consultor de RH, André Felipe Siqueira - Crédito: Leo Malafaia / Folha de Pernambuco

comece o dia bem informado: